Toronto Public Library: como funciona o sistema de bibliotecas públicas de Toronto

DSC_7211

O Toronto Public Library (assim, em singular mesmo) é o maior sistema de bibliotecas públicas do Canadá, com sede em Toronto. Em 2008 foi considerado o maior “sistema de bibliotecas regionais/locais” do mundo, já que possuía em média uma circulação/utilização per capita maior do que qualquer outro sistema de bibliotecas públicas do mundo. O Toronto Public Library foi criado em 1830 e é constituída por 100 bibliotecas e mais de 12 milhões de itens em sua coleção. Hoje eu resolvi escrever um pouco mais sobre este sistema incrível de bibliotecas e mostrar um pouco dos benefícios que você tem em possuir uma carteira e utilizá-lo. Vale comentar aqui que eu não usava o Toronto Public Library antes pois as bibliotecas da UofT acabavam suprindo toda a minha necessidade. Mas agora que me formei senti a necessidade de explorar as bibliotecas da cidade e me surpreendi.

Como fazer o cartão da biblioteca (library card)?

Para usar os serviços da Toronto Public Library você precisa fazer um library card. O cartão é gratuito para quem mora, trabalha, estuda ou possui uma propriedade/imóvel em Toronto. O mais fácil para fazer o cartão é chegar em uma das 100 bibliotecas expalhadas por Toronto com sua carteira de motorista ou cartão de saúde (OHIP) ou ID de Ontário. Se você não tiver nenhum desses documentos não se preocupe, há vários outros que você pode levar (clique aqui e veja a lista de documentos aceitos). O cartão tem validade por 1 ano e para renovar você precisa visitar uma biblioteca in person para fazê-lo. Fizemos o nosso cartão em 10 minutos e foi super rápido… só levar o comprovante de residência e preencher um papel com nome/email/data de nascimento e pronto. Você recebe seu cartão na hora e já pode usufruir de todas as vantagens que irei explicar abaixo. Ah, você ganha um package com várias informações importantes, mas a maioria delas (se não todas) estão online (nos links descritos neste post).

IMG_2810

IMG_2813

Se você possui um endereço temporário por aqui (como um hostel) você consegue fazer seu library card por 3 meses e ainda tem algumas limitações quanto ao empréstimo de material (só pode pegar 5 livros de uma vez). Para não residentes e visitantes de Toronto, mesmo assim você pode pegar um cartão temporário free de não residente por 3 meses. Se você quiser renová-lo terá que pagar CAD$30 por mais 3 meses ou CAD$120 por 12 meses, sempre mostrando seus documentos.

Ah, e se você estiver visitando Toronto temporariamente e só quiser usar os computadores das bibliotecas dá para se registrar para um In-Library Access card, que dá acesso aos computadores e internet nas bibliotecas pelo tempo que você estiver visitando a cidade.

Cartão feito: o que eu tenho direito?

– Pegar livros, música, filmes e muito mais;
Reservar materias e poder pegar eles na biblioteca que fica localizada mais próxima da sua casa (tudo online, muito rápido e prático);
– Baixar ebooks, revistas digitais, filmes e música;
– Usar bancos de dados de pesquisa para acessar arquivos de revistas e jornais científico, diretórios de negócios e outros conteúdos especializados;
Reservar um determinado tempo de computador em qualquer biblioteca;
– Ter acesso gratuito a museus e outras atrações de Toronto (veja mais abaixo); e,
– Ter acesso a tecnologia de ponta e formação para os Hubs Inovação Digital, como impressoras 3D e outros.

IMG_9788

Vou dar mais detalhes aqui sobre como ter acesso gratuito a museus e outras atrações de Toronto, pois tenho certeza que é de interesse de muitos. Para isso você precisa pegar emprestado o the Sun Life Financial Museum + Arts Pass (MAP), que irá dar acesso gratuito a várias atrações de Toronto (veja lista aqui) para você e sua família (2 adultos e até 4-5 crianças, depende do local). Para pegar o passe você deve ir a uma biblioteca pública de Toronto em um sábado às 9am (algumas exceções, veja aqui) com seu library card válido. A entrega dos cartões funciona na base do “quem chega primeiro pega” (pois o número de passes é limitado) e há algumas regras importantes que devem ser citadas:

1. Você não pode transferir ou vender o passe (se dizer isso e for pego pode perder o cartão;
2. Você vai ganhar somente 1 passe por semana;
3. Você terá direito a pegar 1 passe de cada local 1 vez a cada 3 meses;
4. Cada passe é válido para 1 visita em 1 atração;
5. Guarde o recibo pois quando visitar a atração você deverá mostrá-lo, além do passe MAP, da library card e um ID; e,
6. Os passes não precisam ser devolvidos para a biblioteca (geralmente as atrações ficam com eles).

Onde ficam as bibliotecas?

Há 3 tipos de bibliotecas: Reference Libraries (maiores), District Branches (tamanho médio) e Neighbourhood Branches (menores). Você consegue ver um mapa com a localização de todas elas clicando aqui. Neste mesmo link você pode ver horários, pesquisar as bibliotecas por nome e tipo e ver quais delas possuem diversos features, como wireless, empréstimo de laptop, estacionamento gratuito, salas de reunião, impressoras 3D, jardim de leitura, saladas para praticar piano, cinema, etc.

DSC_7224

Dicas de lindas bibliotecas para visitar

Bloor Gladstone
1101 Bloor Street West, Toronto, ON

DSC_7219

High Park
228 Roncesvalles Avenue, Toronto, ON

Runnymede
2178 Bloor Street West, Toronto, ON

DSC_7228

Lilian H Smith
239 College Street, Toronto, ON

Wychwood
1431 Bathurst Street, Toronto, ON

DSC_7213

Outras informações importantes

– Se você não entregar seus materiais no tempo determinado estará sujeito a multas. Estas multas variam de CAD$0.40 a CAD$1.00 por dia (depende do material que voc&e alugou), com máximo de até CAD$20.00 por empréstimo. Veja mais aqui.

– A Toronto Public Library possui um programa chamado “Adult Literacy” (em português alfabetização de adultos), que serve para melhorar a alfabetização de adultos que falam inglês (não é um curso de inglês). As classes são individuais e objetivam a melhora da leitura básica, escrita e matemática e funcionam geralmente 2h por semana.

– Há vários programas para pessoas que estão chegando no Canadá ou cuja língua de origem não é o inglês (ESL). Os programas são gratuitos e funcionam em vários dias/locais. Clique aqui e veja mais informações.

You may also like...

13 Responses

  1. Elder Cerqueira Marins disse:

    São show mesmo, estou usando o Laptop em uma agora kkkk’
    a unica coisa que tenho é vergonha de usar a impressora hahahaha

  2. Sílvia disse:

    Oi Gaby, adorei o post! Vou passar 1 mês em Toronto em março. Eu terei direito a utilizar as bibliotecas e pegar ingressos para atrações de graça? Terei que pedir um comprovante de residencia do lugar onde vou ficar, mesmo não estando no meu nome?
    Bjinhos

  3. Suelen disse:

    Olá Gabriela,

    Vi na programação da biblioteca que há grupos terças e quartas a noite para conversar e praticar o inglês. Você conhece alguém que foi nesses grupos? recomenda?

    Já morei na Irlanda um tempo e ia nesses grupos na biblioteca de lá para praticar o inglês, foi uma ótima oportunidade, havia poucos brasileiros, muitos imigrantes mas também pessoas mais velhas (irlandeses) dispostas a ensinar o inglês e aprender outros idiomas.

    • Não conheço ninguém que tenha ido Suelen, mas eu iria para ver o que é (afinal, eles são gratuitos).
      Depois que você for volta aqui para contar como foi! 🙂
      Obrigada pelo recado

  4. Gabriel disse:

    Olá Gabriela
    Meu nome é Gabriel e eu já acompanho seu blog a um bom tempo, amo demais as suas postagem, me ajudam muito a me programar para poder realizar esse sonho de morar no Canadá.
    Eu tenho uma dúvida e talvez você possa me ajudar. Eu estou mandando essa mensagem por essa postagem pois a partir do ano que vem eu me formo como um Bibliotecário aqui no Brasil (nessa profissão que tanto amo) e eu gostaría de saber se, existe alguma ordem de bibliotecários no Canadá? Por exemplo, aqui no Brasil existem os Conselhos Regionais e o Conselho Federal, só posso exercer a profissão se eu pagar meu registro no Conselho Regional do meu Estado, isso também existe no Canadá? E você saberia dizer se o mercado de bibliotecarios no Canadá é muito concorrido? Fiz algumas pesquisas, mas não consigo achar essas informações. Desde já agradeço a sua atenção e continue com suas postagems, são excelentes!

  5. Roberta Fernandes disse:

    Meninas,

    É muito difícil, será que quase impossível, um brasileiro conseguir um emprego em alguma dessas bibliotecas maravilhosas?!

    beijos

  6. Ana disse:

    Muito amor! <3 Uma amiga minha diz que a biblioteca pública é o melhor serviço público do Canadá. 🙂 A VPL de Vancouver também tem esse passe pra visitar atrações da cidade, mas tem que ser morador de Vancouver. Aqui no lado oeste, a gente pode usar o cartão de um município em qualquer outra cidade da região, basta cadastrar o cartão na biblioteca da cidade vizinha.

    Outra coisa bacana de ressaltar é que dá pra pegar emprestado de outras bibliotecas da província e até do país, com um custo, claro, que vai até 10 dólares no máximo. Se for dentro da própria província, é só 50 centavos pra esse interlibrary loan.

    Que bom que vocês estão curtindo o sistema público daí, Gaby! Não esqueça de levar o Thomas no storytime quando ele nascer. Tem até pra bebês! 🙂

  1. 29/11/2016

    […] você precisa pagar. Para usar o Bookmyne você precisa ter um cartão da Toronto Public Library e aqui eu explico para você como fazer. Além do BookMyne o site do Toronto Public Library traz uma lista […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *