Sobre o medo de perder aquilo que eu ainda não tenho

DSC_5226

Qual seu maior medo? Se alguém fizer esta pergunta para mim certamente responderei: perder aqueles que eu amo. Acho que muitos de vocês devem ter este medo. Esse é meu medo constante e é por isso que gosto de passar momentos especiais com meu marido, nosso cachorro e nossa família, seja aqui em Toronto, no Brasil ou em outros lugares (muitas vezes nossos pais nos acompanham em nossas viagens e eu curto muito, são momentos especiais que ficarão guardados para sempre nos nossos corações). Compartilhar momentos e felicidades com aqueles que amamos é certamente o melhor que a vida tem a oferecer, não é mesmo?

Mas é quando o assunto é perder alguém que você ainda não conhece mas ama loucamente. Sim, estou falando do Thomas, o nosso bebe tão amado e aguardado. Por já ter perdido dois outros bebês antes esse medo esta presente diariamente. Qualquer sensação diferente, qualquer mudança na minha rotina, qualquer mal estar ou dor (mesmo que seja na unha do pé) ou qualquer quadra a mais que eu tenha que caminhar já é motivo de ansiedade medo e angústia. E essa mistura de sentimentos acaba atrapalhando este momento tão lindo que estou vivendo. Pode parecer loucura mas é um exercício diário manter o otimismo, a fé e a esperança de que, desta vez, tudo vai dar certo.

No começo da gravidez eu procurava não pensar muito, manter minha cabeça ocupada com o trabalho e aguardar para ver se tudo iria dar certo. Evitávamos falar em gravidez e tudo era bem vago, tudo tinha um “se der certo” ou “vamos esperar” na frase. Nesta época eu dizia para eu mesma que com 16 semanas de gravidez eu estaria mais tranqüila e conseguiria curtir minha tão aguardada gestação (não com 12 semanas como a maioria das mulheres pensa, mas com 16, 1 mês a mais só para garantir). Mas aí as 16 semanas chegaram e esta angústia não passou… Pensei, vou esperar o US morfológico de 20 semanas (aquele que aponta se o desenvolvimento do bebê está ok, isto é, se todos os órgãos estão corretamente formados). Fiz o tal exame, deu tudo certo (aliás, tudo está dando super certo) e, adivinhem, continuei ansiosa, com medo de perder algo que ainda não é meu, mas esta cada vez mais próximo de ser. Acho que o medo só aumentou com o passar das semanas.

Eu ainda não consegui fazer meu enxoval, pensar no tema do quartinho do bebê e foram poucas vezes que consegui entrar em uma loja de bebê para olhar coisinhas para o Thomas. Tenho medo de me decepcionar mais uma vez, de ter planos e sonhos arrancados de mim… É uma sensação muito estranha e difícil de explicar, mas muito intensa e constante (acho que só quem passou por isso consegue me entender). A única coisa que fizemos questão de decidir foi o nome, pois o Thomas já faz parte da nossa vida e da nossa família e queríamos fazê-lo presente sempre (e nada melhor do que dar um nome para torná-lo real, não é mesmo?).

Dizem que a melhor forma de aliviar os nossos medos é colocando-os para fora (e quem me conhece sabe que eu nunca tive medo de falar sobre tudo que sinto, incluindo meus medos). Eu me sinto muito mais tranquila em dizer que sim, apesar de estar tudo bem com minha gravidez eu tenho muito medo de perder meu bebê. Compartilhar nossos medos torna a gente mais real sabe, mesmo que este sentimento exista somente dentro de mim.

O que me conforta? Acho que é saber que o melhor sempre está por vir e que Deus está no comando. Tenho sim muito medo de perder o Thomas… mas sei também que quando amamos temos medo de perder, então este é um sentimento que terei que aprender a lidar/conviver sempre, especialmente quando meu bebê estiver aqui entre nós em outubro.



  • 39 Responses

    1. Críslei disse:

      Oi Gaby, não conhecia seu blog, e adorei conhecer, pelas postagens vi que essa publicação ja faz um tempo, sou mãe de primeira viagem, amanhã completo 20 semanas e ainda não fiz a ultrassom morfologica, sinto a minha Laura chutar já, meio timida na ponta da barriga, mas agora esta sendo ais frequente, diferente de você não sou muito de me abrir e falar sobre o que estou sentindo, mas sinto um medo constante de perder minha bebe, a noite acordo de madrugada pedindo para Deus que ela me chute para que eu saiba que está tudo bem, e não consigo dormir até que isso aconteça… não vejo a hora de ter minha nenem nos meus braços.

    2. Junia disse:

      Gaby, és uma inspiração, um exemplo de mulher, corajosa e principalmente, guerreira. Sempre que recebo as atualizações do teu blog pelo meu email venho correndo ler sobre os post de temas variados e cada dia sou mais tua fã. Infelizmente (ou felizmente) na vida precisamos percorrer caminhos escuros, ou passar por alguma jornada difícil, mas no final, todo esse sacrifício faz toda a diferença lá na frente. Vale a pena a lida no poema do Robert Frost chamado “The Road Not Taken”. Beijos

    3. Débora disse:

      Olá Gabi,
      Acompanho seu blog há bastante tempo, minha irmã fez um mestrado sanduíche no Canadá em 2011, indiquei seu blog pra ela e ela amou. Sou amiga da Rafaella Caon e sempre comentamos sobre você. Fiquei algum tempo sem passar por aqui, pois estava de mudança pra Lisboa (agora também vivo longe de casa e compartilho do sentimento da saudade), e fiquei MUITO feliz quando soube que estava grávida. Li sobre suas duas perdas e, apesar de nunca ter passado por isso, posso imaginar sua dor e entender perfeitamente esse seu medo de perdê-lo. Mas saiba que Deus está no comando e que com certeza ele tem planos lindos pra você e para esse lindo menino que está por vir. Tenho um filho de 2 anos e meio e posso te dizer que ser mãe é a melhor sensação do mundo. Muita sorte e saúde pra você e Thomas nesse final de gravidez. Vai dar tudo certo, tenha fé! Um beijo grande direto de Portugal! Débora & Dudu!

    4. Débora Faria disse:

      Ah Gaby! Sou mãe há treze anos e é a melhor coisa que poderia me acontecer! O medo de perder nos acompanha pra sempre…não se cobre tanto. Faça o que conseguir, mas esteja prepara pra quando Thomas chegar. Porque aí sim, a mãe precisa estar segura, conseguir forças que muitas vezes não sabemos de onde vem, entender que o nosso tempo não é mais só nosso e cuidar deste presente que nos foi dado por Deus da melhor forma! Thomas já está aí … é a única pessoa que te conhece por dentro! Tão lindo e tão profundo isto! Este Outono será especial! Um beijo na sua barriga! Rsrs

    5. Mel disse:

      Oi, Gaby!

      Faz um tempo que acompanho seu blog, e confesso que fiquei uns meses sem entrar, tinha muitas coisas acontecendo ao mesmo tempo… Hoje estava fuçando coisas sobre mudanças internacionais e lembrei de você! Abri o blog e tive uma surpresa quando vi o post sobre o Thomas! Abri um sorriso na hora! Fico feliz por você e o Ju (e o Jojoe, claro haha)! Confesso que não sou muito boa pra falar sobre bebês haha mas só queria dizer parabéns e desejo tudo de bom pra vocês!

    6. Débora disse:

      Ah Gaby…filhos…Sou mãe há treze anos! É muita alegria, muita emoção, muito amor! Ser mãe é o que de melhor pôde me acontecer e é sem dúvida, a melhor parte de mim. Dizer pra você não sentir medo não vai adiantar, até porque esta ansiedade com relação à filhos vai durar pra sempre…nunca mais somos os mesmos…Mas o que eu quero te dizer é que o Thomas já está aí! Ele é a única pessoa no mundo que te conhece por dentro! Já pensou em quanto isto é profundo? E lindo!!! Você,e só você é capaz de senti-lo neste momento…ele se faz presente a cada minuto…e será sempre assim! Talvez você não curta tanto a gravidez por medo da perda. Não tem problema! Cada pessoa tem uma experiência. O importante é você estar forte pra quando ele chegar. Aí sim, precisamos muitas vezes realmente esquecer o medo, mudar a rota, entender que nada mais é só nosso, encontrar força e segurança onde não imaginamos e cuidar deste presente que nos é enviado da melhor forma possível! Este outono vai ser especial heim?Que venha Outubro que venha o Thomas!!!! Beijo grande na sua barriga! Rsrs

    7. Fernanda disse:

      Oi Gaby,

      Estou de mudança para o Canadá, meu plano completa um ano em Novembro e espero que antes q ele complete um ano eu já tenha conseguido ir.Desde então você e seu site tem sido grandes incentivadores (mesmo sem saber). Com fotos lindas e textos que me deixam ansiosa para uma ida o mais rápido que eu puder.
      Já havia lido sobre suas perdas e acho que ninguém que nunca tenha passado por isso irá entender o que você passou. Eu nunca passei por isso, também nunca tentei engravidar, mas imagino o tamanho da dor de cada perda. Mas queria te dizer que essas perdas com certeza te fortaleceram, te fizeram melhor que antes, uma pessoa mais madura e preparada para o Thomás. Vai ver você precisava disso para ser a melhor mãe do mundo para ele. Mantenha a fé, o cuidado e a felicidade em seu rosto…Deus olha por todos nós, e com certeza está olhando por vocês!
      Que Deus abençoe sua nova família e que sejam ainda mais completos e felizes a cada dia. PS: Assim que chegar em Toronto vou entrar em contato com vocês, sou fotógrafa no Brasil e adoraria fotografar a pessoa que mesmo sem saber me incentivou tanto por uma vida canadense. Segue meu site : http://www.fernandavillela.com

    8. luci disse:

      quando temos fe e confiamos deixamos tudo nas maos de Deus e ele tudo fara.Ele ja preparou tudo de bom pra vc acredite.beijos e logo veremos o rostinho do thomas nos posts.

    9. Natasha disse:

      Oi Gaby.

      Fui recentemente ao Canadá e seu blog me ajudou muito, e me apaixonei pelo Canadá e desde então sempre acompanho seu blog para ver novidades para uma próxima visita.

      E quando entrei outro dia e vi que estava gravida e vi este seu comentário sobre o medo de perder o seu baby, me emocionei, eu não sei que religião você é , eu sou descedente de judeu mas espírita praticante e digo uma coisa a você, o medo ainda mais que percebi que teve outras perdas, é absolutamente normal, mas saiba que o seu filho, escolheu ser parte dessa familia e tem um motivo para ele estar ao seu lado e nada fará ele sair do seu lado, chegou a sua hora e nada impedirá isso, essa jornada de vocês será linda, desafiadora e terá muito amor, tenho certeza!

    10. Fabiana disse:

      Gaby,
      Acompanho o seu blog há muito tempo (adoro!) e dessa vez quis deixar um comentário.
      Uma pessoa tão ilumiunada e especial como você não tem o que temer.
      Deus é maior e está ao seu lado. Isso ficou bem claro ao longo de todos os posts que você compartilhou…
      Siga tranquila, afinal, “os melhores dias estão a nossa frente”.
      Que Deus continue abençoando vocês e que em breve venha o Thomas com muita saúde trazer ainda mais alegrias para vocês.
      Grande abraço!

    11. Marcela disse:

      Acho que nunca vi um post com tantos comentários emocionantes e tanta energia boa quanto esse!! Acho que sim, falar dos seus medos pode ajudar a melhorar, guardar pra si esse peso é tão ruim… Nunca passei pela sua situação, mas já passei por situações de perder pessoas próximas e muito amadas de forma inesperada e isso também tira o nosso chão e por anos e anos tive muito medo que o mesmo pudesse acontecer a qualquer momento de novo. É uma ansiedade e um pânico complicado de lidar… Sei que sempre que isso acontece (hoje em dia menos, mas acontece) tento pensar que o destino das coisas não estão em minhas mãos, infelizmente. Que me sentir mal e ansiosa por isso não vai prevenir que aconteça. Tento sempre pensar positivo, respirar fundo… é um exercicio diário! Pensa que a cada dia que passa o seu Thomas está crescendo mais, se desenvolvendo mais e quando vc menos esperar já chegou outubro!! Ele já é tão querido e esperado e vai trazer muitas alegrias pra vocês. Beijo grande e se permita curtir esse momento!!!
      🙂

    12. Obrigada pelo carinho de todos…. li atentamente cada um dos recadinhos e todos fizeram meu coração bater mais forte – e o Thomas chutar mais forte tbem. Fiquei arrepiada de pensar em tanta energia positiva de pessoas que não me conhecem ainda… muito especial. Beijos a todos

    13. Sandra disse:

      Querida Gaby (chamo assim porque você passa essa sensação de ser amiga íntima), desde que ficamos sabendo que vamos ser mãe, esse medo nos persegue. No seu caso, agravado pelas perdas anteriores. Meus filhos já são adultos e ainda sinto isso com frequência, imagino que por causa da dimensão do amor de uma mãe por seus filhos. Mas não permita que esse medo interfira na felicidade de gerar um filho, esse período deve ser curtido dia a dia, pois nunca mais acontecerá de novo. E todas nós, suas fãs, estamos torcendo por vocês. Logo, logo, você estará postando fotos com o Thomas em seus braços. Muitas energias positivas a vocês. Abraços.

    14. Marta Rocha disse:

      Oi Gaby, acho só o fato de você compartilhar sua angústia já vai ajudar a diminuir a pressão e o medo que você está sentido. seus sentimentos são totalmente compreensíveis. Quem te acompanha tem alguma noção do quanto foi difícil o que você passou quando ocorreram as 2 perdas, então é natural o seu receio. Mas agora é diferente, você se fortificou, se preparou. Não esqueça que tem centenas de pessoas torcendo pela sua família, pelo Thomas. Sabemos o quando vocês o desejam e esperam por esse momento. Você tem sonhando com isso faz tempo e chegou a hora. Grande abraço!

    15. Gisele disse:

      Gaby,

      sei exatamente o que vc passou. Engravidei em 2013 e perdi. Alguns meses dps engravidei de novo. Como sentia medo! Medo de perder, de tudo dar errado. Medo de morrer e deixar um filho sem mãe. Esse medo tenho até hoje. Mas deixei o barco rolar, relaxei e entreguei nas mãos de Deus.

      Agora, enquanto escrevo, estou sentada com meu bebê de 1 ano junto comigo mamando. É muito amor!

      Confie e viva o seu momento.

      Bjs

    16. MarianaDowsley disse:

      Maria, passa na Frente! Conhece essa oração? É muito linda e trás uma Paz, um conforto sabe? Deus no commando, Gaby! E fé na Nossa Mãe lá de cimA! Vou te mandar a oração inbox no face. Tenho ouvido muito ela por que desde que me mudei pra Toronto fico com medo de perder também… Seu medo é muito compreensível! a Primeira gravidez da minha irmã foi meio conturbada e eu sentia um medo enorme de perder meu afilhado que eu ja Amava tanto!!! Hoje ele tem 7 anos e é meu amorzão mais lindo! Certeza que o Thomas ta Bem agarradinho aí no teu ventre, esperando o dia de conhecer a familia dele!!!Fica Bem! Beijo!

    17. Milena disse:

      Leitora anônima aparecendo para mandar (mais!) boas vibrações! Você não tem medo de perder algo que “ainda não tem”, porque você já tem! O Thomas é seu filho, mesmo sem ter nascido ainda, e sente tudo o que você está sentindo… Então, pensamento positivo e muita fé em Deus! Mostre para ele como ele tem sorte de ter uma mãe como você, tenha alegria ao escolher cada roupinha e detalhe do quarto dele – ele vai sentir isso, mesmo estando na barriga, e aí não vai querer sair daí até chegar a hora dele conhecer esse mundão! Alegria, otimismo e fé, porque você está gerando o seu filho, algo que sempre quis! 🙂 e tem MUITA gente na torcida por vocês! Abraço em você e cosquinha no pé do Thomas

    18. Bianca disse:

      Gaby,
      Eu sempre acompanho o blog (que por sinal, acho incrível, pois é o mais completo que encontrei), e não posso deixar de comentar sobre este post. Eu não tenho filhos, nunca engravidei, mas entendo que a ligação de uma mãe com seu filho seja a energia mais forte do planeta. Entendo perfeitamente o seu sentimento, acredito que me sentiria da mesma forma no seu lugar! Em primeiro lugar, não sinta nenhum tipo de culpa por “não curtir” como “deveria” esta fase. Achei um ato de coragem enorme por você dividir conosco o seu receio. Apenas tenha em mente que Deus faz tudo do jeitinho certo… Confie e acredite. Quando você tiver o Thomas em seus braços, perfeito, sadio e lindo, todo o seu sofrimento passado e sua luta pra dar a volta por cima vai ter valido a pena! Deixe essa energia de amor fluir e tudo sairá bem!

      Bjos

    19. Camila Novais disse:

      Também me emocionei com o texto Gaby e li todos os comentários até aqui, quanta energia boa e quantas orações você recebeu.

      Não passei pelo que você já passou e não sou mãe ainda, mas acompanho o blog desde a sua primeira gestação (senão antes) e imagino o quão difícil seja encarar essa batalha na sua vida. Sentir medo é normal, prova que você é humana, mas seja forte, tenha fé e acredite no amor de Deus. Com certeza existem planos incríveis para você e sua família, basta acreditar.

      Em outubro vai chover parabéns por aqui pela chegada do Thomas (inclusive os meus!). Não está dando tudo certo, já deu tudo certo 🙂 .

      Você merece tudo de bom.
      Também estou pedindo a Deus que o Thomas chego logo, lindo, cheio de saúde e com muita disposição para colocar o Jojoe pra correr com ele.

      Com amor.
      Camila

    20. Bianca Lobo disse:

      Oi Gaby! Tenha fé que tudo dará certo. Tive três gestações complicadas, a primeira contrai toxoplasmose dias antes de engravidar, mas só foi confirmado mesmo a infecção antes da gestação, depois que meu filho nasceu, imagina minha angústia durante todos os meses, e na outras duas gestações meu líquido aminiotico sumia, outra tortura. E no final deu tudo certo! Fui presenteada com três jóias raras. Pense positivo e curta sua gestação, não deixe o medo tomar conta de vc! Bjos

    21. Vanessa Oliveira disse:

      Fiquei emocionada com o seu texto, pela sua historia e por estar eu mesma esperando um bebe. Nao te conheco pessoalmente, mas vou orar por voce e pelo seu baby. Tenho certeza que logo em breve nosso bebes estarao nos nossos bracos e que o nosso outono sera so de alegrias! grande beijo.

    22. Carol disse:

      Oi Gaby, me emocionei com o seu post. Apesar de não ter passado pelo que vc passou, eu entendo o seu medo. Desde que eu soube da notícia da sua gravidez, não apenas fiquei muito feliz por vcs, mas passei a sempre mandar energias positivas e incluí-los nas minhas orações.
      Desejo do fundo do coração que esse seu medo e angústia se transformem em sorrisos e lágrimas de felicidade. Thomas: venha com saúde, lindo e gostosinho pra sua mamãe. E já dê um chutinho carinhoso na barriguinha dela pra ela saber que vc esta se preparando pra se aninhar nos braços dela aqui fora, ganhar carinhos do papai e lambidas do Jojoe.
      Se quiser entrar no mundinho baby por umas horas passa aqui em casa e vem ver que delicia é ver as roupinhas de bebê e, claro, o próprio Oliver.
      Estamos te esperando. Bjs

    23. Thais disse:

      Oi Gaby! Se depender de energias positivas, você pode ficar sem medo algum! Estamos todos torcendo por essa família linda. Fica tranquila, curte o momento e pensa que cada dia que passa é um dia a menos até você tê-lo em seus braços e um dia a mais que ele cresce forte e saudável. Deus abençoe vocês 🙂

    24. Everton Bomfim disse:

      Olá Gabi, leio seu blog a alguns meses, fiquei muito feliz pelo Thomas (ótimo chamar pelo nome), e tenho a certeza que tudo vai dar certo, sinto a energia boa na sua escrita tanto nesse texto como em alguns anteriores…. eu sou pai de um rapazinho chamado Miguel que hoje tem 1 ano e 3 meses e compartilhei junto com minha esposa os medos, medos esses que foram angustiantes, na época só anunciamos a família que estávamos grávidos (pai também fica grávido) com 16 semanas também, tive o risco de perder a mamãe e o bebê no parto devido a fatos hereditários da minha esposa, nosso bebê veio ao mundo com 8 meses e na época fomos avisado na consulta médica de rotina que foi numa sexta-feira as 18:30hs que na segunda as 5:00hs deveríamos ir a maternidade …. como foi longo esse fim de semana, e que segunda longa, eu acompanhei o parto e foi o dia mais lindo da minha vida até hoje, tão lindo quanto escutar o primeiro papai…não a conheço pessoalmente mas já peço benção e um bom parto para vocês…. e durma, porque depois de outubro não dormira mais como antes, filho faz isso…. e Thomas dá uns chutes aí na mamãe.

    25. Alessandra disse:

      Vai dar tudo certo! Esse será o primeiro de outros que viram. Você é uma mulher muito especial e querida por muitos que nem conhecem pessoalmente. Estarei orando por você, Deus nos diz que tudo tem o seu tempo e creio que o seu tempo chegou. Você será uma ótima mãe. Felicidades!

      A benignidade do Senhor jamais acaba, as suas misericórdias não têm fim;
      renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade.
      Lamentações 3:22,23

    26. Samy disse:

      Oii Gaby!
      Me sinto invasiva fazendo um comentário a respeito de uma coisa tão íntima pois mal te conheci, mas com grande afinidade que sinto por ti vou falar um pouco de mim, nunca tive nenhuma experiência no assunto gravidez e confesso que não é algo que faz parte da minha vida/planos para o futuro. Mas já passei por uma situação que me gerou medo constante, dia e noite apavorada que acontecesse novamente, durou cerca de um ano, e me gerou extrema ansiedade, causando insônia e stress excessivo depois de algum tempo, que ainda hoje me incomodam.
      Só posso te aconselhar a tentar não se sentir assim de pensar em tudo o tempo todo, é ruim agora e pior depois, pois acaba afetando sua saúde, como aconteceu comigo.
      Tenta focar que você precisa estar bem e saudável, para o seu bebê. E tenta te rodear de pessoas boas e do que te faz sentir acolhida e bem.
      As vezes a gente precisa tentar mil vezes até dar certo, conheço algumas mulheres que tentaram, perderam várias vezes e depois tiveram bebês inesperadamente pois o médico já tinha como dito “vc nunca vai ter”. Nunca se diz nunca! E a vida é feita de tentativas, pensar positivo é o mínimo que podemos fazer 🙂 E continuar tentando, claro, uma hora dá certo! 🙂 Espero que de alguma maneira minhas palavras sejam reconfortantes pra ti.
      Bjuu!

    27. Eliza disse:

      Gaby, acalma teu coração…
      Também estou grávida, hoje de 19 semanas…
      Entendo as preocupações porque sou bem assim também…
      Mas a gente tem que colocar nas mãos de Deus!! 🙂
      Logo ele estará nos braços de vocês…
      Já tenho um filho de 4 anos e estou esperando outro menino 🙂
      Te desejo o melhor…
      E vai ficar tudo bem :*

    28. Cristine disse:

      Gaby, q lindo seu texto! Sei exatamente o q vc está sentindo, tb tive 2 perdas antes da gravidez das meninas e depois uma gestação gemelar cheia de riscos e contratempos… mas enfrentamos os desafios sempre com muita FÉ, esperança e amor! tenho certeza de que isto tb move vcs, ter este medo é normal, mas procure focar mais nas coisas boas, na bênção deste anjinho crescendo dentro de vc, nos momentos maravilhosos que terão juntos, etc e todas essas “cenas” se tornarão real! Vcs merecem viver este momento mágico na plenitude, procure não pensar no medo e monte um enxoval bem lindoooo pro Thomas, pois logo logo ele estará em seus braços, bem fofo, lindo e cheiroso p vc amassar muito e amar ainda mais!! Bjao

    29. anna maria lima de melo disse:

      Diz para o Thomas que a vovó já está com grande parte do enxoval encaminhado. Tudo está sendo preparado com muito amor e carinho. Agora com muita fé em Deus jogue fora estes medos a viva feliz este momento especial de sua vida. Voces merecem e Thomas também. Você e Thomas estão ligados de corpo e alma então alegria e muito otimismo que é muito importante tanto para vc como para ele. Beijos filha. Amo vcs.

    30. Cris disse:

      Gaby, acompanho seu blog há algum tempo, desde que decidi passar umas férias fazendo um tour pelo Canadá. Nesse meio tempo, fiquei sabendo de sua história pessoal, que é bastante parecida com a minha. Aliás, seu texto quase poderia ter sido escrito por mim: tb já perdi dois bebês, um na oitava semana de gestação e outro na décima. Neste momento, estou grávida de 14 semanas e tb espero que a cada ultrassom, a cada semana, o medo acabe, mas infelizmente vejo que isso não é fácil. Enquanto todos querem saber o sexo, eu só me preocupo em ver o coração bater ou ver qualquer movimento que mostre que meu bebê está vivo ainda dentro de mim. Acredito que tudo nessa vida acontece por algum motivo e se isso aconteceu conosco, é porque era pra ser. Te desejo muita paz e serenidade para lidar com a situação e que sua gestação seja um sucesso, daqui a pouco Thomás estará nos seus braços! Forte abraço pra você!

    31. jamille disse:

      pelos comentários, dá pra ver que a mamãe e o bebê só estão recebendo energias positivas!
      força gaby, jajá o thomas vai estar nos seus braços forte e saudável! acompanho o blog e torço muito pela sua familia, que é linda e agora vai ficar mais! falta pouco! um beijo

    32. Amanda disse:

      Gabi

      Não sou mãe. E nunca perdi um bebê, então realmente não devo fazer ideia da dor. Mas saiba que tudo tem um tempo certo na vida, o Thomas já é seu!!! E com todo o carinho que tu escreve esse blog e ajuda as pessoas tem muita gente feliz e com pensamento positivo por vc. Eu sou uma delas, há mais de um ano decidi que queria morar em Toronto, foi uma luta difícil mas agora faz um mês que estou aqui, constantemente olho teu blog para dicas e ajudas. Estou muito feliz por você e sua família. Louca pra saber mais sobre o Thomas.
      Um beijo
      Amanda

    33. Oi Gabi! Fico feliz que você compartilhou isso porque posso enviar umas energias positivas e, de repente, umas palavras de carinho. Já ti falei isso em mensagem privada, mas fato é que dessa vida não levamos dinheiro, não levamos nossos bens materiais, apenas o amor, o carinho, e os aprendizados.

      Você, se me permite falar de crenças, é com certeza uma alma já evoluída, pois tem uma capacidade incrível de passar muita energia positiva para as pessoas. Não estou só falando do blog, mas também na vida real. Eu creio em Deus, e creio que buscamos evoluir a cada vinda para esse plano terreno.

      Você já deu aconchego para dois pequeninos que precisavam sentir amor por um curto período de tempo. Tenho fé que o próximo que está por vir vai ter uma longa vida de amor e de aprendizado do seu lado, do Ju, e de toda a tropa (inclusive nossa). O maior aprendizado nessa vida é o desapego, tanto com os bens materiais, quanto com o sentimento de posse. Nunca fui mãe de um ser humano (porque sou mãe de um cachorro), mas tenho certeza que esse medo que você tem só irá passar com o exercício de desapego de posse (e quando digo posse, digo o medo de perder). É extremamente difícil e eu acho que nenhum ser humano é capaz de ser 100% livre desse mal, mas te adianto que o que vem depois dessa conquista, segundo minhas crenças, é o amor mais puro e mais eterno. Todos sabemos o que nos aguarda, por isso precisamos exercitar isso e viver intensamente.

      VIVA essa momento, não importa o amanhã! Viva o hoje intensamente, porque aprendemos a cada segundo com os que nos rodeiam e estes aprendem também conosco, esse é o maior sentido de estarmos aqui! Dessa vida levamos muitas lembranças (como você falou) e muito aprendizado.

      Thomas é um nome grego (assim como outro nome lindo.. Helena ahahha) e significa TWIN (isso te diz algo? 😉 ele já veio cheio de energia .. recebeu a energia de outros pequenos que já foram)

      Ah, by the way, HELENA significa LUZ.. que é o que eu estou te mandando Constantemente!

      Um forte abraço (daqueles bem apertado)
      😉

    34. Ruth Abreu disse:

      Oi Gaby!
      Já sigo seu blog faz tempo e de vez enquanto deixo comentários por aqui e no seu Instagram! Não sei se você lembra de mim…
      Sou solidária a esse seu sentimento e estou passando por uma situação bem parecida, porém minha gravidez nunca passou da 8a. semana e é onde eu estou agora novamente!
      Ler seu post foi emocionante e um conforto para o meu coração! Deus está no comando sempre e sabe o que é melhor para nós!
      Desejo de coração muita saúde pra vc e seu bebê! Se Deus quiser tudo vai dar certo no final e seu lindo menino vai estar sorrindo pra você em breve!
      Bjos,
      Ruth.

    35. Gisele Martins disse:

      Olá Gaby!!!
      Sei exatamente o que você está sentindo, descobri que estou grávida de 2 meses, tinha ovários policísticos, tenho um pequeno mioma no útero, que pode aumentar com a gravidez :'( , e sinto muito medo, medo de perder, medo de contar para as pessoas, medo de qualquer coisinha, ansiedade do próximo ultrassom, enfim, mas tenho muito fé, acredito muito que só Deus pode nos dar forças!
      Tenha fé!!!
      Eu peço todos os dias para que Nossa Senhora me proteja e nos livre de todo mal!
      Independente da sua religião, acredite que Deus é mais e ele sabe o momento certo pra tudo!
      Logo logo você estará com seu filhinho nos braços!
      Um beijo com carinho de uma grávida com os mesmos medos!

    36. Paty Martinello disse:

      Oiii Gaby!
      Tudo isso que tais sentindo é mais que normal e realmente, só temos medos de perder o que amamos. Mas assim como o medo, sei que o Thomas já tem trazido muito coisa boa pra vida de vocês (inclusive este sentimento de amor tão lindo e puro).
      Falar para você não se sentir assim é fácil, mas continue assim, como esse exercício diário de manter a calma e a ansiedade controlada, que tenho certeza que tudo vai dar certo! E se precisar conversar sabe que mesmo de longe pode contar comigo! 😉
      Beijão!

    37. Eve disse:

      Minha irmã perdeu 3 bebês antes do meu sobrinho. Ela já tinha 40 anos, nem imaginava mais ter um filhote. Com 7 meses ela não tinha nem uma roupinha. Eu tive que leva-la para comprar tudo, dei um monte de coisas e aos poucos foi montando. Foi uma gravidez difícil, de risco, ele sempre foi grande e apertado na barriga, aos 8 meses minha irmã mal subia as escadas do apartamento. Ele nasceu antes do tempo, 8 meses e 1 semana, passou uns dias na UTI para tomar luz, eu só fui conhece-lo com 1 semana de vida. Mas nossa, é o mais precioso da família. Tão esperado e amado, um menino forte, grande, amável, se dá bem com todo mundo. Hoje os medos da época parecem tão longe, mas a gente lembra cada um. Mas hoje eu sempre digo: quer motivo melhor do que ele pra sorrir?
      Então, sorria mais, logo logo tudo não passará de lembranças de uma fase difícil ao tê-lo com vocês.

    38. Mamãe Nadia disse:

      Oi Gaby! Chorei ao ler esse post. Mas queria te dizer pra ficar tranquila, Deus está no comando sim e logo o Thomas estará em seus braços. Eu sei que o medo vai continuar, mas não deixa o medo te impedir de curtir o momento. Muitas mulheres passam por isso, perdem bebê sem motivo, mas depois tem os filhos saudáveis, normalmente. Isso aconteceu com muitas mulheres da minha família. Então agora vai dar tudo certo, não quer dizer que vai acontecer de novo. Queria combinar de nos encontrarmos um dia, podemos fazer comprinhas de bebê juntas, podemos trocar figurinhas, eu tô trabalhando no berçário de uma daycare, então tô dentro do mundinho dos bebês! Amei o nome Thomas, e parabéns pelo baby! Vc é a mamãe do ano e vai amar ser mãe de menino! Logo ele estará torcendo pelos Raptors com vcs! Beijooooo, vamos nos falando!

    1. 20/07/2015

      […] dizer hoje que estou curtindo a minha gravidez. Depois de semanas de incerteza e medo, hoje eu sinto que tudo está no caminho certo e estamos (eu e o maridão) finalmente curtindo esta […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *