Toronto é uma cidade segura?

Certamente no TOP 5 das perguntas que recebo de vocês aqui no blog está a seguinte: “Toronto é uma cidade segura?”. Eu já adianto e respondo que sim, é uma cidade super segura, especialmente quando comparada com várias cidades brasileiras. Mas como qualquer cidade grande não podemos bobear e há sim casos de assaltos a mão armada, sequestros, assassinatos e roubos/furtos. Bom, para tentar elaborar mais esta resposta vou tentar mostrar dados de estudos e pesquisas e também minha visão de segurança na cidade e espero que responda a pergunta de muitos de vocês.

Este mês, o The Economist publicou o Safe Cities Index 2015, um documento que mostra as cidades mais seguras para se viver no mundo em função de 4 categorias (segurança pessoal, segurança em relação à saude, infraestrutura e segurança digital). Toronto foi considerada a 8a cidade mais segura do mundo, e a mais segura da América. Os escores da cidade nas categorias descritas anteriormente foram:

Score de segurança: 78.81 de 100
Ranking de segurança pessoal: 7o lugar de 50 cidades
Ranking de segurança em saúde: 21o lugar de 50 cidades
Ranking de segurança em infraestrutura: 8o lugar de 50 cidades
Ranking de segurança digital: 11o lugar de 50 cidades
Expectativa de vida: 81 anos

Safe_cities_index_World-map-2

Portanto, se levarmos em consideração as pesquisas, Toronto é sim uma cidade super segura. Agora vamos aos números reais. Pesquisando no site da polícia de Toronto achei os números de homicídios e shootings dos últimos 4 anos. Por exemplo, em 2014 foram computadas 39 ocorrências envolvendo armas de fogo, com 42 vítimas envolvidas. Destas, 20 tiveram algum tipo de lesão e 22 saíram ilesas. Seis morreram. Claro que nem tudo é perfeito e se você ver os números de 2015 notará que já estão bem altos (e ainda estamos em março), mas mesmo assim nem se compara aos números absurdos do Brasil, que estão na casa de 5-6 dígitos em algumas cidades.

Numbers_Toronto

Por fim, quero deixar registrado minha opinião. Às vezes eu vou dar uma volta com Joe ao redor da quadra e deixo a porta de casa só encostada. Várias vezes esquecemos coisas na frente de casa (sapatos, sacola de compras, caixas de correio) e elas ficam lá até o outro dia. Não há grades nas janelas da minha casa, mas nós colocamos alarme para prevenir. Quando vou no supermercado rapidinho eu deixo celular e até bola à vista no carro. Já deixei cair óculos, cartão de banco no chão e pessoas vieram correndo atrás de mim me devolver. Quando saio para ir aos meus shows (aqueles que ninguém quer ir comigo) ei volto tranquilamente sozinha para casa, pegando TTC. Porém, já estava vi celular ser roubado no patio de um restaurante, a bicicleta de uma amiga já foi furtada e por ai vai. Então acho que vai muito do nosso bom senso: Toronto é segura sim, mas não dá para bobear pois é uma cidade grande e pessoas má intencionadas estão em qualquer lugar. Mas você não precisa viver 24h em vigilância como se estivesse no Brasil. Essa é a minha opinião…. qual a sua?

You may also like...

9 Responses

  1. Max disse:

    Prezada Gabi.
    Bom dia .
    Gabi, Toronto é bom para trabalhar como Engenheiro de Petróleo e Gás ?

    Já que você conhece bem o Canadá é bom para esse tipo de profissão ?
    Locacao de aptos de 1 ou 2 quartos oscila mais ou menos quanto.
    A saúde e a vida em geral aí é boa?
    Por exemplo ,atendimento médico quando precisar precisa ter um plano de saúde?
    Espero receber mais notícias suas?
    A vida é muito cara no Canadá e o salário varia de qual os valores
    É que minha filha e noivo se formaram em Engenharia de Petróleo e Gás , e estão hoje no Rio , é vantagem ir para o Canadá para trabalharem?
    Agradeço sua atenção
    Att
    Max Vidal. ( Floripa)

    • Ola Max. Obrigada pelo recado e pela visita ao blog. É dificil falar sobre esta área, já que eu não é a que atuo. Sobre o preço do aluguel depende muito da região de Toronto mas acredito que um bom apto fique em torno de 1500 por mês, afastado do centro (tenho post sobre preços de imóveis, dá uma pesquisada por aqui). A saúde aqui é pública para quem é residente permanente e canadense (e tbem para alguns tipos de vistos). Não há a necessidade de planos de saúde nesses casos. Espero ter ajudado.

  2. Estivemos em Montréal, Québec e Toronto (apenas 1 dia) e uma das coisas que estranhamos muito foi as casas não terem muros!! Aquilo dava uma sensação super estranha! Parecia que dava vontade de bater na porta de cada pessoa das casas e falar: “olha, você sabia que sua casa não tem muro?”… rs

    Isso nos transmitiu uma paz e a certeza de que aquele seria o lugar que poderíamos passar o resto das nossas vidas!

    Estaremos indo este ano, realizando este sonho de mais de 7 anos de preparação!

  3. Ana disse:

    Concordo, Gaby, aqui em Vancouver até tem um certo alarde por ter casos de violência, mas, comparando com o Rio, isso aqui não chega nem aos pés! Me sinto super segura, sempre. Claro, como aí, é só não dar bobeira, e ficar atento com pertences, etc. Mas pelo menos aqui não temos aquela violência gratuita, e o medo de sair na rua na hora que for.

  4. Lais disse:

    Gaby, estive ai em 2011 e me sentia mto segura, voltava pra casa de balada as 2 da manhã sozinha, na primeira vez me senti insegura, mas minha vizinhança era friendly e fui com a cara e coragem… além disso quando estava ai, teve um assalto na Dundas onde um policial morreu, na TV não falavam em outra coisa e informaram que um policial não morria em serviço há anos, muito diferente do Brasil..
    Ah e mais uma coisa a minha hosta VIVIA com a porta destrancada, inclusive para dormir, ela me deu uma chave mais eu nunca usei, uma vez voltei tarde e estava sem a chave e morri de medo dela ter trancado, pra minha sorte a porta estava aberta mais uma vez.
    Mas no geral não pode bobear, principalmente dem metrô. Bjs, estou amando seu blog!!

  5. Thais disse:

    Oi Gaby, é bem isso! A cidade é tranquila, mas como toda cidade grande, precisamos ficar atentos. Logo que cheguei minha bicicleta foi furtada e confesso que fiquei bem triste, pq nunca tinha acontecido nada parecido comigo no Brasil. Aconteceu em frente a George Brown onde havia estacionado junto com as demais bicicletas e utilizado um cadeado daqueles flexiveis. Depois descobri que a combinacao: tipo de cadeado + localizacao + horario + bike nova foi fatal! Enfim, caminho nas ruas tranquilamente, e nao me sinto nada ameaçada, mas é importante ficar sempre atenta. Super beijo!

  6. Nayara disse:

    A primeira coisa que fez meus olhos brilharem foi ver que as casas não tem grades nas janelas ou portões de segurança. Com o tempo vi que tem pessoas que deixam o carrinho de bebê do lado de fora do restaurante, a porta de casa tbm fica aberta (já rolou de ventar muito a noite e ela abrir, mas não aconteceu nada) e volto pra casa tranquila.
    Também não dou bobeira, venho de São Paulo então tenho um comportamento maníaco, mas aqui conseguir relaxar bastante

  7. Leo B disse:

    Já tive uma bicicleta furtada tb, mas eu vim do Rio de Janeiro. Só posso creditar o que aconteceu a um azar.

  8. Ailton disse:

    Estive em 2010 em Toronto e em Montreal para participar de um evento corporativo e realmente não consegui presenciar alguma situação de perigo em ambas províncias.

    O Toronto é o máximo mesmo, juro… daria tudo para poder viver nesta cidade.

    Cordialmente,

    Ailton Medeiros de Vasconcelos

  1. 18/08/2017

    […] Toronto temos o privilégio de explorarmos a cidade sem medo (leia mais sobre isso aqui). Sendo assim, as crianças andam pelas ruas da cidade, pegam ônibus, metrô, passeiam de […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *