Projeto 6 on 6 Canada | Março 2015: Leitura

6on6logoRED

Hoje é dia 6, ou seja, dia de 6 on 6 Canada (se você ainda não conhece o projeto clique aqui). Este mês o tema é leitura e eu resolvi trazer fotos das minhas bibliotecas preferidas na Universidade de Toronto, aonde fiz meu PhD. A UofT possui 44 bibliotecas, mais de 12 milhões de livros em 341 línguas e milhões de recursos eletrônicos em vários formatos. Neste post, além de trazer as 6 fotos do projeto, eu conto um pouco da história desses 6 cantinhos que me ajudaram a pensar e conquistar meu título de doutora.

Foto #1: Robarts Library

O nome real da Robarts Library – a maior e mais popular biblioteca da UofT – é na verdade John P. Robarts Research Library, nome dado em homenagem a John Robarts, o 17th Premier de Ontario. A biblioteca foi aberta em 1973 e é considerada um dos exemplos mais significantes da arquitetura brutalista da América do Norte (algumas pessoa criticam a arquitetura, dizendo que não combina com a Universidade). Em dias de muito movimento (semana de provas e finais de termos) passam pela Robarts cerca de 18 mil estudantes por dia.

Meu lugar favorito da Robarts é estudar no 13o andar (acesso somente para estudantes). Em algumas publicações para estudantes, o 13º andar da Robarts foi citado como “assustadoramente tranquilo”, sem barulho e sem movimento. O 13º andar é sim, quieto, silencioso ou assustador (o que vocês quiserem chamar) mas era o meu lugar favorito para estudar e apreciar a CN Tower entre um artigo e outro. Fiquei em dúvida qual foto postar – uma do exterior ou do interior – e optei por colocar esta da parte externa da Robarts; mas, se vocês quiserem espiar a minha vista do 13o andar clique aqui e veja uma foto que postei no facebook do blog em 2014.

DSC_3595

Foto #2: Emmanuel College Library

Emmanuel College é uma faculdade de teologia da Universidade de Victoria, fundada em 1836 e vinculada à Universidade de Toronto. Afiliado com a Igreja Unida, é uma instituição membro da Escola de Teologia de Toronto. O reitor é o Reverendo Prof Mark G. Toulouse. Emmanuel College é um lugar lindo e super restrito, que possui a biblioteca mais linda da Universidade de Toronto. Se você conseguir acesso eu recomendo a visita! Fica localizado na: 75 Queen’s Park Crescent, Toronto (pertinho da saída do metro Museum). O lugar é lindo e lembra muito os filmes do Harry Potter, assim como várias partes da Universidade de Toronto (conforme conto aqui para vocês).

DSC_3514

Foto #3: Thomas Fisher Rare Book Library

A Thomas Fisher Rare Book Library constitui-se no maior repositório de livros e manuscritos raros acessíveis publicamente no Canadá, incluindo uma extensa coleção de primeiras edições de Lewis Carroll (autor de Alice no Pais das Maravilhas), material biográfico, e fotográfico. Há muita coisa diferente, como uma coleção de rótulos vintage de cervejas Canadenses, manuscritos da Era Medieval, entre outros. O manuscrito mais antigo da biblioteca data de 1789 B.C (antes de Cristo). A Thomas Fisher Rare Book Library fica localizada no mesmo edifício da Robarts Library. Na verdade, o prédio que é comumente referido como Robarts Library, possui 3 torres, incluindo a Thomas Fisher Rare Book Library e a Faculdade de Informação.

Infelizmente não consegui entrar no dia que fomos fotografar – já que esta biblioteca só fica aberta nos dias de semana – então a foto é do sign mesmo. Mas resolvi colocar mesmo assim porque o lugar é lindo e vale muito a visita. Se quiser conhecer a Thomas Fisher Rare Book Library por dentro e ver fotos antigas que bati por lá, clique aqui e veja um post no GNC falando sobre este local incrível.

DSC_3596

Foto #4: Gerstein Science Information Centre

Gerstein Science Information Centre, ou simplesmente Gerstein (que eu demorei certamente uns 6 meses para aprender a pronunciar corretamente) é a principal biblioteca da Universidade de Toronto de apoio às ciências e ciências da saúde. Gerstein também é a maior biblioteca acadêmica de ciências de saúde no Canadá, com uma coleção de mais de 945 mil volumes de revistas científicas e livros e acesso a mais de 100.000 revistas e livros online.

Eu passei muitas horas na Gerstein e ela tem um ar muito diferente dos outros lugares da UofT: lá as pessoas estão sempre quietas e muito concentradas. Dificilmente você verá pessoas com páginas do facebook abertas ou fazendo outra coisa a não ser estudar. E isso certamente me serviu de incentivo para aqueles dias que eu sabia que não ia conseguir produzir muito. O meu lugar favorito da Gerstein é o “Reading Room” com teto de vidro de 1892: um lugar quieto, cheio de história (adoro!) e que batia um sol gostoso (parecia que você estava estudando em um parque sozinha).Vocês podem me achar maluca, mas escrevendo deu até saudades…

DSC_3473

Foto #5: Hart House Library

Hart House é um centro de atividades para estudantes da Universidade de Toronto. Fundado em 1919, é um dos primeiros centros de estudantes norte-americanos. Hart House foi financiada e fundada por Vincent Massey, um ex-aluno e benfeitor da universidade, e o local foi nomeado em homenagem a seu avô, Hart Massey. A Hart House é um lugar para atividades culturais, intelectuais e de lazer e contém uma variedade de instalações que incluem um ginásio, uma piscina, local para praticar arco e flecha, um teatro, galeria de arte, salas de leitura, salões e áreas para eventos, escritórios, salas de música, salas de aula, um restaurante, auditórios e uma biblioteca. A biblioteca fica no segundo andar e é impressionante: estantes de madeira super trabalhadas, uma lareira muito antiga e clima do século passado. Lindo e inspirador (não tem como você não querer estudar). E o teto? O teto é lindo demais. Quer conhecer o teto e ver mais fotos da Hart House? Leia este post aqui publicado no blog mês passado.

DSC_3439

Foto #6: E.J. Pratt Library

Edwin John Dove Pratt era o principal poeta canadense de seu tempo e dá nome a uma biblioteca linda e moderna na Victoria University com um acervo de mais de 250.000 itens. Esta biblioteca era minha favorita no outono, pois é toda envidraçada e virada para o Queens Park. Tanto no Main Floor quanto no Ground Floor você encontra vários Student Carrels, fileiras de escrivaninhas com tomada e espaço para livros e seu computador. Perfeito para concentrar-se. Há também uma parte central super clara e moderna.

DSC_3508

Confira as fotos das outras 5 blogueiras brasileiras que moram no Canadá e participam deste projeto:
Vida na Gringa (Lana, Edmonton)
Na terra da lua virada (Lidia, Montreal)
Like a new home (Adriane, Ottawa)
Tchê Canadá, Uai! (Jaque, Regina)
Colorida Vida (Ana Paula, Vancouver)



  • 9 Responses

    1. Stefano disse:

      Oi, Gaby, parabéns pelo blog.
      Existe algum post sobre o teu processo para entrar em na universidade aí de Toronto?

    2. Ricardo Resstom disse:

      Olá, sou dentista e pretendo fazer um curso de Inglês no Canadá e aproveitar para dar uma pesquisada para uma possível imigração. Qual cidade você aconselha que eu faça esse curso??

    3. Adri disse:

      Show! Adoro Toronto por isso também, tantas opções! E uma foto mais linda que a outra!! Beijos
      Adri

    4. Debora disse:

      Gente, essas fotos? O que são essas fotos e esses lugares? Apaixonada!
      Definitivamente a foto da “Vida na Gringa” resume: o mundo precisa de mais Canadá!
      Parabéns a todas vocês pelo projeto! Também serviu para passar a acompanhar o blog de algumas que ainda não conhecia.

    5. Lidia disse:

      A UofT é incrível mesmo, hein?! Tenho planos de estudar um pouquinho aí quando eu crescer… Hehehe… Eu adorei a arquitetura do prédio feioso quando visitei, você tirou uma ótima foto! Também tive a oportunidade de conhecer a biblioteca de livros raros e quero muito voltar… Ai, esse 6 on 6 tá demais! <3

      Beijos!

    6. Ana disse:

      Uau! Que bibliotecas lindas, Gaby!!! O prédio da primeira é realmente meio feioso, não? Muito diferente a arquitetura! Eu acho o máximo esse povo que pensa a arquitetura de bibliotecas, tanto por fora como por dentro.

      Vontade de visitar essas bibliotecas daí! Que coisa linda!

    7. Jaque disse:

      44 bibliotecas? Estou boquiaberta aqui – e apaixonada pela UofT! Eu estava achando o máximo as 4 bibliotecas da UofR, mas 40 a mais? E estes locais com super silêncio? Gente, sonho de consumo… quero, quero, quero!!!!
      Amei! Obrigada por compartilhar estes lugares encantadores e cheios de cultura!

      • Que bom que gostou Jaque. Também adorei suas fotos – principalmente aquelas preto e brancas, ficaram lindas. Eu sou suspeita pois AMO a UofT. Quando vieres para Toronto eu te mostro esses cantinhos favoritos. Beijos

    1. 16/08/2015

      […] carteira e utilizá-lo. Vale comentar aqui que eu não usava o Toronto Public Library antes pois as bibliotecas da UofT acabavam suprindo toda a minha necessidade. Mas agora que me formei senti a necessidade de explorar […]

    2. 30/05/2017

      […] a algum tempo deve ter visto que eu sempre escrevo sobre a Universidade de Toronto. Já falei sobre minhas bibliotecas favoritas de lá, sobre meus prédios favoritos e sobre os lugares mais fotogênicos do campus St George. Também […]

    3. 19/07/2017

      […] acompanha o blog há algum tempo já deve ter visto este amor em vários posts, incluindo este aqui com as minhas bibliotecas favoritas da Universidade de Toronto. Pois hoje eu vou apresentar para […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *