Sobre o “glamour” da minha vida Canadense

Hoje é sexta (Yay!), dia 30 de janeiro e está um dia lindo e frio lá fora (super ensolarado e com sensação de -21C). Hoje meu dia começou cedo (mais precisamente 6am): já fui no médico tirar sangue, já trabalhei e voltei mais cedo para casa para poder tirar a tarde “livre” e fazer uma faxina. Isso mesmo, uma faxina, ou em outras palavras limpar a casa e passar aspirador, pano úmido, limpar banheiros, tirar o pó e organizar tudo. Faxina em uma sexta-feira de um dia ensolarado e branquinho na cidade de Toronto, que foi considerada a melhor cidade para viver no mundo pela The Economist.

IMG_0002-copy

O que estou querendo dizer com a descrição do parágrafo anterior? Que a vida no Canada não é perfeita e glamurosa como muitos pensam. E não sou só eu falando isso não – dá só uma olhada neste post no site da Lana (que também participa do projeto 6 on 6 Canada). Aqui no Canadá dificilmente você encontra diarista, faxineira, mensalista, secretária ou sei lá como vocês chamam… pelo menos a maioria das pessoas que conheço não tem (e isso inclui Canadenses também). E aqueles poucos sortudos que tem alguém para ajudar nas tarefas do lar pagam uma fortuna. Aqui o negócio é do it yourself e como o maridão está trabalhando muito nesses últimos dias e eu não gosto de sacrificar nosso final de semana eu acabo me organizando e fazendo em um período de algum dia da semana. E gente, a faxina aqui é 1 vez por semana – não tem jeito. Bem que eu queria fazer mais, mas o estilo de vida e os valores são diferentes: prezamos sim uma casa limpa e organizada, mas nunca deixaria de curtir meus amores ou algo para ficar limpando a casa.

IMG_0004-copy

E ainda no universo da limpeza, lavar roupa é na máquina (até porque não temos tanque em casa como já falei aqui no blog), passar roupa é um luxo (tiro as roupas da secadora e guardo direto, somente dobrando), e cozinhar geralmente envolve o domingo à noite (e comemos “derivados do mesmo prato” durante toda a semana). Em relação à comida, não dá pra ficar comendo fora todos os dias, já que não temos restaurantes a quilo por aqui e os restaurantes com comidas mais saudáveis e equilibradas são bem caros. No meu trabalho todo mundo leva marmita e eu me sinto super à vontade de levar comida todo dia. Mas para isso preciso me organizar e cozinhar no domingo à noite.

IMG_9991-copy

E o inverno não vai fugir desta reflexão. Quando estamos no Brasil pensamos no inverno com uma neve branca e toda o glamour que uma linda roupa de inverno pode trazer. Pensou? Agora vamos tentar buscar um pouco da realidade: quando está muito frio você não está nem aí se sua luva é verde, seu gorro azul e seu casaco vermelho… o importante é não passar frio. E a neve branca é linda sim, mas depois de algumas horas começa a virar uma lama preta. E quanto ao sapato em dias de neve? Você vai usar as botas mais feias do mundo, desde que sejam quentes e não façam você escorregar. Nada de botas de couro de cano longo lindas com fivelas douradas.

Falando um pouco de beleza aqui os salões são caros, então você vai aprender a fazer sua unha (que com toda a tarefa doméstica ficará sempre estragada), deixar a raiz do cabelo crescer mais do que deveria e virar maquiadora profissional. E sabe aqueles vestidos lindos e longos que você trouxe do Brasil para usar em uma festa da empresa do seu marido? Sim, você será a única de vestido longo no evento de quase 300 pessoas. E suas sandálias lindas de salto alto? Obsoletas. Eu, por exemplo, dependo de transporte público para ir trabalhar e no verão vou de tênis e só troco lá no trabalho. Aliás, nem vou entrar na discussão do uso de transporte público… até porque, meu amigo, você vai andar muito de ônibus por aqui (e andar de ônibus, mesmo em Toronto aonde o transport público é de qualidade é #glamourzero).

IMG_9979-copy

Brincadeiras à parte eu quis retratar um pouco o fato de que viver no Canada não é chique ou glamuroso como a maioria das pessoas pensa. Também não é fácil: tem que ter muita ralação, muita força de vontade, tem que abdicar de muita coisa e “revisar” seu estilo de vida e prioridades. Mas eu confesso pra vocês que não trocaria isso por nada nesse mundo, nem por faxineira ou salão de beleza toda semana. Bem, talvez a faxineira eu até poderia pensar… hehehe! Ótimo final de semana para todos!

You may also like...

56 Responses

  1. Romi disse:

    Gabi adorei sua postagem muito bom pra que a gente saiba realmente como se vive ai e que venha o verão pra conpensar pq eu sei que é lindo de se curtir ti amo bjs!!!

  2. Camila disse:

    Genteee você descreveu a nossa vida na França ! Acho que só nos Brasil temos tanta regalia assim e acabamos que valorizamos ou percebemos qdo saímos de la . Mas graça a Deus temos uma capacidade de nos adaptarmos a tudo …. sabedoria de Deus ! Nada como descobrir cada coisa no dia a dia de outro País e cultura , ja morei em alguns ! Muitooo bom seu texto !

  3. Adriana Campos disse:

    Feliz natal Gaby, para você e todos os brasileiros que moram aí! gostaria de trabalhar fora do brasil como doméstica para brasileiros e etc, como posso fazer isso? Pode me dar umas dicas?

  4. Carlos disse:

    Oi Gabi, adorei seu texto, parabéns! Eu moro a 300km de Toronto e por aqui não encontro muitos produtos tipicamente brasileiros (pao de queijo, farinha, etc). Você conhece algum lugar aí onde eu possa encontrar esses “mimos”? Tks!

  5. Shirley disse:

    Ei Gaby!!
    Gostaria de saber se voce tem algum lugar para indicar para fazer depilação aqui em Toronto. Gostaria também de saber se voce tem algum salão Bom e Barato para fazer corte de cabelo também!

    Suas postagens são sempre muito uteis!!!

  6. Saionara disse:

    Eu e meu esposo não nos importamos em trabalhar de jardinagem, faxineira, cuidadora de criança ou idosos no Canada. Pra mim todo o trabalho é digno, cada um faz o que gosta, e eu gosto de ser protética, massagista, mas sei ser faxineira cuidadora de criança e de idosas(os), e ainda também sei fazer os melhores doces, amo cozinhar, me orgulho em fazer o que entendo em qualquer um desses setores. Não nos importamos com o sacrifício, mas sim poder com ele tirar um aproveito dando a educação na melhor escola e pensando na faculdade dos nossos filhos. Procuramos trabalho em casa de família, temos 1 filho de 11 anos.

  7. Saionara disse:

    Ola Gaby! Meu esposo esta com vontade de ir trabalhar no Canada, e depois que ele estiver com emprego e casa arrumada, eu iria com meu filho de 11 anos. Como esta o mercado de trabalho ai em contabilidade, prótese dentaria e massoterapia ? Meu esposo trabalha a 20 anos com contabilidade e já trabalhou com jardinagem e eu trabalhei 7 anos com prótese dentaria e agora com massoterapia. Mas também faço faxina geral e cuido de criança.

  8. Jackson disse:

    Gaby, tudo o que vc comentou q Faria falta sao pra pessoas que normalement nao sairiam do Brasil por nada. Cozinhar, limpar, andar simples isso é sacrificiel pra gente fut-il. O melhor é aproveitar um Domingo de sol com seguranca e paz. Andar de onibus nao é sacrificio, com seguranca e conforto, sem perigo de ser assediada e assaltada. Nem demorar 2 h pra chegar no trabalho. Sabe quem pensa que isso é dificuldade nem deve pense em sair do Brasil…
    Se for penser assim à comida dai é ruim, o frio, os amigos… Mas isso nao importa. Hoje pra mim o mais importante é viver em paz.. So isso.

  9. Leandro disse:

    Eu diria que é exatamente por isso que o Canadá é seguro e bom de se viver. Não existe o classismo forte e enraizado como no Brasil, onde as pessoas pensam serem superiores que domésticas e outros trabalhos considerados menos “dignos” pelos brasileiros.

    Todo mundo é valorizado em uma sociedade desenvolvida. E isso só me mostra como os brasileiros de fato são atrasados nesse quesito.

  10. Marcos disse:

    Gaby eu vi alguns videos teus antes de criar coragem e largar tudo no Brasil ,realmente Canadá é para os fortes

  11. Camila disse:

    Olá Gaby, eu e meu marido estamos se organizando para imigrar para o canadá, gostaria de saber se os salões de beleza ai são bem frequentados pois tenho interesse em fazer alguns bicos nessa area e gostaria de saber se da pra ganhar algum dinheiro com isso ai?

  12. Renata disse:

    Gaby (posso te chamar assim? rsss), pesquisando sobre Toronto encontrei seu site.
    Estou adorando tudo e as informações que você compartilha estão sendo de muita ajuda!!! Então, estou aqui só pra agradecer mesmo!
    Obrigada,
    bjs

  13. Samira Tosas disse:

    Oi Gaby, eu aqui de novo, já deu p perceber que estou lendo muito seu blog kkkkkk. Já ia te fazsr uma pergunta quanto resolvi ler os comentários e achei a resposta, era sobre depilação kkkkkkkkkkk. Faxina eu mesma faço e também uma vez por semana aqui no Brasil, unhas e cabelo eu tbm faço. Na realidade só vou ao salão para cortar os cabelos e depilar. Obrigada pelo contato da depiladora. Estava meio apavorada com isso, pois é a única coisa que não tenho coragem de fazer em mim e nem consigo ficar sem! Beijos!

    • Claro Samira, a Sandra é ótima, vais adorar! Beijos

      • Samira Tosas disse:

        Só mais uma informação sobre a depiladora (rsrsrs…). Você tem certeza que ela não reaproveita cera? Pq tenho muito nojo e medo disso, aqui no Brasil achar uma que não faça isso é como “achar uma agulha no palheiro”.
        Obrigada! Beijos!

  14. Fabiana disse:

    Maravilhoso seu post!

  15. Natasha disse:

    Oi Gaby!
    Adoro o seu blog. Obrigada por compartilhar essas informações… assim ajuda aos que moram fora entender como é de fato a vida por aqui.
    Mas sempre falo que mesmo morando aqui e tenha essa vida menos glamurosa, gosto muito e sempre falo das alternativas que me ajudam nesse trabalho.
    Sugiro que fale da qualidade dos produtos pra tornar essa faxina mais fácil…
    o uso do aspirador (que as pessoas nao compram no Brasil pq têm uma empregada pra fazer o serviço), o swiffer, dusters, esponjas e desengordurantes mais eficientes…

    Obrigada novamente pelo excelente blog. Material de auper qualidade! 😉
    Abraços,

  16. Marcele disse:

    Gaby, eh exatamente essa falta de glamour q me faz dar valor em cada atividade do meu dia. Me faz valorizar 100 dolares q se gasta com futilidades…Eu amo a minha vida sem glamour daqui.

  17. Regiane disse:

    Oi boa tarde,gostaria de saber como funciona o serviço a domicilio,por exemplo,aula de informática particular…manicure indo de casa em casa.. Obrigada

    • Ola Regiane. Sei que existem algumas brasileiras que vão em casa, mas não é comum aqui. Tbem não sei sobre aula particular, acho que tbm não é comum. Aqui as pessoas saem de casa para fazer as coisas, diferentemente do Brasil – pois há muitos serviços em domicílio e altas particulares. Ótimo ponto. Obrigada

  18. Maria do Rozario disse:

    O Canadá é um dos paises que gostaria de morar,tenho quatro filhos idades de 19, 14, 12 e agora um bebe de 11 meses,pra eles com certeza seria muito bom.Gostaria de saber quais os passos dar pra quem que ir morar aí?.grata

  19. Viviane disse:

    Gaby, preciso de uma ajuda sua! Chego em Toronto dia 22/04. Acho que não pego mais neve, mas não acho que seja uma boa ideia andar de tênis. Tem alguma loja que eu possa compra uma bota legal e que não seja muito cara assim que chegar ai? Não precisa ter glamour! Precisa ter preço bom e qualidade!
    Bjs

    • Ola Viviane.
      Toronto é bem caro. Vc pode olhar em outlets e até em lojas como Walmart, Target. Sorel é uma boa marca. Duffering Mall é bem mais em conta. Dá uma olhada no post com a lista de shoppings que lá tem certinho uma lista de malls. Tenho tbem posts de outlets. Obrigada pela visita!

  20. Ana disse:

    Não é que não dá pra viver no mesmo padrão, mas quem quer manter o padrão Brasil de mordomias tem que estar disposto a pagar caro por isso aqui, né? Fora isso, o resto é cultural mesmo, como você falou. A maioria dos canadenses não têm esses luxos que a gente tinha no Brasil, e bota a mão na massa mesmo. Acho que a diferença é que ninguém tá nem aí se você faz faxina você mesma ou se tem uma faxineira por 2 horas a cada 15 dias. Ninguém vai se meter na sua vida se a tua casa está suja ou não, né? O povo aqui, pelo menos na minha percepção, não é muito de aparências. Talvez no Brasil também não sejam, talvez seja apenas cultural mesmo, sei lá.

    Agora, faxina uma vez por semana é luxo aqui em casa! hahahhahaha Eu vou tapeando como dá pra tapear e só faço faxina mesmo, daquelas boas, quando não aguento mais a bagunça e sujeira. Casa com criança tem outro ritmo, e a gente também não deixa de fazer as atividades que curtimos por conta de cuidar da casa não.

    Mas é um choque no início, né Gaby? Porque o nosso padrão de limpeza no Brasil é outro, e a gente, pelo menos no início, tenta manter o mesmo padrão e depois percebe que não precisa, que existem coisas mais importantes na vida do que ter uma casa de revista 100% do tempo. 🙂

    Beijo!

  21. Adorei o post, Gaby! Aqui no Brasil, apesar de todos os problemas, temos certas mordomias que não vemos em muitos lugares do mundo. Faxineira toda semana, mão/pé toda semana ou de 15 em 15 dias, tem até mesmo manicure que vai em casa e nem cobra a mais por isso, salão com preços razoáveis (uns mais caros, outros mais baratos, mas há diversas opções). São certas mordomias bobas, mas já há um diferencial, não é mesmo?
    Adorei seu ponto de vista!
    Beijos

  22. Caroline Lima disse:

    Que ótimo post, Gaby!!! Confesso que aqui no Brasil já sigo esse ritmo…. faxina é uma vez por semana (apedrejem-me, rs), unha eu faço de 15 em 15, vou de sapatilha pro escritório e lá coloco meu salto e o metrô passa longe da RYQUEZA! kkkk Dito isso, tenho certeza que irei me acostumar muito rápido com a rotina no Canadá. 2016 que me aguarde 😛

    Beijooooos

  23. Renata disse:

    Oi Gaby! Vou viajar ao Canada em agosto e estou pesquisando roteiros de viagens em blogs! Ainda não li muita coisa sobre, pois descobri o seu blog agora! Só gostaria de uma resposta simples sua, antes de começar a traçar a minha viagem: quantos dias você recomenda o suficiente (mínimo e máximo) para conhecer os principais lugares de Toronto?
    Obrigada desde já! 😉

    • Ola Renata. Obrigada pelo recado e visita ao blog. Depende muito do tipo de viagem que vc gosta de fazer – só atrações turísticas ou gosta de explorar lugares incomuns, restaurantes. No geral recomendo no mínimo 4 dias, incluindo 1 dia em Niagara Falls.
      Bom planejamento!

      • Renata disse:

        Isso…seriam atrações turísticas mesmo! A princípio estava cotando 5 dias (sendo 1 para Niagara)! Vou estudar tudo direitinho antes pois não conheço NADA! ahahah
        Obrigada pela atenção! Bjo!

  24. Pois é Gaby, e tem gente que acha que morar em país de primeiro mundo é ter as regalias do Brasil e as vantagens de morar aqui…enfim, eu não troco a faxina semanal que faço aqui em casa pela vida que eu tinha lá no Brasil. Claro que é muito cômodo ter ajuda em casa, ir ao salão para arrumar o cabelo e fazer unha…mas no fim do dia, eu percebo que todo o resto compensa e o fato de tais serviços serem feitos por mim muitas vezes ficam até melhor do que pagar para alguém fazê-los…

    Beijos para você e para o Jojo!

  25. Oi Gaby! Desde que cheguei em Toronto há 3 meses não faço unha (que vergonha rsrs). No Brasil eu não ia na manicure sempre, mas procurava ir pelo menos 1 vez por mês e também em dias de festa. De resto, as vezes eu fazia em casa, mas fazia. É que eu acho que no Brasil a gente faz as coisas mais pelos outros (o que meus colegas no trabalho vão pensar se me verem com a unha por fazer? Que sou relaxada?) Aqui não tem isso… os outros não tão nem aí se vc fez a unha ou não…fora que lavando louça todo dia (eu não tenho máquina, infelizmente) e limpando a casa toda semana, não há unha que aguente, então pra que gastar dinheiro? Tudo bem que as vezes queremos nos sentir lindas e tal, então vale a pena, mas de resto, acho que no Brasil a gente se veste para os outros, arruma o cabelo para os outros, faz as unhas para os outros…é cultural. Lógico que uma ou outra pessoa não segue isso, mas é o que pelo menos “aprendemos na sociedade”… Muita futilidade e eu sou totalmente contra futilidade. Acho que nesse aspecto o Canadá me faz sentir melhor. Já não me sinto uma estranha fora do ninho aqui hehehe

  26. Mandy disse:

    Oi Gabi! Pois é…. faxina é uma vez por semana, mas tem gente que não consegue entender. Eu fiz uns videos sobre isso e acabei dando uma entrevista para o Correio Braziliense. Aqui a vida é diferente. hahahaa

    Aqui não da para lavar a sola do sapato todo dia (o que acontecia quando morava com minha mae)… rs Nem passar roupa. O que honestamente não faz falta alguma, a não ser blusa social (e mesmo assim tem uns tecidos que não precisam).

    Nosso clima é diferente, a casa suja menos, a roupa suja menos, etc.

    Salto alto, fica de lado. Achei que ia me sentir menos glamourosa, mas não sinto falta alguma. Adoro pegar o transporte publico e não ter que me preocupar em dirigir. Sempre observei isso e acho que as mulheres aqui usam menos salto e maquiagem que no BR.

    Eu so não estou certa em relação a uma coisa, que é o salão de beleza. No Brasil já estava absurdo em 2012, quando vim para ca. Um corte em salão de Shopping em Salvador era cerca de 60 reais. Pelo que vi aqui, os serviços não ficam muito longe né? Eu sempre fiz tudo sozinha, pq odeio ir em salao. Em Montreal pagava 20$ para cortar meu cabelitho!

    Bjs!!!

  27. Mayra disse:

    Amei o post….acho que não sentirei falta de muitas coisas, já que aqui em casa meu marido e eu que cuidamos de tudo: faxina, comida, roupas, etc…faço minhas unhas, escova, depilação….mas meu marido vai precisar aprender a pintar meu cabelo…rsrsrs…..Adoro essas dicas e me aproxima mais ainda do dia-a-dia Canadense. Obrigada Gaby, por compartilhar! Beijos

  28. Oi Gabi! Eu acompanho sua fan page e blog há muuuuuuuuuuuuuuito tempo ! Você me inspira! E digo inspiração não pelo glamour, mas sim pelas verdades. Eu moro em NY e todo mundo acha que morar fora é só glamour. Eu vivo o mesmo que vc: a gente que limpa a casa, eu me viro com cabelo (só pago pra cortar e pra fazer a sobran!), já to de saco cheio com inverno e sapatos agora eu priorizo o conforto! Adorei seu post! Um beijo!

  29. Bruna disse:

    Oi Gaby. Juro que ri ao ler o post pq essa já é o meu “glamour” no Brasil. Meu marido e eu nos revezamos na faxina. Unha, cabelo, depilação é em casa mesmo rs. Tudo pela nossa viagem para conhecer Toronto, economizar no que dá.Beijos.

    • Claro Bruna, no Brasil eu também limpava a casa. Mas quando estava muito suja dava para contratar uma diarista e também tinha sempre uma ajudinha da mãe. Acho que a palavra são prioridades: viver intensamente ou viver dentro de uma redoma estremamente limpa de crystal. Pelo jeito nós duas escolhemos a opção 1. 🙂 Beijos

  30. Valmira Petry disse:

    Oi Gagy. Eu morei em Paris há 20 anos atrás , quando meu marido foi fazer doutorado . Me identifique muito com seu estilo de vida. No retorno ao Brasil, muitas mudanças fiz na minha vida. Dificilmente passo roupa , Pinto meu cabelo em casa, as unhas só faço quando vou numa festa, porque no meu dia a dia cuido da casa e unhas pintadas só fica bonito nas madames e como não tenho vida de madame , fico longe do esmalte . Grande parte das minha amigas passam roupas por horas toda semana . Ocupo este tempo com filmes e leitura e ficar com a família

  31. anna maria lima de melo disse:

    Muito bem explicado Gaby!!!eu também gosto deste “glamour”, então me aguarde…estou quase chegando.Bjs.

  32. Vanessa disse:

    Gaby, sensacional! Disse tudo !!! Bjs!

  33. Excelente post Gaby…as pessoas acham q viver aqui eh glamuroso….é tudo muito diferente . Aqui em casa tb só faxino 1 dia….beijooo

  34. Renata Menezes disse:

    Muito bom o post! Adorei! Acho que pela qualidade de vida, até essa falta de “glamour”compensa rs
    Vou para aí com meu marido e filha em maio. Ficaremos 3 meses. Estava mesmo pensando como fazer com a depilação rs por acaso tem algum salão que você conheça? rs Ficaremos na Charles Street East.
    Beijos

    • Ola Renata. Depilação eu faço com uma Brasileira e adoro! Depois te passo o contato. Beijos

      • Renata Menezes disse:

        Eba!! Muito Obrigada Gaby! Já te falei em outro post, mas repiro todo meu planejamento está saindo do seu blog rs Para ir com uma filha pequena (a Olivia tem 1 ano e 4 meses) tenho mil preocupações, mas com suas dicas fico mais tranquila.
        Aguardo seu e-mail então.

        Bjs

      • Renata disse:

        Oi Gaby, tudo bem? Vou chegar aí no fim do mês e vamos ficar quase 4 meses. Será que você pode por favor me passar o contato da depiladora? Muito Obrigada

  35. Jaque disse:

    Adorei o post, Gaby! Deu vontade de escrever algo assim!

  36. Gesana disse:

    Moro em Toronto e concordo plenamente com você, Gaby! Amo o Canadá, tem coisas muito legais e bonitas. Mas pensar só no “glamour” é quase perca de tempo. É bom levarmos em conta o que é realmente verdade por aqui… Tudo que é maravilhoso tem seu preço, rsrs. Quem sabe não nos trombamos por aqui.
    Beijão.

  37. Mabelly disse:

    Perfeito, Gaby!!! Nunca morei aí, mas o pouquinho q conheci, concordo em número, gênero e grau!!! Bjs!!!

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *