Toronto Varsity Blues e o “Pom Team”

VarsityBlues_logo

Uma das culturas Norte-Americanas mais legais, na minha opinião, é o esporte Universitário. Alunos de Universidade que são esportistas ganham bolsa, prestígio e são super incentivados a seguirem seus sonhos de se tornarem grandes atletas. Por exemplo, nos USA há um torneio de basketball masculino Universitário que é super popular, os jogos passam na TV e é super difícil de conseguir ingresso. E todo este amor pelo esporte Universitário também é observado aqui em Toronto.

O Toronto Varsity Blues é o nome para o programa de esportes intercolegiais da Universidade de Toronto. No total são 43 equipes de atletas que participam de competições realizadas pela Ontario University Athletics e Canadian Interuniversity Sport. O Toronto Varsity Blues teve sua fundação até 1877 com a formação do time de futebol americano masculino. Desde 1908, os atletas do Varsity Blues ganharam inúmeros medalhas em Jogos Olímpicos (clique aqui e veja a lista de estudantes da UofT que foram para Olimpiadas) e Jogos Paraolímpicos, e também já competiram em campeonatos Universitários e Jogos Pan-americanos.

O programa Varsity Blues tem equipes em badminton, beisebol, basquete, corrida cross country, curling, fastpitch softball, esgrima, hóquei em campo, patinagem artística, futebol americano, golf, hóquei no gelo, lacrosse, mountain bike, esqui nórdico, remo, rugby, futebol, squash, natação, tênis, atletismo, voleiball, pólo aquático e luta. Para saber mais sobre todos os esportes clique aqui.

Photo_Post

Há 4 locais aonde os atletas treinam e também jogam, 3 deles localizados dentro do Campus St George da UoFT: o Athletic Centre, o Varsity Centre e Arena – foto acima, retirada do site do Varsity Centre, o Back Campus, e o Dan Lang Field (no campus de Scarborough). Dependendo do esporte há jogos em diferentes locais. Para ver fotos sobre os centros de esporte da UofT e mais informações clique aqui.

Para saber quando os times de Toronto estão jogando clique aqui.

Para comprar ingressos para assistir aos eventos esportivos, clique aqui.

O clima dos jogos é SUPER LEGAL e você vai se sentir em um filme. Um dos motivos são as cheerleaders (animadoras de torcida) que se fazem presentes em cada um dos jogos. Há 4 grupos de cheerleaders na UofT, e um deles é o Pom Team. A Ariany – uma amiga que já escreveu dicas aqui no blog – faz parte deste grupo e eu pedi para ela escrever um pouco sobre sua experiência de “torcer” em uma Universidade Canadense.

20140927_113054

Minha experiência de estudar em uma faculdade do Canada se tornou mais completa quando decidi participar de um grupo da Universidade. Participo do Pom Team que faz parte do Varisity Blues, grupo de times e atletas da Universidade de Toronto. O Pom Team é um grupo para torcer nos jogos do time da Universidade, competir em festivais e participar em eventos. Consiste em dançar coreografias, torcer, cantar as musicas da universidade e animar a torcida. Basicamente se difere do grupo de cheerleaders porque temos pompons e não fazemos acrobacias.

IMG_20140913_171859

Os times da universidade e os jogos são levados muito a sério aqui (o esporte é bastante valorizado), então cada jogo é um grande evento. Tudo muito organizado, assim como o time em si que tem muitas regras de presença nos ensaios, pontualidade e produção para os dias de performance. O time da universidade compete com outras universidades, no seu próprio espaço ou no das outras universidades. Durante o verão o Pom Team se apresenta em todos os jogos de Futebol Americano e durante o outono e inverno acontecem as temporadas de basquete, hockey e vôlei. A maioria dos jogos são abertos para o público, não somente para os estudantes. Você pode ter informações acompanhando o facebook do Varsity Blues, ou direto no site para ver o calendário de todos os times como a Gaby mencionou acima.

20140823_112759

IMG_9995

O Pom Team cria um ambiente de bastante amizade entre as participantes, algo que o torna mais divertido e que me deu a oportunidade de fazer ótimas amizades. Não há discriminação também com sua aparência (algo que sinto no Canadá em geral), e você pode se sentir a vontade com os seus quilinhos a mais. Quanto às habilidades com dança, para quem vai ensaiar com o pedaço do time que participa de competições o nível deve ser alto. Porém, para a parte do time que torce em jogos, vários níveis de experiência com dança são bem-vindos e eles aproveitam as diferentes habilidades de cada uma nas coreografias. Isso depois de você ter passado pela audição para entrar no time, quando avaliam giros, saltos e passos básicos de jazz e ballet.

Além de torcer nos jogos o time participa de eventos, como corridas beneficentes e desfiles. É uma ótima oportunidade de fazer um trabalho voluntário e às vezes há arrecadação de dinheiro, que é usado para o uniforme e despesas do time que as integrantes mesmo devem pagar. Mas o principal é que é muito divertido, interagir com as pessoas e dançar.

Quando o hino canadense toca em cada jogo é muito bom o sentimento de estar participando daquele momento. Parece mesmo que estou dentro dos filmes que assistimos, mas com as suas diferenças. Como falei, além de não ter discriminações com aparência, e nem clima de competição entre as integrantes, o time não se envolve diretamente com os jogadores e fica claro que bastante coisa dos filmes criou uma imagem distorcida do que é na verdade.

IMG_0026

O Pom Team me deu essa experiência única e me permitiu estar mais envolvida na “comunidade” da Universidade de Toronto. No inicio, mesmo sabendo das audições para o time, eu deixei de participar, pois estava insegura com a idéia. Porém depois de pensar um pouco e amadurecer a idéia e com saudades de ter horários de ensaio, eu entrei para o time e tenho certeza que será uma das coisas que mais sentirei saudades quando retornar ao Brasil!

E se você ficou curioso e quer ver vídeos ou acompanhar e entender melhor te convido a curtir a página do time no Facebook.



  • 5 Responses

    1. Rodrigo disse:

      Em 2010 fiz um intercâmbio para Toronto e gostei muito. A estrutura que a cidade oferece, a educação das pessoas, a simpatia, o respeito que elas têm pelo próximo, me fez decidir que um dia eu moraria ali. Dito e feito… em fevereiro do ano que vem (2015), estou de mudança para o Canadá. Me formei esse ano em direito (curso que meus pais sempre sonharam que eu fizesse) e apesar de nunca ter me identificado com o curso, foi bom ter feito. Vale pela experiência que ganhei. Mas agora vou realizar o sonho de cursar Administração e, do zero, montar minha empresa, e, o melhor ainda, fazer isso em Toronto. E claaaaaaro que vou tentar jogar futebol pelo College. Unir o útil ao agradável é sempre válido, já que gosto do esporte e tenho a chance de pagar um valor menor pelo curso. Muito bom o post!!! Nos encontramos por ai 😉

    2. Pietra Reis disse:

      Gaby,
      a cada post tenho mais vontade de visitar Toronto. Estou me programando para ir nas minhas férias de setembro/2015, estou super ansiosa….
      até a data vou acessar muito o seu blog…. vc vai me ver se, pre por aqui.
      um grande abraço.
      Pietra

    3. Gabriela disse:

      Ai, super demaissssss! Mesmo n sendo igual aos filmes era o sonho de muitas meninas na infância!

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *