O Natal no Canadá

DSC_5162

Já moramos no Canadá há quase 5 anos e só passamos 1 Natal por aqui (em 2011). Este ano resolvemos ficar (não ir para o Brasil) pois acabamos de passar semanas especiais com nossos pais (que vieram para minha formatura) e temos muito trabalho pela frente (trabalhamos dia 24 até meio-dia e já voltamos dia 2 de janeiro). Então vamos ficar por aqui, descansar e ter um final de ano branco e gelado. Já entrando no clima de final de ano, resolvi escrever aqui 10 tradições natalinas que observo que os Canadenses possuem (algumas muito parecidas com as nossas no Brasil, outras bem diferentes). Espero que vocês gostem e se tiverem algo para acrescentar vou adorar ler seus comentários (pois, como disse anteriormente, apenas passamos 1 Natal por aqui, então não sei muito sobre todas as tradições do Canadá).

1.Visitar o Papai Noel

Visitar o Papai Noel (Santa Claus) é uma super tradição por aqui. Os shoppings da cidade não ficam exageradamente enfeitados como os do Brasil, e geralmente o que você vê na porção central do shopping é um lugar para as crianças encontrarem o Santa. Esta tradução é tão popular que você tem que marcar hora para visitar o bom velhinho. Se você é mais ambicioso pode levar seus filhos para a cidade de Natal em Hamilton (cidade vizinha perto de Toronto). A Christmas Town fica dentro de um parque chamado Montsberg Conservation Area e fica aberta do dia 15 de Novembro a 24 de Dezembro. Maiores informações clique aqui. E se você é mãe de cachorro como eu, pode levar seu peludo para bater foto com o papai noel no Paws Way. Clique aqui para mais informações.

2.Blusões e Pijamas de Natal

Se você estiver passeando pelos shoppings daqui vai notar vários pijamas e sweaters com temas Natalinos. Eles são super populares por aqui não só no dia do Natal, mas nas festas de Natal das empresas e são chamado carinhosamente de ugly sweaters (blusões feios). Os pijamas são para a manhã de Natal, que é quando os presentes são abertos. Falando nisso, aqui as pessoas comemoram o Natal no dia 25 mesmo. No dia 24 trabalha-se até meio-dia (geralmente) e depois as pessoas vão para casa mas fazem algo menos elaborado (pizza ou até comer fora).

Sweaters_GNC

3.Mercados de Natal

Os mercados de Natal são uma tradição na Europa – especialmente na Alemanha e Áustria – e reúnem feiras para comprar objetos natalinos, coros natalinos, comidas, etc. Todos os anos você pode curtir esta tradição aqui em Toronto no Distillery District, no chamado Toronto Christmans Market. O festical é gratuito, acontece este ano entre os dias 28 de Novembro e 21 de Dezembro e há várias atrações e eventos. Além do mescado do Distillery, este ano um novo mercado de Natal vai acontecer pertinho da Dundas Square: o Local Toronto Pop-Up Market, com produtos locais. Vale a pena conferir. Ah, as cidades vizinhas de Toronto também possuem seus Mercados de Natal, como Kitchner, que possui um mercado tipicamente alemão. Ah, em Vancouver o mercado de Natal também é tipicamente alemão (clique aqui para maiores informações).

DSC_7834

4.Santa Claus Parade

A parada do Papai Noel é um evento super tradicional de várias cidades Canadenses e marca o início das festividades de final de ano. Este ano a parada de Toronto aconteceu dia 16 de Novembro e foi a 110th, reunindo mais de 1500 voluntários. Eu nunca fui a nenhuma parada, mas sou louca para ir. Fica aqui a dica e se você já foi, me diga o que achou nos comentários. Ah, a de Vancouver vai acontecer no dia 7 de dezembro.

5.Festivais de Luzes e Fogos

Todos os anos aqui em Toronto há o Cavalcade of Lights, um show de luzes e fogos na praça da prefeitura. Vale falar algumas coisas: (1) o evento é gratuito, (2) a praça fica LOTADA, e (3) os fogos são lindos e infinitamente melhores do que os que acontecem no ano novo. Em Niagara Falls também acontece um festival chamado Winter Festival of Lights, com fogos de artifício e projeções de laser nas cataratas. Em Ottawa, 300.000 lâmpadas são colocadas no centro para iluminar a cidade.

Collage_CavalcadeLights_GNC

6.Christmas Crackers

Se você está ou esteve no Canadá durante as festas de final de ano vai notar que no supermercado são vendidos caixas com vários pacotes de presente em formato de balas, geralmente brilhosos… são as christmas crackers, uma tradição na Inglaterra e suas colônias (incluindo o Canadá). O cracker consiste em um tubo de papelão envolto por um papel luminoso, que lembra um doce de grandes dimensões (tipo um bombom gigante). Durante o almoço de Natal os Canadenses colocam estes crackers na mesa. O cracker é puxado por duas pessoas e, como aqueles ossos de galinha da sorte, o cracker divide de forma irregular. Dentro de cada cracker há um prêmio (um chaveiro, uma caneta, etc) e quem tirar a parte maior ganha o presente.

Crackers_GNC

7.Comidas

As comidas tradicionais do Natal Canadense são: butter tart (tortinhas de manteiga e açúcar estilo pastel de Belém), tourtière (torta de carne, mais característico na província de Québec), gingerbread house (casas de biscoito de gengibre, que são super tradicionais e vendem no supermercado), nanaino bars (já falei sobre esta sobremesa tipicamente Canadense aqui no blog), e algumas que também são típicas do Thanksgiving, como torta de abóbora, peru e stuffing.

gingerbread house

8.Snowmobiling no Dia de Natal

Procurando na internet sobre as tradições de Natal das outras províncias Canadenses eu descobri que Alberta uma das tradições do dia de Natal (dia 25) é fazer snowmobile. Ano passado fizemos em janeiro e foi demais (contei tudo pra vocês aqui no blog). Nem sempre o Natal é “branco” aqui em Toronto, mas se você estiver em uma montanha ou em alguma parte rural da província tenho certeza que será uma atividade super diferente e divertida. Ah, vale falar que quando passamos o Natal aqui em 2011 fizemos um passeio de charrete com cavalos no meio da floresta, e vi que também é super tradicional daqui.

2014-01-11-14.14.14

9.Boxing Day

Uma das tradições mais legais do Natal da América do Norte é o Boxing Day. Boxing Day é o termo utilizado para descrever o dia seguinte ao dia de Natal (geralmente, 26 de dezembro, exceto quando o dia 26 cai em um fim de semana, sendo o Boxing Day adiado para segunda-feira). Neste dia, o excesso de mercadorias das lojas entra em liquidação, sendo vendida por preços significantemente menores do que os preços originais. É um dos dias mais movimentados, em vendas totais, do comércio de numerosos países, especialmente aqui no Canadá.

10. Christmas Caroling

As “cantigas de Natal” são uma tradição antiga e bastante difundida entre os países cristãos tanto católicos quanto protestantes. As cantigas são ensinadas aos pequenos e cantadas em coros, igrejas e residências na época do Natal para comemorar o nascimento de Cristo e reforçar os valores cristãos. Aqui no Canadá você vai notar que há grupos que cantam musicas Natalinas nos bairros, nos shoppings e em eventos. No meu trabalho um grupo de colegas sempre cantam músicas de Natal nas festas de final de ano. Ainda, é bem comum você ver várias músicas de Natal tocando na rádio no mês de Dezembro, especialmente nos dias 24 e 25.



  • 32 Responses

    1. claudia disse:

      Olá Gabi, acho que nossos sobrenomes tiveram a mesma origem, apesar de escrever Guizi meus antepassados era Ghisi também..rs.
      Gostaria da sua ajuda, estaremos somente em conexão de NY para São Paulo dia 25 de dezembro, por 14 horas. Você saberia me dizer se tem algo aberto nesse dia aí em Toronto? Obrigada, Claudia

    2. Eder disse:

      Olá Gaby,
      vou passar o ano novo sozinho em Toronto, poderia me informar qual o melhor lugar para mim passar a virada?

      Obrigado

    3. Giovanna disse:

      Oi Gaby,tudo bem? Aí no Canadá o sotaque é mais britânico ou estadunidense?Ouvi falar que eles falam como o pessoal dos Estados Unidos e escrevem mais parecido com o ingles britânico. É assim mesmo?Bjos!

      • Lucas Matheus disse:

        Não sou ela mas posso lhe responder, O sotaque Canadense é um pouco parecido com o Britânico pois eles não falam muito rápido e não abrevia as palavras quando vão falar e os americanos são o oposto falam rápido e contudo abrevia tudo.

      • Tati disse:

        Eu acho o sotaque daqui do Canada bem americano, pelo menos em Toronto!
        Eles realmente falam mais devagar que os americanos, mas definitivamente NÃO existem os T marcados, os R com som de “A” longo e o O fechado que os britânicos pronunciam. O A daqui tem som de “ae” como dos americanos, enquanto que os britânicos pronunciam o A aberto com som de A mesmo.

    4. Fernando disse:

      Gabriela boa tarde. Recomenda alguma instituição para um burro velho de 45 anos ir fazer um curso de inglês ? Agradeço

    5. thaysa bono disse:

      Olá Gaby, Cavalcade of Lights acontece um dia só ou por um período como o Winter Festival of Lights,?
      tem algum poste que fala sobre andar de metro no inverno em toronto? pretendo passar por lá do dia 17/12 a 21/12/2015.
      obrigada

      • Olá! Cavalgade é só um dia Thaysa. Andar de metro no inverno ou verão é a mesma coisa… Tenho vários posts sobre o transporte público de Toronto (TTC)… Da uma olhada! Beijos

    6. Geraldo Campos disse:

      Olá amigos. Estava lendo a pagina de vocês e vi que, em em determinado momento, a Gabi informa que sua cidade natal é Hamilton, próxima

    7. Taiza disse:

      Gaby, venho acompanhando e lendo o seu blog desde que meu marido ressuscitou a idéia de tentar migrar para o Canadá. Continue dividindo estas informações preciosas em seu blog, pode não parecer, mas nem sempre temos informaçoes assim, de cotidiano… em 2015 faremos nosso intercâmbio para observamos melhor a cultura, estudar inglês, e ver se é isso mesmo o que queremos. Boas festas e obrigada!

    8. Vanda Teresinha Pielechowski disse:

      Olá…Gaby,…
      Adorei ler os teus comentários..~Sou de Porto Alegre, tenho 61 anos e aos 58 anos (Jan.and Feb/2010) fui fazer meu primeiro intercambio de estudo de inglês em Toronto… Confesso que retornei ao Brazil – sentindo-me uma canadense nata…tão feliz me sentia por ter vencido o medo de ir sozinha sem falar nada de inglês, e retornar com novo vocabulário agregado e confesso com a cabeça ABERTA. Claro, fiquei numa família maravilhosa que me auxiliava, tinham paciência, carinhosa, pois aprender uma segunda língua nesta faixa etária é mais difícil,(esqueci minha idade e pus minha cabeça na nova aprendizagem. Em 2011 fui para Vancouver e confesso ter gostado mais de Toronto onde pretendo retornar… Continuo estudando inglês e poupando para continuar viajando…Abraços para ti…Feliz Natal….Happy New Year…

      • Olá Vanda! Que legal… Fico feliz que vc tenha vindo para ca sozinha, tenha curtido muito e vivido a experiência intensamente a ponto de voltar como uma Canadense nata. Legal! Obrigada por compartilhar… Boas festas pra vc e sua família

    9. LUIZ ALFREDO COLOMBO disse:

      Gaby
      Bastante interessante esta tua reportagem, pois nos mostra um pouco dos costumes do Natal no Canadá.
      Morei quase 4 anos em Montreal, onde fiz meu mestrado em Energia na UQaM – Université du Québec à Montreal e vários cursos na McGill University. Isto no final da década de 70. Mais recentemente, meu filho mais velho, seguindo os meus passos, morou 3 anos em Montreal e fez mestrado em Sustentabilidade, na UQaM. E retornei várias vezes ao Canadá.
      Morei também 10 anos na França, e por força do meu trabalho, viajei por quase todos os países da Europa.
      Em ambas as ocasiões vivenciei a época natalina em vários países. E como tu relata, existem situações bem parecidas com as nossas e outras muito diferentes. Mas o que mais me marcou foram os White Christmas. Não só da primeira vez, mas em todos eles, se sentes como um personagem de um livro ou um filme de contos natalinos, pois em quase todos eles o natal é com neve. É maravilhoso, nesta época saíres para passear no final da tarde/ início da noite e ver tudo branco, coberto de neve, e as janelas das casas iluminadas e decoradas com guirlandas, enfeites e velas (hoje à pilha). As pessoas no seu interior, sentadas a beira de uma lareira e a fumaça saindo pela chaminé. Nos jardins o sapin de Noël (Christmas tree) coberta de neve e iluminada, cujo reflexo das inúmeras lampadazinhas fazem ressaltar, ainda mais, os sucos deixados pelas botas dos transeuntes na neve que cobre as calçadas e jardins.
      Como também relatado, a importância desta data, na América do Norte, é sentida no dia 25 e nem tanto no dia 24.
      Aproveitando a ocasião, gostaria de deixar algumas dicas para aqueles que têm intenção de um dia fazer turismo ou morar em outro local. No que tange o turismo, uma coisa é visitar as capitais e as grandes cidades, como Rio, Salvador, Manaus, Roma, Berlim, Paris, Madrid, Istanbul, etc e outra é viajar pelo interior, apreciar o verdadeiro hábito do povo local. O pessoal da capital e das grandes cidades são bem diferentes dos interioranos. Estes fazem questão de mostrar o que é típico na sua região.
      Agora mudar-se para o exterior requer uma atenção muito especial. É recomendável ler sobre o país, a região e, especialmente, sobre a cidade que selecionou. Os hábitos, costumes, cultura, culinária, clima e até religião muda muito de região para região. Por exemplo, no Canadá mesmo, existe grande diferença entre as regiões anglo fônicas e a franco fônica, como a província do Québec. Para se ter uma idéia, o quebecois (francês falado no Québec) é bem diferente. Até mesmo os franceses têm dificuldade em entender. É importante ter um bom conhecimento da língua e das gírias (slangs ou argots). Mas o mais importante de tudo, é estares aberta para viver como eles. Conheci pessoas, que morando no exterior, decoravam a casa com posters do Brasil e queriam comer feijoada todos os sábados e churrasco todos os domingos. Você tem que experimentar de tudo, pode ser que não goste, mas vale o teste. Degustar os diversos tipos de queijos, pães, escargots, bouillabaisse, couscous marroquino, ratatouille, etc.
      O lema seria: “Integre-se para não ser excluído”.
      Abraços

    10. Adriana disse:

      estamos agora em Quebec e queremos fazer snowmobile. A dúvida é se conseguimos fazer um passeio de uma hora usando calça jeans e uma calça térmica por baixo. Temos casacos, luvas e botas UGCbem aquecidas. O medo é nas pernas.

    11. Priscila disse:

      Olá Gaby, vou dia 29 de dezembro para Toronto e gostaria de uma sugestão para passar a virada do ano, tentei reservar via site no restaurante da CNTower mas não consegui.
      Seu blog é sensacional, obrigada por nos ajudar.

    12. Juliana Ojêda disse:

      Oi Gaby, passei o natal passado em Toronto e confesso que senti muita falta do natal no Brasil!
      A nossa comida é incomparável e olha que fui super de coração aberto, rsrsrs…
      Uma coisa que achei bem legal foram as ‘stockings’, aquelas meias que ficam penduradas perto da lareira e no dia 25 são entregues com várias coisinhas dentro 🙂
      Bjs

    13. Thais disse:

      Oi Gaby, esse ano fui na Santa Claus Parade. O dia estava congelante, com flurries constantemente. Foi muito legal ver como os canadenses curtem essa programação. A University Av. estava lotada, as famílias chegam cedo pra guardar lugar na beiradinha da calçada, levam cadeiras e cobertores. Vocé vê tambem muitas crianças com gorrinho de papai noel ou rena, uma graça. Todas levam cartinhas para o papai noel e o carteiro passa recolhendo. Adorei! O desfile em si é bem simples, meio atrapalhado, fantasias bem caseiras….no Brasil a gente sabe como fazer bonito he he he. Mas super valeu pelo clima e pela a experiência!!!

      • Legal, obrigada pelo relato. O legal é que não precisa ser na super mega glamuroso para as pessoas assistirem e gostarem. E é isso uma das coisas que amo aqui no canada: o simples é apreciado! Beijos

        • Thais disse:

          Sem dúvida Gaby. E como disse, o clima estava congelante! Adoro essa disposição que eles têm para prestigiar os eventos e estações faça chuva ou faça sol. Super beijo, Thais

    14. joao pedro disse:

      gabi,tenho 11 anos e quero te perguntar uma coisa,
      como é ter um blog?,morar em outro pais é bom?,e vc é conhecida no Canadá?

      • Ola João Pedro.
        Eu gosto de ter um blog, é um hobby pra mim.
        Gosto bastante de morar fora do país, sempre sonhei desde quando tinha sua idade. Mas estudei bastante para isso hein? Fica a dica!
        Não sou conhecida não por aqui hehehe…. até porque escrevo em português!
        Obrigada pelo recado e visita!

    15. Ameeeei esse post! o Canadá tem Natal com cara de Natal, quanta fofura!!!
      Amei as tradições daí, mas faltaram algumas coisas: salpicão de avessss, maionese verde e farofa! hahahaha Como viver sem? 😀
      Feliz natal pra vocês, família!!!

    16. Gabriele disse:

      Oi Gaby,
      Hj terminei de ler seu blog, mesmo, todos os posts… Levei algum tempo, fiz como se estivesse lendo um livro, de fatos reais! Rs Chorei, Sorri, me encantei, admirei toda sua coragem de dividir sua vida com tanta gente, aprendi muitooooo com suas palavras, vive um pouco do meu sonho através de vc!
      Eu e meu marido aplicamos para o Canada skilled worker program, nossos vistos já chegaram e o plano é de Janeiro nos mudarmos.
      Sou confeiteira e to cheia de planos para adoçar Toronto! Rs
      Assim que chegar quero levar uma Delicia pra você, te dar um abraço apertado e agradecer de coração por Toda Ajuda.

      Muitas boas energias e luz pra sua vida!
      Um super beijo

      Gabriele

      P.S Você deveria escrever um livro! Fato que seria um sucesso!!!

    17. Fernanda disse:

      Adorei , que lindo *-* Meu sonho é passar o natal nevando cara !!! hahahah primeiro meu sonho é ir pra Toronto e morar ,mas enfim . Gaby eu queria tirar uma dúvida. Como funciona as religiões em Toronto ? Tem igrejas católicas perto?

      Beijinhos, adoro seu blog 😀

    18. Jéssica Labre disse:

      Olá Gaby,
      conheci seu blog há 2 dias (indicação da Mila Cabral) e estou completamente apaixonada! Pretendo ir estudar inglês no Canadá por 1 ano e consegui tirar várias dúvidas aqui no seu blog. Eu queria que você me respondesse algumas coisas. O meu noivo vai comigo também e eu queria saber com o que o seu marido trabalha e se ele consegui esse emprego aí ou já saiu daqui do Brasil com o emprego certo? Outra coisa, fiquei chocada com o quanto você é organizada e eu gostaria muito de ser assim, eu acabo deixando tudo para última hora. Como você se organiza? Você faz listinha das suas atividades, tem agenda, essas coisas?
      Pode ter certeza que você ganhou mais uma leitora assídua! Bjinhos

      • Ola Jessica! Obrigada pelo recado e pelo carinho! Quando eu ganhei o visto de estudos meu marido ganhou o visto de trabalho e conseguiu emprego aqui – ele trabalha na area de computação. Quanto a organização, vou escrever um post (está na minha lista de posts) pois muita gente me pergunta o que eu faço para ser tão organizada. Não tem muito segredo, mas vou contar certinho pra vcs logo.
        Beijos e obrigada pelo carinho!

    19. Anyelle Ramos disse:

      Nossa Gaby fiquei com mais vontade ainda de ir para o Canadá, conhecer e participar de toda essa tradição! Uma das coisas que tenho curiosidade em decorar e montar é uma gingerbread house, não sei se o biscoito é gostoso, mas que dá vontade de fazer uma casinha bem bonita e depois devorar tudo, ahhh dá!! 🙂
      Um beijão ;*

    1. 21/12/2014

      […] comentei aqui no blog que uma das tradições do Natal Canadense é construir uma gingerbread house (em […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *