Roadtrip Yellowstone Parte 4: a incrível vida selvagem do parque

DSC_4055

Este será um post diferente, com menos texto e mais imagens. Como falei pra vocês nos posts anteriores sobre o Yellowstone, uma das principais atrações do parque é sua vida selvagem. No Yellowstone há 67 espécies de mamíferos, incluindo 2 espécies de ursos, 322 espécies de aves e 3 espécies ameaçadas de extinção (linde do Canadá, urso grizzly e lobo cinzento). Quando você chega no parque você recebe um mapa e nele a uma ilustração dos animais mais comuns do local. Há também um papel explicando o quão perigosa e frágil a vida selvagem é… super bem explicativo. Ver os animais era um dos nossos sonhos – já vimos ursos em Banff, mas queria mais, queria ver os animais do Yellowstone. E conseguimos e foi emocionante demais!

DSC_3724

DSC_4377

Selecionei algumas perguntas que foram as que nós tivemos antes de ir para o parque e acho que será útil para aqueles que estão indo visitar o Yellowstone e querem observar a vida selvagem:

1. Quais os melhores lugares para ver a vida selvagem no Yellowstone?
A vida selvagem está espalhada pelo parque, mas certamente o Hayden Valley e (principalmente) o Lamar Valley são os melhores locais. Além disso, você também pode encontrar animais com mais facilidade na região ao redor do rio Yellowstone, na região de Tower-Roosevelt e no Flat Ranch Preserve.

** Vale destacar que o Lamar Valley é lindo e nos apaixonamos pela região. Um vale enooorme com montanhas de neve eterno ao fundo, um rio incrível (rio Lamar) e uma vegetação diferente.

DSC_3516

DSC_3971

DSC_3460

DSC_4473

DSC_3473

2. Qual o melhor horário para ver a vida selvagem?
No amanhecer e no entardecer. Um dos dias do nosso passeio ao Yellowstone dedicamos totalmente a observar a vida selvagem no Lamar Valley. Saímos do nosso hotel em Gardiner 5am e dirigimos até o Lamar Valley para esperar os animais e ficamos lá o dia inteiro. Conseguimos ver bisões, alces, um coiote, urso e lobos.

DSC_4126

DSC_4141

DSC_4144

yellowstone-6

3. Como irei saber se há algum animal selvagem no meio do vale?
Os vales são enormes e não são todas as espécies que andam na beira da estrada. Portanto, nem sempre você conseguirá vê-los enquanto dirige. Geralmente você verá um aglomerado de carros estacionado fora de estacionamentos e em 99% dos casos é por causa de um animal. Porém, muitos animais como búfalos e alces estarão pertinho e a sensação de, por exemplo, dividir uma estrada com um animal é incrível. Uma outra dica é parar em um dos postos dos rangers (guarda-florestais) e perguntar sobre as últimas notícias sobre lobos e ursos (eles são super abertos e adoram informar turistas sobre os últimos acontecimentos).

DSC_3524

DSCN2484

DSC_4333

DSC_4355

4. O que devo fazer se encontrar um animal? O quão perto eu posso chegar?
Visitantes devem ficar afastados 100 metros de ursos e lobos e 25 metros de outros animais. Há uma regra que você deve esticar seu braço e colocar seu polegar paralelo ao animal. O animal não pode ser maior do que seu dedo…se for, você está muito perto. Há vários vídeos sobre segurança e o que fazer se você encontrar um animal. Clique aqui e veja mais informações.

yellowstone-7

5. Quais os equipamentos que devemos levar para nos ajudar a ver a vida selvagem?
Em primeiro lugar devo dizer que você deve trazer algum equipamento pois a maioria dos animais não estrá tão perto – e nem você irá querer que, por exemplo, um urso grizzly esteja perto, não é mesmo? Traga um bom par de binóculos ou, melhor ainda, alugue uma luneta nas lojas ao redor do parque. Nós apenas tínhamos a lente da nossa câmera (80-400mm) que já ajudou MUITO, mas mesmo assim fez falta um binóculo. A sorte é que quando há um animal várias pessoas deixam você usar os equipamentos deles para ver os animais, inclusive os ranger possuem equipamentos especiais para compartilhar com os visitantes.

DSCN2500

6. Existe algum guia experiente ou tour que me fará estar mais perto dos animais?
Há vários tours online mas como não pegamos não posso dizer para vocês se eles são bons ou não. O que posso dizer é que o preço é bem salgado (em torno de $500 por pessoa). Ainda, a National Geographic possui algumas expedições/viagem de grupo para conhecer o parque (clique aqui e veja mais informações).

7. Quais os animais mais comuns?
Há pelo menos 4600 bisons e 30000 alces no parque. Então é certo que você irá ver estes animais. Você também tem uma boa chance de ver mooses em bosques ribeirinhos, carneiros selvagens no alto de penhascos, raposas, lontras, coiotes e marmotas na beira das estradas. Cisnes, pelicanos e garças também são bem comuns. Agora, para ver ursos, lobos e outros animais você precisará de sorte e bons equipamentos, conforme descrito anteriormente.

DSC_3423

DSC_3513

DSCN2476

DSCN2478

8. Qual a melhor época para ver a vida selvagem de Yellowstone?
O verão é muito movimentado no parque, o que acaba afastando animais. Se seu objetivo é apenas observar a vida selvagem vá no inverno (Janeiro e Fevereiro). Nestes meses os animais migram para as regiões mais baixas do parque (região de gêisers e de nascentes de água quente) e são relativamente fáceis de serem detectáveis e rastreados contra o fundo monocromático branco da neve.

DSC_3908

DSC_3918

9. É preciso comprar spray de urso?
Sim, especialmente se você for acampar ou fazer trilhas. No nosso caso, quando ficamos no Under Canvas (veja post aqui) o hotel deu um spray para nós. Não fizemos trilhas porque o Joe não era permitido nas trilhas, então não compramos o spray. Dá para comprar nos supermercados da região e custa em torno de $40-$50.

Nossa experiência

Eu posso dizer que durante todos os dias da nossa viagem vimos um animal, mesmo que fora do parque de Yellowstone. A natureza na região é incrível e você vai se emocionar várias vezes. Eu posso destacar aqui pelo menos 5 pontos fortes da nossa wildlife watch:

(1) No nosso último dia em Yellowstone resolvemos voltar ao Lamar Valley para ver mais animais. Eram 6am e o lugar já estava cheio. Entramos em uma ruela, paralela à rodovia principal e notamos várias pessoas em cima de um monte. Fomos até lá e vários telescópios mega-ultra poderosos estavam apontados para lobos (incluindo o cinza) e um urso grizzly. Foi demais observá-los, mesmo que de muito longe. Não conseguimos bater foto – nossa lente de zoom não conseguia pegar os animais.

(2) Enquanto dirigíamos pelo Lamar Valley (em um outro dia) notamos um aglomerado de pessoas… fomos obviamente checar e descobrimos que um bisão havia morrido (não se sabe o motivo) e dois ursos estiveram por lá alimentando-se da carcaça do bisão. O que acontece, segundo um ranger que estava no local para ter certeza que nenhum turista iria se aproximar, é que há uma ordem quando tanta “carne” está “disponível”: primeiro os ursos, depois os lobos, e por ai vai. As pessoas estavam esperando os próximos animais mas durante todo o dia apenas urubus apareceram (sabemos pois passamos por lá também no final do dia).

(3) Várias vezes enquanto dirigíamos manadas de bisões cruzaram o nosso caminho. estes animais são ENORMES e dava um certo receio. Uma das vezes estávamos em uma ruela do Lamar Valley e eu estava no banheiro… de repente ouço Juliano “vem Gaby, que tem um bisão na nossa direção”. Fomos correndo pro carro e o acompanhamos até ele chegar na rua principal (dentro do carro, é claro). Foi demais!

(4) Quando fizemos o check-in no nosso hotel em Gardiner o dono mencionou que vários animais vinham passear pelo gramado do hotel, mas eu não imaginei que eram tantos. Todas as manhãs e finais de tarde que estivemos por lá eram repletas de emoção: bambis e alces estavam literalmente do nosso lado e foi incrível. Tínhamos receio do Joe, mas ele se comportou muito bem em suas caminhadas. Um dos hóspedes tentou chegar mais perto de um alce e quase se deu mal: o alce veio correndo na sua direção e de última hora resolveu não atacar. Acho que isso serve como um aviso de que você não precisa chegar super perto (e até incomodar) os animais.

(5) As duas primeiras semanas de setembro são o período do ano que os alces reproduzem… há várias placas espalhadas pelo parque e você consegue ver grupos enormes destes animais: um chifrudo (o macho) e umas 20 fêmeas.

Espero que tenham gostado do post e se forem ao Yellowstone não deixem de visitar o Lamar Valley e de seguir até o portão NE do parque, aonde ficam as cidadezinhas de Silver Gate e Cooke City (veja fotos da região abaixo). As cidades são beeeeem pequenas mas super fofas e em uma região super alta (2500 metros de altitude), com geleiras mesmo no verão.

DSC_4015

DSC_4032

DSC_4046



  • 6 Responses

    1. Olá Gabriela! Descobri seu blog pesquisando sobre Yellowstone e estou adorando tudo! Seus posts são mega detalhados, parabéns! Vamos em outubro e a princípio tinha pensado ficar 2 dias em Yellowstone pois estaremos numa roadtrip vindo do Glacier National Park em Montana descendo até o Arizona. Agora já não sei mais o que fazer hehehe não imaginava que o parque teria tantas atrações. Pensei passear 1 dia pela entrada norte (Gardiner) indo até West Yesllowstone. Dormir e aproveitar o 2o dia fazendo o caminho até Lower Loop – South Entrance, acho que dá né? Entendo que será corrido, mas infelizmente é o tempo que dispomos sem tirar outros destinos da roadtrip. Você tem alguma outra dica preciosa para nos dar para aproveitarmos melhor o passeio fazendo a rota nesse sentido (norte-west-sul)?
      Bjss

    2. Mariane disse:

      Oi Gabi, encontrei seu blog procurando dicas de Yellowstone. Pretendemos ir em Setembro desse ano, eu e meu marido com nossa filha de 5 anos. Adorei seu relato, super completo. Quantos dias/ noites vcs ficaram? Vcs ficaram 1 noite em Jackson Hole, 1 em West Yellostone e 2 em Gardiner, foi isso? Estou pensando em deixar 8 noites para o parque, pois como estaremos com uma criança pequena precisaremos fazer as coisas mais devagar rs… Só não decidimos ainda como dividi-las entre as cidades base. Estamos pensando também em incluir a Beartooth highway no programa…
      Parabéns pelo blog!

      • Olá Mariane! Foi mais ou menos isso mesmo. Tem gente que vai para passar 1 mês e eu gostaria de ter ficado mais. Acho que 8 noites será mais do que bom e vocês vão curtir muito! Não sei que Estrada é essa mas tudo é muito legal então o que vc puder incluir será ótimo! Boa viagem e depois volte para contar como foi! 🙂

    3. Samy disse:

      Ameeii os animais e as curiosidades sobre observação.
      Os bambis são fofos demais <3

    4. Nossa, esse post ficou legal demais! É praticamente um programa da Discovery, até o título parece nome de programa: A incrível vida selvagem! hehehe CURTI!!!
      As fotos são sempre lindas, eu fico boba com essas imagens. Se quiserem mudar de profissão, podem virar fotógrafos com toda certeza. Essa última parece montagem ou fundo de tela do windows, não parece? Lindo demais!!! Parabéns, vc e o vô arrasam nas fotos!
      Beijos

      • Heheheh… Adorei seu comentário Lê. Realmente parecia que estávamos dentro de um programa de TV: tudo incrível! Os créditos das fotos são 90% para o Ju, ele esta mandando muito bem. Beijao pra todos

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *