Final de semana no lago Muskoka

Muskoka_header

O lago Muskoka possui 120 km2 e fica localizado a 170km nordeste de Toronto, entre as cidades de Port Carling e Gravenhurst. A região é famosa pelos cottages – casas de campo – e é um destino popular no verão Canadense. Basicamente o que a região tem a oferecer é lago + natureza + descanso/diversão. E era exatamente isso que precisávamos quando decidimos passar um final de semana na região com amigos.Se você quer passar um final de semana como um Canadense não pode deixar de fazer um passeio a região de Muskoka. Gente, a região é tão famosa pela cottage life que até aquelas cadeiras símbolo de campo, conforto e Canadá (fotos acima) são chamadas de Muskoka Chairs.

Bom, eu resolvi escrever algumas dicas da região neste post para facilitar seu planejamento.

Como chegar?

De carro você irá levar 2 horas para chegar. Se optar por passar o final de semana e for de carro fique atento ao trânsito – que deverá ser intenso durante o verão e feriados. Um casal de amigos foi de ônibus – pois tinham um compromisso, tiveram que ir mais tarde e não conseguiram pegar carona com ninguém. Neste caso, eles pegaram um ônibus saindo do Toronto Bay Street Terminal até a estação de Gravenhurst (no centro da cidade) e pagaram $41.19 por trecho (o valor ida e volta custa $78.25 com taxas). Para horários e reservas clique aqui.

Como alugar um cottage?

O primeiro ponto para organizarmos o final de semana seria “aonde iríamos nos hospedar”. Eu sabia que queria ficar em um cottage (não queria hotel), mas não queria nada muito antigo e afastado (há cottages, por exemplo, que ficam em pequenas ilhas com acesso obviamente restrito). Também teria que ser pet-friendly e deveria aceitar não 1, mas 3 cachorros. Ainda, queríamos apenas por um final de semana – 2 noites – e a maioria (acho que 90%) dos cottages alugam por no mínimo 7 noites.

Procuramos cottage em diversos sites de aluguel – links abaixo – e encontramos um ótimo no AirBnB: 4 quartos + cozinha + churrasqueira + piscina no condomínio e, o mais importante, novo. Foi o lugar ideal! Fica localizado dentro de um condomínio chamado Muskoka Bay Club, com uma piscina de fundo infinito aquecida, campo de golf e restaurante (Muskoka Clifftop Bar & Grill).

DSC_8798

photo-1

DSC_8626

DSC_8699

DSC_8720

DSC_8800

DSC_8754

DSC_8757

DSC_8669

2014-07-13-18.43.08

DSC_8786

photo

DSC_8658

DSC_8792

DSC_8848

DSC_8882

Lista de sites para alugar cottages:
Cottagecountry.com
Rentcottage.com
Vrbo.com
Ontariocottagerentals.com
Cottageportal.com
Onlinecottagerental.ca
Airbnb.com

O que fazer na região?

Como alugamos uma casa ótima nossa intenção era ficar por lá e curtir apenas os arredores – não ficar turistando pela região. Por isso não tenho grandes dicas de atrações turísticas pra vocês – e nem acho que encontraríamos muitas atrações se procurássemos. Como disse anteriormente o lugar é no meio da natureza, longe de grandes cidades e cercado de água e verde. Mas mesmo assim eu tenho algumas dicas do que fazer para vocês.

Em primeiro lugar, ainda na estrada (quando você está cruzando a estrada 11 no sentido Norte) você irá ver muitas (muitas) pessoas aglomeradas na beira da estrada. Já tinha lido isso em outros blogs e não acreditava. O motivo: comida (só podia ser comida). Na rodovia 11 no caminho para Gravenhurst ficar o Webers Hamburguers, uma lanchonete que é muito popular e vende hamburguers feitos na churrasqueira e batatas fritas com sal temperado. Escrevendo agora para vocês eu fico ainda mais arrependida porque não paramos, mas a fila era enooooorme – tipo umas 50 pessoas na nossa frente – e tínhamos horário marcado para pegar a chave do cottage. Então, uma dica valiosa é que você viaje para a região de Muskoka com tempo extra para poder parar e comer um lanche no Webers e, digo por experi6encia própria, você vai querer parar.

Gravenhurst é uma das principais cidades da região do lago Muskoka – e aonde nos hospedamos. Tem supermercado 24 horas, loja de bebidas, restaurantes, cafés e tudo que você precisa, mas sem se sentir em uma grande cidade – pois tudo fica localizado em uma rua. Na beira do lago fica o Muskoka Wharf e algumas atrações: o The Muskoka Boat & Heritage Centre, um museu para amantes de barco), alguns restaurantes com vista para o lago (por exemplo, o Boston Pizza) e o hotel Residence Inn By Mariott (clique aqui para reservas). É no Muskoka Wharf que você pega um dos dois navios a vapor para fazer um passeio pelo lago. Os passeios acontecem de junho a outubro e a duração varia de 1 a 8 horas. Maiores informações clique aqui.

DSC_8600

DSC_8611

DSC_8616

DSC_8612

Uma dica imperdível é aproveitar o lago: nadar, caiaque, SUP, o que você quiser. A água é transparente e fria – mas não chega a ser congelante. Você pode se aventurar nas “ruas sem saída” ou ir a locais preparados para banhistas. No caso da segunda opção indico o Gull Lake Rotary Park – entre as ruas Bethune Drive e Brock Street, com banheiros, mesa de picnic, uma floresta linda (veja foto) e até salva-vidas (você pode tomar banho no Gull Lake).

photo-2

DSC_8644

DSC_8723

DSC_8731

DSC_8739

DSC_8747

Falando em lagos, fiz um printscreen da região no google maps para vocês terem uma noção da quantidade de lagos do local (o maior é o Muskoka). Pelo que li na internet são mais de 1600 lagos, tanto que uma das cidades é chamada de Muskoka Lakes (Lagos Muskoka), pois além do Muskoka há mais 1599… uma região linda!

Printscream_MuskokaArea

Aonde comer?

Ficamos em uma casa com uma cozinha enorme e churrasqueira e optamos por fazer nossas refeições em casa. Mas tenho uma listinha de restaurante que ainda não provei mas quero experimentar em uma outra visita ao local. São eles: The Oar and Paddle (530 Muskoka Road N), One Fifty Five Bistro (na cidade vizinha de Bracebridge a 15 minutos de Gravenhurst), Well Fed (a deli com comfort foods, saladas e take-outs prontos para o seu picnic), The Bakery (a padaria mais famosa da cidade e a mais antiga – 1959 – fica na 141 Brock Street), e o The Creative Plate Eatery (2194 District Road 169). Maiores informações sobre comida na região de Muskoka, clique aqui.

Sim, a lista de restaurantes é enorme e não provamos nenhum. Mas também não posso reclamar pois os cardápios do final de semana foram incríveis, incluindo pão de queijo, pastel, churrasco, pizza, saladas, vegetais assados na churrasqueira, pastéis de belém, beijinho e brigadeiro de colher, bolo de boston cream (sim, essa maravilha existe), e muito mais. As fotos não mentem o quão delicioso nosso final de semana foi.

DSC_8706

DSC_8710

DSC_8714

DSC_8715

DSC_8717

DSC_8718

Algonquin Park

Gravenhurst fica a exatos 30 minutos de Huntsville, a cidade aonde começa o Algonquin Park, o maior parque de Ontario. Já falei do parque aqui, aqui, aqui e aqui. Se você tiver tempo e estiver de férias vale a pena explorar o parque, que é lindo e cheio de atrações.



  • 15 Responses

    1. Carol disse:

      Meu Deus!!! Esse blog é divino, Gaby! Parabéns! Passarei os próximos três meses em Toronto e já aflita se dará tempo de conhecer tantas coisas e lugares maravilhosos, hehehe! Vi que muito lugar é pra ir de carro, sabe me dizer se com a carteira do Brasil posso alugar e dirigir aí?

    2. Helena Rosa disse:

      Olá! Adorei o que li e vi!
      Conhecemos o Canadá, mas só os lugares + badalados. Da 1ªvez visitámos Vancouver e fomos num comboio turístico até Banff, a ilha de Vancouver, Toronto, Niagara Falls de barco e de helicóptero, etc.. Na 2ªvez, em Outubro passado, começamos um cruzeiro de Outono em Québec City, Sydney, Halifax,St. John e dali sempre ao longo da costa até Boston, no MA. E desta vez além de adorar esse lindo país, deparei-me com as cadeiras Muskoka ou Adirondack em todas as cores que se possam imaginar.
      Pensei em arranjar maneira de encomendar 2, pelo menos. Vindas de barco, levando o tempo que fosse. Mas não consigo nenhum contato! Sabe de alguém que as venda, neste caso, para as enviar para Portugal? Obrigada desde já.

    3. Eric disse:

      Gaby,

      Essa caa tinha restrição de número de pessoas?

    4. Larissa Vilaça disse:

      Parabéns Gaby!
      Amei o post! Tenho lido muito suas dicas, todas são interessantes e serão bastante úteis quando eu chegar a Toronto para meu intercâmbio.
      Você pode informar quanto custou o aluguel da casa que vcs ficaram em Muskoka?!
      Obrigada! 🙂

    5. Letícia Giacomin disse:

      Gaby do céu, que lugar mais lindo! Quando a gente acha que já viu tudo por aqui, aparece você com mais uma dica de lugar maravilhoso.
      O que são essas piscinas? E o lago? E as comidas, claro? Muito bacana!!!
      Beijão

    6. Ariany Vieira disse:

      Amei esse post Gaby!! Muito lindas as fotos, como se fosse um sonho canadense mesmo.
      Que bom que foi um otimo final de semana.
      Essas casa cottage sao um charme… quero um dia ter um passeio assim.
      Beijoo

    7. anna maria lima de melo disse:

      Que espetáculo de passeio.Demais!!!!

    8. Desa disse:

      Ainda estamos com o gostinho desse final de semana maravilhoso!!! 😉 bjsss

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *