Austrália parte 2/6: Sydney

header_sydney2

A nossa jornada na Austrália começa em Sydney. Como eu comentei anteriormente, queríamos sentir como seria morar em uma grande cidade Australiana. Para isso, tentamos fazer um roteiro bem cadenciado e, ao invés de incluir regiões mais afastadas no roteiro, tentamos focar na região central e realmente sentir a “vibe” dessa intensa cidade.

Muitas atrações, praias, restaurantes e lugares ficaram fora da nossa lista, mas aproveitamos com muita intensidade o que conseguimos incluir no roteiro. Como eu gosto de dizer: temos que sonhar que um dia voltaremos para continuar a nossa jornada 🙂

section_roteiro

Day1

  Chegada + Pôr do sol no Circular Quay ( Opera House e Harbour Bridge).

Day2

  Darling Harbour + Chinese Garden + Chinatown + Final do dia no The Rocks.

Day3

  Bondi Beach + Pôr do sol no Royal Botanic Gardens (melhor vista).

Day4

  Manly Beach + Royal Botanic Gardens + Museu de Arte (Bienal de Sydney).

Day5

  Blue Mountains + Featherdale Wildlife Park.

Day6

  Caminhada pela cidade + Fish Market.

Day7

  Saída de Sydney para Hamilton Island.


section_acomodacao

A acomodação escolhida para curtir Sydney foi o Zara Tower. Os reviews na internet sugeriam que teríamos uma ótima experiência em seus modernos apartamentos. Ele é classificado como um Apart Hotel, que nada mais é do que um apartamento com serviço de hotelaria.

Este tipo de acomodação vem se destacando em grandes destinos turísticos e traz grandes vantagens, principalmente para quem viaja em um número maior de pessoas ( 5 em nosso caso ). Em um hotel comum nós provavelmente teríamos que pegar dois ou três quartos, mas dessa forma ficamos todos juntos e pudemos tomar umas cervejas e vinhos todos juntos antes de ir dormir.

O Zara Tower acabou sendo uma excelente escolha. O apartamento é moderno, super bem cuidado, além de ter uma cozinha completa: utensílios domésticos, microondas, forno, tudo incluso.

acomodacao

Eles oferecem opções de 1, 2 ou 3 quartos. No check-in fizemos um upgrade para uma penthouse ( 3 quartos com mais espaço em uma cobertura com uma bela vista para a Central Station). Todos os quartos tinham sacada… A localização é excelente, o que nos leva ao próximo tópico: transporte!

section_transporte

Sydney fica logo atrás de Los Angeles no quesito congestionamento. Sendo assim, procure evitar dirigir na cidade. Se realmente precisar, evite os horários de rush.

O transporte público em Sydney é muito bom, seja ele de metro, ônibus ou ferry ( marítimo ). O primeiro Ferry surgiu em 1789 e até hoje é muito utilizado, além de proporcionar vistas maravilhosas ao longo do seu trajeto.

atracoes_transporte

Nosso hotel estava localizado entre a Central e Museum station. Uma viagem de metro partindo do aeroporto dura aproximadamente 12 min ( 20 min de taxi, dependendo do trânsito ). Acabamos optando em pegar um taxi ( ~$50 ), pois a passagem de metro não compensava ( ~$16/pessoa ), além de não precisarmos carregar as malas pelas escadas do metro.

note

“Você vai encontrar avisos no chão “Look Right”, alertando que os carros vem da sua direita, ao contrário do que estamos acostumados. Acredite em mim, você vai achá-lo muito útil! “

Sydney é a única cidade que tem esse exagero de avisos, pois eles tiverem muitos incidentes no período das Olimpíadas. Mesmo após alguns dias andando pela cidade ainda nos pegávamos olhando para o lado errado. Posso dizer que atravessar a rua era sempre como estar em um parque de diversão, a adrenalina disparava 🙂

As estações de metro são muito antigas ( a Central Station foi aberta em 1906 sendo a maior estação de metro da Austrália ), mas os trens são super modernos, com dois andares, confortáveis e muito estáveis ( importante para quem cobre longas distâncias e deseja adiantar algum trabalho ou ler um livro no caminho ). Acho que um dos mais modernos que vi até hoje.

Para ir até o centro da cidade partindo da Central station também é super tranquilo: após duas estações você já está na Circular Quay ( de frente para a Opera House ), e é de lá que começamos a explorar a cidade.

section_explorando

Chegando na estação Circular Quay você logo visualiza a Opera House e a Harbour Bridge. O lugar é maravilho, não é a toa que o local está sempre lotado de pessoas contemplando o local. Na minha opinião é não só o local mais famoso de Sydney, mas a cara da cidade: vibrante, único e uma junção da natureza e do moderno.

Opera House & Harbour Bridge

A Opera House e a Harbour Bridge merecem ser vistos de vários pontos como Circular Quay, Dawes Point Park, Royal Botanic Park ou até mesmo de dentro do ferry.

atracoes_opera

O meu ponto preferido para observá-los é do Royal Botanic Garden. Existem umas escadas no final do parque que foram construídas especialmente para a visita da Rainha Elizabeth em torno dos anos 50’s que levam a uma área mais alta do parque, aonde a vista é incrível – acredito que eles também concordavam que aquele era o melhor lugar!

atracoes_opera_wide

note

“Após visitar a Opera House, não deixe de ir ao The Rocks, parte antiga da cidade com inúmeros cafés e restaurantes. “

Art Gallery

O Art Galley foi estabelecido em 1880 e fica localizado praticamente dentro do Royal Botanic Gardens, sendo uma parada obrigatória ( entrada gratuita ).

atracoes_museu_collage

note

“Open your mind!! Você simplesmente viaja com as obras e vídeos que o Museu oferece. A palavra COMUM não existe nesse lugar”

atracoes_museum

Hyde Park

O Hyde Park está localizado bem no centro da cidade, literalmente entre a Museum e St James Station. Uma caminhada neste lugar é revigorante. Destaque para as árvores maravilhosas do local. Ali pertinho fica a St Mary’s Cathedral e o Australian Museum, paradas também obrigatórias.

explore_hp

Dá tranquilamente para passear pelo parque à noite, e de vez enquando você se depara com um ou outro morcego. A vista noturna é linda, créditos à fotógrafa Gaby por esse foto do Anzac Monument.

atracoes_hipark

Manly Beach

Esta praia está localizada ao norte de Sydney. A melhor forma de visitá-la é pegando o ferry que parte da Circular Quay.

note

“O passeio de ferry até Manly, além de ser muito prático, proporciona vistas incríveis de ângulos diferentes da cidade. Se possível volte no final da tarde para pegar o sunset. “

Chegando em Manly se desligue do mundo.  Apenas saio do ferry e siga até a praia através do famoso “The Corso”, que é um calçadão fechado para pedestres com restaurantes, inúmeras lojas de surf, cafés e pubs. Você vai esquecer que está ao lado de uma cidade grande como Sydney.

atracoes_mainly

A minha sugestão para um bom restaurante é o  IVANHOE, tendo excelentes opções de pratos locais, além de um ambiente impecável e agradável!

atracoes_man2 atracoes_man3

Fish Market

Tendo nascido em uma ilha ( Florianópolis ), eu sempre fui um bom apreciador de tudo que vem do mar. Sendo assim, fui com a expectativa de apreciar e conhecer as variedades locais de frutos do mar. Contudo, para minha surpresa, o Fish Market de Sydney era literalmente um conjunto de restaurantes onde você escolhe a o seu prato dentro as iguarias e eles preparavam tudo na hora. Aprovado!

fish

note

“Não deixe de reservar um dia para um almoço inédito no Fish Market! “

fish_outdoor

Bondi Beach

Bondi Beach (fala-se Bondai) é a praia mais popular de Sydney. Para chegarmos a Bondi Beach pegamos o ônibus 333 partindo da Museum Station (  +-25 min ). Você precisa comprar o ticket do ônibus antes de embarcar ( compramos em um seven eleven ).

atracoes_bondi1

Bondi Beach possui todos os aspectos que eu curto em uma praia: águas limpas e claras, muitas ondas e uma boa extensão de areia. Contudo, alguns detalhes tornam essa praia única: uma piscina com águas do oceano e uma trail com uma ótima infra-estrutura, permitindo que você aprecie a beleza que a região oferece.

atracoes_bondi4

note

“Não deixe de fazer o caminho ( ou parte dele ) entre Bondi e Coogee Beach, breathtaking!! ( literalmente, se o preparo físico não estiver em dia, eheh ). “

atracoes_bondi2

atravoes_bondi3

 Royal Botanic Gardens

Se você continuar caminhando passando pela Opera House, você entra no Royal Botanic Gardens. Deste pondo é possível observar vistas incríveis da Harbour Bridge, Opera House e os grandes prédios da cidade.  Como eu falei anteriormente, este é o meu ponto favorito para curtir o pôr do sol!

atracoes_jardimbotanico

atracoes_bot1 atrcoe_bot2 atrcoe_bot3

Chinese Garden

Um recanto dentro de Sydney onde você pode fugir do agito da cidade e curtir o silêncio, o barulho das águas correntes e o som dos pássaros nas árvores. Vale a pena conferir. Pertinho dali fica Chinatown de Sydney ( não vimos muita diferença em relação a Chinatown de outras grandes cidades ).

Adulto: $6
Crianças: $3
Família: $15

atracoes_chin2 atracoes_chin1

section_familia

Uma viagem perfeita compartilhada com companhias perfeitas!

Não foi fácil para nossos pais que tiveram que encarar 4 vôos para chegar a Austrália ( Florianópolis + São Paulo + Santiago + Auckland, Nova Zelândia + Sydney ). Ufa!!

family11 family21

 

section_inspiracao

insp5insp4insp3insp2inspi1

You may also like...

10 Responses

  1. Juliana disse:

    Ah, eu vi que voce foi em Maio. Primeira ou Segunda quinzena? Tb vou em maio, to com medo de pegar muita chuva e frio em Syd. Minha familia nao gosta do frio.
    Em Melb eu nao ligo, quero uma lua de mel gelada para variar com brasilia, onde eu moro.
    Em NZ eu queria era NEVE! HAhaha… mas acho que nao vai rolar.

  2. Juliana disse:

    Que post sensacional. Eu sempre visito seu blog, mas nunca tinha comentado.
    Eu ja morei em Sydney em 2007 e agora, 10 anos depois, voltarei la com minha mae, marido e irmao. Inacreditavel a minha sorte. Ficarei 7 dias em BNE, 7 em SYD, 7 em Melb e 7 em NZ. Desses, 15 dias serao com a familia e os outros 15 so com o maridao. Feliz pelos seus posts. Parabens e muito sucesso nas andanças pelo mundo. Adorei ver que agora vc tem um baby, eu seguia vc muito antes dele. Eu quero um filhote em 2017 e quero muito me inspirar em vcs pra viajar com ele mundo a fora, ja que mtos dizem que depois de filho é “impossivel” sai de casa… kkk Abraços familia, e Feliz 2017!

  3. Paty Martinello Kestering disse:

    Estou procurando inspiração para o próximo destino de férias e já estou louca para conhecer a Austrália! Estou adorando os posts!

  4. Samy disse:

    Que maravilha Gaby!!
    E com a família junto não poderia ser melhor né?!
    🙂

  5. Pauline Ramos disse:

    O lugar é lindo mesmo. Agora estou com mais vontade de visitar 🙂

  6. Lindo demais!!! Senti saudades.Beijos

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *