Caçadores (sem sucesso) da Aurora Boreal

Segundas, terças e quartas eu geralmente trabalho até as 8:30pm (chegando em casa próximo das 10h da noite, após coletar dados para minha tese de doutorado e voltar para casa de TTC, o transporte público de Toronto). Porém, nesta terça-feira 8 de outubro os pacientes desmarcaram, consegui sair mais cedo (yep!) e chegar em casa as 8pm. Caminhei com meu cachorro, jantei com meu marido, tomei um super banho, assisti a novela e quando era 10:10pm já estava deitada na cama, de pijama e pronta para dormir.

Como a maioria das pessoas faz hoje em dia, antes de dormir peguei meu celular e dei uma última olhada nas redes sociais e foi isso que eu encontro:

Desktop4

Um dos nossos sonhos (meu e do meu marido) é ver a Aurora Boreal. As auroras boreal e austral são fenômenos visuais que ocorrem nas regiões polares de nosso planeta, no Norte e Sul, respectivamente. Podem ser visualizadas, no período noturno ou final de tarde, a olho nu nas regiões onde ocorrem. São verdadeiros shows de luzes coloridas e brilhantes, que ocorrem em função do contato dos ventos solares com o campo magnético do planeta Terra. Os meses mais comuns são fevereiro, março, abril, setembro e outubro.

Eu sigo “aurora alert” no twitter, facebook da Aurora Boreal, instagram “aurora watch”, etc… e se vocês pensam que eu sou a maluca dos alertas, muito pior é meu marido, que tem tudo isso e ainda pagou por um aplicativo do celular (pra garantir que a fonte é segura). Nesta terça (8 de outubro) um inesperado pico de atividade auroral aconteceu por volta da 5 da tarde – digo inesperado porque não estava previsto em nenhum dos aplicativos que temos – e foi por isso que a Aurora começou a ser vista de vários lugares da América do Norte, INCLUINDO ONTARIO.

Depois de ficar quase 1 hora checando todas as mensagens e me comunicando com vários “amigos” do facebook e twitter que também estavam acompanhando (ou vendo) este fenômeno, olhei para meu marido, pegamos Jojoe e um casaco e saímos de casa dirigindo sentido Norte até Barrie (100km).

Mas infelizmente não foi desta vez que vimos as tão sonhadas luzes do Norte. Meu marido diz que foi amadorismo, eu digo que foi falta de sorte. Fato é que não adianta se jogar para o Norte e esperar vez as luzes – algumas dicas e instruções lógicas devem ser seguidas.

DicasAurora_gabynocanada

1. A primeira dica é que você cheque a previsão do tempo antes de sair de casa. E um dos melhores istes para checar isso é o www.gi.alaska.edu/AuroraForecast. Há sempre uma escala de 0-9 e qualquer nota acima de 4 é muito boa (na terça estava 5.3). O site www.spaceweather.ca também é muito bom e tem links para você entender estas leituras.

2. Se você mora em uma cidade grande como nós, tem que fugir dela… o ideal é estar em um local escuro sem as luzes das grandes cidades. Clique aqui e veja as melhores regiões para ver a Aurora Boreal no Canadá. O local mais próximo de Toronto para ver este fenômeno é o Torrance Barrens Night Sky Preserve, a primeira reserva permanente de céu escuro do mundo. A reserva fica localizada na região de Muskoka, na cidade de Gravenhurst (população de 10.000), a cerca de 2 horas ao Norte de Toronto.

3. No caso do Canadá, as luzes vão estar no Norte. Você está checando twitter e mensagens e há várias pessoas assistindo a Aurora Boreal próximas de você, mas você não está vendo nada… minha dica é, se estiver sem rumo nesta caça a Aurora Boreal, dirija para o Norte. No caso de Toronto, a rodovia que você deve pegar é a 400, sentido Norte.

4. A dica 4 é que você procure lugares altos -porque nem sempre vai ser fácil de visualizar o Norte se você estiver num vale. Se você estiver em Ontario clique aqui e veja os lugares mais altos desta província.

5. O céu é tão grande que fica difícil saber aonde procurar certo? Ainda mais que aqui no Canadá se você ver a aurora ela não será super forte como nos pólos. Por isso a dica é que você sempre olhe para o horizonte (e para o Norte).

6. Finalmente, tenha paciência. A Aurora acontece em picos, então você tem que ter paciência e esperar o próximo (o que não foi possível numa terça feira a noite, depois de trabalhar durante o dia inteiro e ter que acordar as 6am do próximo dia). O que posso dizer é que depois de andar 100km para o Norte bateu um desânimo, um sono e minha paciência (que não é das maiores sempre) acabou…

Bom, espero que o post inspire vocês a buscarem novas experiências e fugirem dos mesmos roteiros e passeios quando viajam. O que sei é que nós não vamos desistir (vamos, Ju? hehehe) e logo logo estaremos postando aqui no blog GNC a tão sonhada foto com o céu colorido!



  • 10 Responses

    1. marco brotto disse:

      Oi Gabi, tudo bem? por acaso achei seu blog, adorei postagem da aurora boreal. Veja o meu , vamos trocar figurinhas, tem muita gente ai no Canada que me acompanha e ja viu aurora quando eu “MANDO SAIR DE CASA”rsrsrsrsr beijo

    2. Lismara disse:

      Deve ser muito lindo ver Aurora Boreal ao vivo! Eu babo só de ver em fotos, imagina ao vivo e à cores então.. hehe

    3. Gaby depois que vi NEVE em Florianópolis AURORA BOREAL em Toronto tem muito mais chances de acontecer. Torço por vcs.Beijos

    4. Pati disse:

      Foi exatamente na terca-feira que eu vi a Aurora Boreal pela primeira vez!
      Por volta das 21h40 meu marido voltou do passeio com a nossa cachorrinha, me chamando… vesti um casaco e fui com ele… estava la! Claro, nao estava como nas fotos que vemos no Google imagens, mas deu pra ver bem! Uma “faixa” de luz verde, no horizonte, ao Norte.
      Isso pq moro em Saskatchewan. Saskatoon ja nao uma cidade muito grande, e eu ainda moro no extremos leste da cidade, ao lado de um parque. Estava bem escuro e o ceu bem limpo. Adorei!!!! Agora estamos planejando uma viagem a Yukon!!! rsrsrs

    5. Que pena que não foi desta vez…mas tenho certeza que vocês ainda conseguirão ver. Pensa que você já está pertinho….eu estou em São Paulo…eu tenho que ter muito mais sorte que você 🙂
      Abraços

    6. Kiki disse:

      Gabi, eu não sabia q esse era o sonho do Ju? Olha que coincidência: Em 1989 em conheci uma americana que veio estudar na mesma escola que eu em Goiânia. Ficamos muito amigas e um dos presente que ela me deu foi uma fita (vhs) com 40 minutos de gravação da aurora pela universidade do Alaska. Pois bem, ver a aurora boreal ao vivo e “a cores”desde então passou a ser um dos meus sonhos além de visitar minha amiga e conhecer o Alaska…achei bem legal dividir isso com vcs….é um sonho muito antigo, que apesar de ainda não ter conseguido realizar tenho certeza de que um dia irei até o Alaska visitar minha grande amiga Carolyn e por isso sei que verei a aurora. Quem sabe na ida ou na volta dou uma parada no caminho e vcs vão comigo? 🙂
      Um beijão…..Kiki

    1. 14/09/2014

      […] depois de acompanhar os alertas nas redes sociais que o fenômeno estava em storm level(clique aqui e veja o post sobre a nossa aventura, incluindo dicas para ver a aurora […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *