Sobre tempo, mudar e diferença.

Hoje pela manhã enquanto desfazia as malas da viagem (sim, só consegui fazer isso hoje) fiquei pensando no tempo. Não, eu não estava pensando nos 3 dias que as malas ficaram plantadas no meio da nossa sala, não foi isso. Mas acabei lembrando que enquanto estávamos viajando eu fiz 3 anos de Canadá (no dia 31 de agosto) e, inevitavelmente, o “tempo” veio no meu pensamento.

T-R-E-S anos. Para alguns não é muito mas para mim foi o suficiente para me adaptar a uma vida e uma cultura diferente daquela que tinha no Brasil, e para mudar! Cresci ouvindo dizer que o tempo é nosso amigo, que o tempo cura, que só o tempo é capaz de fazer você esquecer, amar, perdoar, melhorar… tudo isso é certo e eu sempre refleti bastante sobre o tempo aqui no blog (leia aqui, aqui e aqui). Mas especialmente depois de morar 3 anos no Canadá, o tempo me faz especialmente refletir e agradecer por tudo que eu tenho passado e também me fez/faz querer viver mais e mais.

Eu sempre falo que tudo que passei aqui no Canadá nestes últimos 3 anos me faz uma pessoa melhor. Não sei se foi o tempo que ajudou ou se ele foi apenas um coadjuvante da criação desta nova Gabriela. Os dias passam, a gente aprende e amadurece inevitavelmente e em qualquer lugar. Porém, a maneira com que amadurecemos depende sim do lugar que moramos… e é ai que os últimos 3 anos de Canadá fizeram a diferença. E que diferença…

gabynocanada_3anos

You may also like...

2 Responses

  1. Juliana Cacavaio Zampella disse:

    Perfeito Gaby! Amei suas palavras!!! 🙂

  2. Get Away disse:

    Adorei o post e principalmente a frase, faz muito sentido!

  1. 31/07/2014

    […] extra que você ganhou nos anos morando fora), não foi seu estilo de vestir que mudou… o que mudou foi o que se passa na sua cabeça. Os seus sonhos mudaram, a maneira que você vê o mundo mudou, como você percebe e trata as […]

  2. 24/08/2014

    […] como eu pensava diferente, ou até me questiono porque eu escrevi aquilo. Mas enfim, como já falei aqui no blog eu sinto que minha mudança para o Canadá me fez ser uma nova Gabriela, ou uma Gabriela […]

  3. 02/11/2016

    […] naquela época, ainda não tínhamos noção se iríamos ficar por aqui ou voltar para o Brasil. No terceiro ano estávamos viajando e o post veio bem atrasado (em setembro), mas é um dos meus favoritos. O post […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *