Posts dos amigos #1: Dicas para obter sua Residência Permanente

LOGO_postdosamigos_gabynocanada1

Finalmente chegou o dia 28 de agosto (yay!) e junto com ele as tão sonhadas férias. O ano de 2013 foi, ou melhor está sendo, um pouco conturbado e movimentado demais… e apesar de ainda faltarem 4 meses para o ano novo estamos precisando (muito) destes dias de descanso, sol e mar. Porém, ao invés de deixar o blog parado enquanto viajo eu resolvi pedir para alguns amigos escreverem posts para vocês, falando sobre temas/dicas que eu não posso opinar. E foi ai que criei alguns posts agendados chamados “posts dos amigos”.

O primeiro post com dicas dos meus amigos Brasileiros que moram no Canadá é da Melina, que mora em Vancouver (BC). Eu conheci a Mel na faculdade de fisioterapia lá em Santa Catarina e acabei encontrando ela aqui no Canadá/ lá em Vancouver. Neste post, a Mel conta como ela e o namorado Uiara conseguiram virar residentes permanentes e dá dicas ótimas sobre o que fazer quando você está no Canadá estudando/trabalhando e decide que é aqui que você quer ficar.

Melina_gabynocanada1

O Canada é conhecido pela sua política de imigração, e há menos de um mês eu e meu namorado conseguimos imigrar pra cá, vou contar um pouco da nossa trajetória até aqui.

Viemos como estudantes de inglês em Abril de 2011 com o programa de 3 meses de estudo e 3 meses de trabalho (study/work visa). Nossa intenção sempre foi de vir morar definitivamente no Canadá, mas não tínhamos idéia de como seria pois não sabíamos nada sobre os processos de imigração. Depois de finalizados os 6 meses de estudo/trabalho, renovamos nosso visto para um só de trabalho (work permit) por um ano; isso porque o Uira (meu namorado) conseguiu um trabalho na área dele (computação gráfica) e a empresa que ele trabalhava “patrocinou” a nossa estadia com um ano de visto de trabalho (isso é bem comum aqui).

Depois de um ano de trabalho – ele na área dele e eu como babá (sou fisioterapeuta e é um pouco mais complicado conseguir regularizar uma profissão da área da saúde; é possível, mas eu ainda não cheguei lá) -, renovamos o visto de trabalho e ao mesmo tempo já aplicamos para a Residência Permanente (similar ao Green Card dos EUA). Com a Residência Permanente (PR) o imigrante tem todos os direitos de um cidadão Canadense, porém ainda não pode votar ou ter passaporte canadense, que só acontece com a cidadania. Entenda o PR clicando aqui. Quando se aplicada para o PR, você tem vários programas que pode escolher de acordo com o que melhor se adequar a sua situação (leia mais aqui).

Conforme mencionei, nós tinhamos a empresa do Uira que assumiu o processo de imigração e neste processo o companheiro(a) e dependente(s) são inclusos (se no caso tivéssemos filhos, eles entrariam no mesmo processo). Como seria um passo muito importante, decidimos fazer com uma consultora de imigração. Até então, tínhamos feito todos os processos por conta própria através do site de imigração do Canada. Este processo é bem fácil e tem tudo passo a passo, mas dessa vez não queríamos arriscar e valeu muito a pena ter um profissional numa hora decisiva como essa. No nosso caso a ajuda de um profissional foi muito importante pois ela nos ajudou em tudo, inclusive conversar com a empresa e explicar direitinho sobre o processo e como eles iriam participar, deixando muito mais fácil pra eles (empresa) e passando todas as informações necessárias para que eles tivessem a segurança de fazer o processo.

A primeira visita à consultora de imigração foi esclarecedora, lá ficamos sabendo os tipos de imigração possíveis para o nosso caso. Também descobrimos que nós poderíamos ter imigrado através da minha profissão lá do Brasil mesmo caso eu tivesse um ano de experiência; como saí de lá praticamente depois de formada não foi possível fazer isso, mas seria uma ótima opção. Nós aplicamos através do PNP (Provincial Nominee Program) e o processo durou cerca de 8 meses (super rápido comparado com a média de 10-12 meses das outras categorias).

Em Julho desse ano conseguimos o PR e estamos nos estabelecendo cada vez mais aqui em Vancouver, agora procurando usufruir do que o governo oferece para novos imigrantes, principalmente na minha área. Estou focando no processo de validar o meu diploma aqui e me tornar uma fisioterapeuta licenciada. Para isso fui em uma reunião no Mosaic, o órgão do governo que auxilia novos imigrantes a conseguirem se estabelecer aqui. O Mosaic ajuda com tudo: aulas de inglês gratuitas, declaração do imposto de renda, plano de saúde, compra da casa própria, entre outros. Eu fui nessa reunião que era sobre novos imigrantes que ainda precisam se estabelecer profissionalmente, como o meu caso, e eles deram uma palestra inicial que explicava por cima como funcionava o programa Skills Connect for Immigrants Program. Algumas coisas básicas para participar desse programa são: estar no Canada por menos de 5 anos, sem trabalho ou trabalhando informalmente e ter inglês avançado; e, claro, ser Residente Permanente! Se você se enquadra nessa especificações o governo te dá um suporte passo a passo para tornar você um profissional atuante na sua área, ajudando desde o início com traduções de documentos, cursos de qualificações e equivalência (se aplicável) até o final na procura de um emprego, é bem completo.

Eu já havia me informado um pouco sobre como validar meu diploma de fisioterapia passo a passo. Com essa primeira orientação, eu entrei em contato com o orgão de Fisioterapia da British Columbia, me informando sobre os detalhes do processo no guia que eles diponibilizam.

Espero que tenha sido um pouco esclarecedor, lembrando que todos esses órgãos e estabelecimentos do governo são super acessíveis e o governo canadense precisa de profissionais da Fisioterapia aqui, então eles facilitam no que puderem nesse processo longo e burocrático.

Melina_gabynocanada2

Se vocês tiverem alguma pergunta para a Mel deixem um recado aqui no blog que ela vai tentar responder.

You may also like...

118 Responses

  1. Andressa disse:

    Oi Gabi, muito bom seu blog Estou com uma dúvida. Eu e emu esposo estamos como vocês, temos visto de turismo, mas queremos ficar. O que você indica agora no princípio? Visto estudo/trabalho já que nosso inglês não é fluente? E podemos fazer o processo todo já estando no Canadá?

    • Olá Andressa. Não sei qual o melhor caminho. Depende de vários fatores associados ao perfil de vcs. O ideal é que vc pesquise no site do cic.gc.ca ou contrate uma empresa que te ajude no processo. Eu tenho uma para indicar se vc não conhecer nenhuma. Boa sorte!

  2. Jocoelho disse:

    Olá! Li nesse post, que a Mel disse que se tivesse experiencia na area de fisioterapia, poderia migrar direto aqui do Brasil. Como isso funciona Onde devo procurar a respeito?

  3. Fabricio disse:

    Olá, Gaby! Estamos muito tentados em ir para o Canadá, mas gostaríamos de ir para atuar em nossas profissões. Eu sou professor de Inglês/Português e minha esposa é médica Clínica Geral/ Gastroenterologista. Vc saberia dizer qual seria o melhor meio para isso? Sobre a consultoria não-paga, é eficaz? Ótimas dicas no blog, parabéns!

  4. Suzanne disse:

    Oi, adorei o post! Me identifiquei muito pois eu e meu namorado estamos com os mesmos planos que a Mel e estamos cheios de dúvidas por onde começar! Já sou fisioterapeuta formada há 3 anos e no post fala da possibilidade de imigrar a partir da fisioterapia daqui mesmo do Brasil. Gostaria de saber se vocês tem alguma informação sobre como isso deve ser feito, que caminho tomar.. pois ja procurei bastante e as informações são bem confusas.
    Outra dúvida é sobre a consultoria de imigração, se vocês sabem aqui no Brasil como podemos conseguir isso.
    Estou no aguardo das informações, espero que possam nos ajudar!
    Beijos

  5. Lúcia disse:

    Amei seu post me tirou várias dúvidas, mas tenho uma que não consigo resposta estou no 3 ano de biomedicina e gostaria de saber se consigo validar meu diploma e fazer pós em genética sabe como devo proceder.

  6. Roberto disse:

    Oi Gaby tudo bem? Você poderia me ajudar em algumas dúvidas? Eu fui aceito no doutorado na Université Laval ficarei 4 anos no Quebec. Minhas dúvidas:
    1 – depois de 2 anos de permanência no Quebec eu posso requisitar minha residência permanente?
    2 – Eu começo no outono 2016, mas minha esposa terá que ficar no início por causa do apartamento, do carro que teremos que vender. Tem algum problema isso. Pois estamos de forma temporária e a Imigração pode estranhar isso? entende minha preocupação? Quero fazer as coisas certas, mas estou tentando colher informações. Indicaram seu blog. Se você puder me auxiliar agradeço muito. abraços.

    • Ola Roberto
      1. Não sei a resposta à sua pergunta. Não sei como funciona o processo de imigração com você sendo estudante. Não tenho conhecimento de nenhum processo que após 2 anos de estudo você possa aplicar para o PR. Você terá que ver suas opções no site no governo Canadense cic.gc.ca
      2 – Eu acho que eles não vão estranhar não Roberto, pelo contrário é super comum uma parte da família vir antes e depois que tudo estiver organizado a outra parte vir. Eu fiz assim (eu vim antes e depois meu marido) e não tivemos problemas.
      Espero que tenha ajudado.
      Boa sorte com tudo!

  7. Jaqueline Oliveira disse:

    Oi Gabriela tudo bem, me interesso também pela imigração, sou fisioterapeuta, e claro gostaria de ir trabalhar na minha área, soube de um programa do governo Canadense para imigração nesta área você tem alguma informação sobre isto? Sabe se podemos imigrar somente com noção do francês?

  8. Filipe Leal disse:

    Olá.
    Estou pesquisando sobre o Curso de Fisioterapia, graduação no Canada, porém não encontro nada específico. Pode me ajudar? sabe como funciona para um brasileiro estudar, fazer uma graduação lá?

    • Fisioterapia é mestrado Filipe. Se não me engano você faz uma graduação em ciências do exercício ou cinesiologia e depois precisa fazer um mestrado ou um curso de especialização para se tornar Fisio. Um loooongo caminho!

  9. Andressa disse:

    Olá,
    Li bastantes posts do seu blog, porém ainda não tive tempo de ver tudo.
    Minha maior duvida é:
    Vou como estudante de college, meu noivo vai como acompanhante. Ele pode trabalhar? Vão dar um visto de estudante?
    No caso da MEL, eles tambem não estavam casados. Existia uma comunhao instavel?
    Outra coisa, após um ano full time trabalhando pode aplicar para a Residencia permanente,ok. Porém pode ser um emprego que nao seja na area? No caso, em loja ou algo do tipo?

    Agradeco muito se puder me responder com o que sabe 🙂
    Abs e parabens pelo blog.

    • Ola Marina. Para que seu noivo tenha visto de trabalho vocês precisam ser casados. Quanto a residência permanente, depois que vc conseguir pode trabalhar no que quiser. Para mais informações veja o site do governo Canadense: cic.gc.ca Beijos e obrigada pela visita ao blog

  10. João H. disse:

    Olá, vi que recebe muitas perguntas um tanto parecidas. Mas na verdade todos antes de sair do Brasil tem a necessidade de estar convicto neh?! =D. A minha é em torno do visto, farei um college de 1 ano, possivelmente estenderei o visto entrando em outro college no final do primeiro, a questão é se existe uma possibilidade consideravel de conseguir um residencia permanente sem voltar ao Brasil?

  11. Jerusa disse:

    A/C Mel
    Sou fisioterapeuta e pretendo ir para o Canadá, é necessário ter fluência nos 2 idiomas? Inglês e francês, para validar o diploma? Como inicio esse processo aqui do BR??

  12. Thomás Philipy cortes stele disse:

    Eu vou formar nem dezembro em engenharia de produção. Queria saber como posso fazer pra imigrar pro canada validando meu diploma. Obrigado!

    • André Hélio disse:

      Se não me engano Thomas, Engenharia de Produção é uma das engenharias que não é regulamentada. Mas você pode sim fazer a validação, mas aconselho tentar pegar experiência de trabalho para ficar com uma pontuação melhor no EE. Abraços!

  13. servilho araujo disse:

    Ola, eu gostaria de saber, si consigo um emprego de motorista Rodoviario de transporte de Passageiro, ai no canada, pois tenho 17 anos que trabalho nesse ramo, e caro tenho sonhos de mora no canada, seria facil conseguir? Que Deus abençoe vcs.

  14. Cassio disse:

    Ola bom dia, vi seu site é achei bem legal as informações que vc passa, tenho uma duvida, digamos que eu não more no canada, nem tenha residencia permanente, ainda estou no Brasil, eu posso comprar uma casa no canada e caso isso seja possivel uma casa propria vai me ajudar no processo para obter o PR?
    Obrigado.

  15. Rafael disse:

    Olá tudo bem?Primeiramente Parabéns pelo blog,gostaria de saber qual foi o curso de 3 meses de ingles que a Mel fez que da direito a 3 meses de trabalho se por gentileza poderia passar o nome da escola onde ela fez o curso desde ja agradeço fico no aguardo att Rafael.

  16. Tatiana Camolesi disse:

    Boa noite Gabi, parabéns pelo seu blog!!!
    Sou físico com 14 anos de experiência e meu marido e engenheiro civil. Pretendemos nos mudar para o Canada. De que maneira vc nos aconselha proceder para conseguirmos vistos de trabalho e até mesmo um trabalho??? E qto a validação de nossos diplomas??? Muito obrigada, Tatiana

    • Olá Tatiana. Vocês devem ir no site do governo canadense e ver como vcs podem aplicar. Para validação do diploma, entrem nos sites das associações canadenses das suas profissões para ver como funciona. Boa sorte!

  17. Rhuana disse:

    Oi linda tudo bem? Bom em outubro irei para Vancouver tentar viver o sonho canadense, sou casada tenho 23 anos e eu e meu esposo nos planejamos para conseguir realizar esse sonho, minha idéia é conseguirmos um college de 2 anos em Vancouver e no decorrer desse tempo conseguir o visto permanente. tem alguma idéia que você possa nos dar? Desde já obrigada Beijos no coração

    • Edson disse:

      Olá tudo bem? Por favor me ajudem a tirar algumas dúvidas, não tenho parentes no canadá então tenho que perguntar as pessoas que eu acompanho, Em outubro irei fazer um college em Vancouver, minha esposa e eu estamos ainda decididndo se ela irá de vez para ficar comigo pois aqui no Brasil a vida não esta fácil como vocês bem devem imaginar, minha esposa trabalha em uma empresa aqui, somos do interior do estado do Rio de Janeiro, Campos dos Goytacazes, e minha dúvida é, vale a pena irmos juntos? pois nosso medo é que não consigamos emprego ou algo parecido e dê alguma coisa errado, se ela for comigo vai pedir demissão e vamos vender o carro… Mais também achamos que o casal que batalha junto cresce junto, temos 8 anos de relacionamento e será difícil a distância ainda mais indo para um país onde não conhecemos ninguém, aqui a minha área é Mecânica industrial e a dela é administração, no total conseguimos juntar 20 mil reais, pagando o college, visto e pasagens, sobrará 4 mil dólares, isso está nos deixando muito preocupados, se alguem puder nos da uma luz quanto a preço das coisas, e quanto a emprego e conselhos agradecemos. Agradeço pela Ajuda conto muito com a opinião de vocês. Deus os abençoe.

      • Olá Edson. Acho que esta pergunta é muito pessoal e cabe ao casal decidir o que deve fazer. Eu sou sempre a favor de “estar junto”, mas esta é uma opinião minha, pessoal. Boa sorte na sua escolha!

  18. Fernando disse:

    Olá Gaby! Tudo bom? Muito bom o seu blog. Parabéns!
    Já estive no Canadá algumas vezes e pretendo junto com minha esposa imigrar. Sou fisioterapeuta e queria tirar a dúvida com voce ou com sua amiga Mel se compensa dar entrada no processo de equivalência aqui no Brasil, visto que é um processo demorado ou se é mais fácil aplicar para o PR e depois fazer a equivalencia. Estou fazendo curso de frances para imigrar à provincia de Quebec pois pelo que pesquisei estão precisando de mais pessoas da minha área. Gostaria de saber como é a oferta em Vancouver pois ainda é a minha cidade favorita.
    Obrigado pela atenção
    Bjos

  19. Karynne Dutra disse:

    Oi Gabriela….nossa amei seu blog!!!! Primeira vez aki! Parabens pelo sucesso!
    Estou vendo os comentarios nesse post e vc disse q iria fazer uma segunda parte sobre seu processo de imigracao, vc chegou a fazer esse segunda parte? E vc tmb falou sobre um post sobre validacao de diploma q uma amiga sua iria fazer…chegou a fazer esse tmb?
    Estou passando por esse processo, vendo como imigrar, validacao de diploma etc…
    De qq forma muito obrigada pela sua atencao! 😉 e parabens mais uma vez!

  20. Felipe disse:

    Estou no Canada estudando inglês. É possível conseguir daqui e começar trabalhando em lojas?

  21. Ferdinando Pismel disse:

    Prezada Gabriela

    Parabéns pelo seu blog muitíssimo interessante cheio de informações.

  22. Ana disse:

    Ola, alem das outras exigências, existe um tempo minimo como residente temporário pra eu aplicar para PR? Tentei encontrar essa informação no CIC mas não estou certa de que encontrei.
    Muito grata.

  23. Gabrielle disse:

    Olá! Mel sou Gabrielle Fisioterapeuta casada com dois filhos. Bom, tb estamos pensando em sair fora do Brasil, e como disse eles precisam bastante de físico aí. Gostaria de saber melhor como seria este processo p validar, como realmente seria a melhor forma de tentar conseguir a PR. Valeu!

    • Ola Gabrielle. Estou escrevendo uma série de posts sobre o meu processo de imigração e espero que sejam úteis para você decidir qual processo aplicar. Aguarde que a Parte 2 sai esta semana.

  24. Bruno disse:

    Parabéns, Gabi! To chegando agora, no Quebec, tenho PR e vou tentar a regulamentação do meu diploma( fisioterapia)O que você pode me sugerir?! Bjs Bruno

    • Olá Bruno. Eu não validei meu diploma e não sei como é o processo. Mas tenho uma amiga que fez e ela concordou em escrever um post sobre isso aqui no blog em Setembro. Então aguarde um pouco que terei a resposta pra sua pergunta. Abraços

  25. Lisiane disse:

    Oi Gabi!
    Gostaria de saber mais detalhes do processo de validação do diploma para profissionais da área da saúde.
    O link que a Mel fala do passo a passo está expirado…
    Seria possível eu conversar com ela também?
    Já pesquisei em inúmeros locais, mas continuo com algumas dúvidas…
    muito obrigada!

  26. Juliana Rangel disse:

    Ola gaby, na verdade tenho uma pergunta para a mel.
    Queria saber se ela fez algum curso e saber como é a prova de validação do diploma de fisioterapeuta ai no canada. O passo a passo já sei. Mas queria saber se é difícil e como me preparar. obrigada pela atenção!!!

  27. Fran disse:

    Oi Gabi! A Mel tem instagram? Estou indo para a Vancouver e seria legal acompanha-la pelas redes! Obrigada! Beijos!

  28. FABIO RODRIGO RIBEIRO DE ALMEIDA disse:

    Oi Gabriela. Muito obrigado pela resposta. Porém vou incomodá-la um pouco mais… rs
    Escrevi para Patricia Nathan e ela ainda não me respondeu. Você sabe se ela responde rápido ou se continua respondendo por e-mail, ou é só por telefone? Na verdade Gabriela, como falei anteriormente, minha intenção é conseguir a carreira policial, mas lógico, primeiro tenho que chegar aí. Estava pensando em de repente fazer como a maioria. Ir como estudante, depois conseguir um visto de trabalho em qualquer coisa, depois correr atrás da RP, para só depois ir em busca da carreira policial. Já estou querendo vender tudo aqui para levantar o máximo de dinheiro que conseguir. Na verdade não tenho muita coisa, mas tenho uma casa, um carro, uma moto uma uma certa quantia no banco, mais outras fontes onde posso levantar mais alguma coisa. Qualquer província me interessa. Porém nas pesquisas que faço as pessoas sempre falam das províncias principais. Eu iria para qualquer uma. Você poderia me dar umas ideias para onde eu poderia imigrar? De preferência alguma que me possibilite no futuro ingressar na carreira policial. Já assistiu ao vídeo daquele brasileiro que se tornou policial no Canadá? Acho que o nome da cidade é Hamilton. Estou precisando demais da sua ajuda e dos seus conselhos. Ainda não sei nem por onde começar. Qual meu primeiro passo para por exemplo poder ir como estudante, caso essa seja a melhor opção?

    Muito obrigado mais uma vez.

    • Gabriela disse:

      Ola Fabio.
      Desculpe mas eu não sou a pessoa certa para dar conselhos quanto a imigração, quanto a ser policial e melhor província. Eu sou estudante aqui na área da saude e trabalho como pesquisadora em um hospital. Não tenho muito conhecimento sobre o processo de imigração. Se vc quiser estudar – pós-graduação – tenho 3 posts aqui no blog com dicas sobre “como fazer pós-graduação fora do Brasil”. Quanto a estudar inglês não tenho muitas dicas porque não vim para cá estudar inglês, então não sei qual o processo. Como te falei na outra mensagem dá uma olhada no site do governo Canadense que é lá que vc vai encontrar as respostas mais seguras pras suas perguntas http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/index.asp 🙂

  29. FABIO RODRIGO RIBEIRO DE ALMEIDA disse:

    Olá. Muito esclarecedor o site de vocês. Estão de parabéns.
    Bem, sou POLICIAL RODOVIÁRIO FEDERAL há 5 anos, tenho formação em DIREITO e TECNÓLOGO EM GESTÃO EM SEGURANÇA PÚBLICA. Tenho 32 anos, sou casado (minha esposa tem 34 anos) e tenho 2 filhos (1 ano e 2 anos). Meu inglês é intermediário e o da minha mulher é nulo. Na verdade, desculpe a franqueza, acho que não suporto mais viver no Brasil. Minha profissão aqui é muito perigosa e sem nenhum reconhecimento tanto por parte do governo quanto por parte da própria sociedade. Gostaria de tentar uma vida nova em algum outro lugar e o lugar que mais me atraiu foi o Canadá. Eu moraria sem problema algum em qualquer região deste país. Gostaria de saber como eu poderia ser policial aí? Se minha experiência profissional ajudaria no processo? Minha intenção é entrar com uma licença sem remuneração a que tenho direito por 2 anos prorrogáveis por mais 2 anos. Caso não dê certo volto ao Brasil e retomo meu emprego. Procurei naquela lista de empregos e não vi nada relacionado à segurança pública. O que você sugere? Como posso dar meu primeiro passo?

    Grande abraço.

    • Gabriela disse:

      Ola Fabio. Obrigada pelo recado e visita ao blog. Eu não sei a resposta para sua pergunta mas o ideal é que vc entre no site do governo Canadense cic.gc.ca e faça um teste que eles tem lá na section immigration para ver em qual categoria vcs poderiam aplicar. Minha dica é que vcs venham para cá antes (por exemplo, estudar inglês) e ver se gostam mesmo do país. Acho que se vc tem essa intenção de começar uma nova vida o Canada é uma otima opção. Desculpe não ter muitas dicas mas vamos nos falando por aqui ou pelo facebook do blog e se souber de algo eu te escrevo. Abraços

  30. Tha disse:

    Gaby, tudo bem? Eu sou fisioterapeuta autônoma formada e atuando desde 2006, trabalho com RPG e disfunções temporomandibulares e minha pós foi em ortopedia. Estou retomando meu inglês básico esse ano. Acredito que não seria nada para agora, estou com 32 anos, solteira e sem filhos. Acha que tenho chances no mercado de trabalho aí no Canadá pelo resumo que fiz?
    Se puder me ajudar tirando essa dúvida ficarei muito contente! Parabéns pela iniciativa! Beijos! Tha

    • Gabriela disse:

      Ola Tha. Obrigada pelo recado e visita ao blog. Eu não trabalho como fisioterapeuta aqui, então é dificil pra mim responder sua pergunta. Se vc tem interesse em imigrar já vai se preparando, algumas coisas que eu acho que vc deve ir fazndo: (1) entre no site do governo Canadense e veja qual categoria vc poderia imigrar cic.gc.ca (2) veja o que é necessário para validar seu diploma de fisioterapeuta e poder trabalhar aqui (vc não poderá trabalhar sem validar o diploma – existe um processo que envolve traduções e provas e vc deve informar-se, eu não sei pois não trabalho como fisio) (3) focar no inglês e, quem sabe, planejar uma viagem para cá para estudar inglês por um tempo para vc conhecer o país (se ainda não conhece) e ter certeza que seria bom pra vc morar aqui, se vc iria adaptar-se, etc.
      Espero ter ajudado. Beijos e não deixe de curtir o blog no facebook https://www.facebook.com/GabynoCanadaBlog

  31. Carlos disse:

    Olá, eu gostaria de saber se caso eu fizer intercambio de 1 ano (Study + Work), se antes do meu visto de estudante expirar, e caso eu tenha arumado um trabalho fixo, se posso mudar meu visto de estudante para Trabalho e entrar com o pedido do PR? agradeço desde já.

    • Gabriela disse:

      Olá Carlos. O processo de PR é mais complexo e envolve mais do que trocar de visto. Para maiores informações veja o site do cic.gc.ca Eu acredito que o programa study + work acabou! Mas de uma checada no site que passei que é do governo e tem informações completas! Boa sorte!

  32. Thiago Fragoso disse:

    Oi, Gabriela.
    Sobre o inglês foi só um comentário, falamos bem mas acho que ainda não ao nível de fazer o teste, que até já estamos buscando uma maneira de testar não-oficialmente. A nossa dúvida maior é tentar conseguir o PR daqui, ou fazer o W&S e buscar aplicar por aí, como fez a melina…

    Obrigado pelo apoio!!

  33. Thiago Fragoso disse:

    Gabriela e Mel, excelente post e blog, nos ajuda muito!
    Bom, sou do Rio, formado em Marketing e minha esposa é formada em Fisioterapia e ADM. Estamos pensando em imigrar pro Canadá por saber/achar que ele facilitam a vida pra quem é profissional em uma área que eles precisem, e claro, por buscarmos uma vida mais justa e menos violenta. Tivemos a oportunidade de morar nos EUA juntos e a vontade de viver tanto nos EUA como no Canadá aumenta a cada minuto. Temos 31 anos, falamos inglês e seguimos estudando para aprimorar mais e tudo que eu li acima nos deixou ainda mais animados. Agora venho eu com as perguntas: Minha esposa é Fiosio e Adm e eu sou do Marketing e trabalhei também com vendas minha vida toda. Que tipo de processo imigratório vocês nos aconselham a fazer? Vi que o pessoal costuma fazer/tentar o PR aqui mas também muita gente faz o tal 6 meses estudando e mais 6 trabalhando, o que também me agrada. Enfim, já virei fã do blog e estarei atento sempre aqui e, se bem conheço minha esposa, ela entrará em contato com vocês por todos os meios possíveis! rsrs

    ah, nos formaremos no meio de 2015 no inglês, mas como o processo demora um pouco, vcs nos aconselham dar entrada logo agora?

    Obrigado mais uma vez!!!

    Thiago

  34. Angelica disse:

    Boa tarde, gostaria muito que voce entrasse em contato comigo para conversarmos sobre possibilidade de emprego, sou fisioterapeuta e gostaria que voceme esclarecesse alguma duvidas!

    desde ja agradeco

    • Gabriela disse:

      Olá Angélica! Obrigada pela visita ao blog. Apesar de ser fisioterapeutas eu não trabalho aqui com isso e sei muito pouco. Se quiser fazer perguntas pode fazer pelo blog ou pelo facebook do blog! Obrigada

  35. Bruna disse:

    Olá! Então sou brasileira e estou há mais de 2 anos nos estados unidos! Gostaria de saber qual o jeito que posso entrar no canada e ter a possibilidade de pegar esse PR. Sou casada com um francês! No meu caso eu sou formada em jornalismo e ele não possui diploma! Como podemos fazer?? Estamos tentando começar nossa vida para ficar de vez no Canada! Obrigada desde já pela ajuda.

    • Gabriela disse:

      Olá Bruna! Da uma olhada no site cic.gc.ca que lá tem varias opções sobre imigração e vc pode até fazer um teste para ver se suas características se enquadram no que o canada quer! Boa sorte e obrigada pela visita ao blog

  36. Kikas disse:

    Ola Melina sera que podes conversar um pouco sobre a imigraçao em Canada pois pretendo imigrar pra la daqui a meses e preciso da sua ajuda, Por antes sou Angolano de 20anos so tenho ainda medio concluido, o se for possivel Adiciona me no seu Fbook meu é (Kikas Pedro M).

    A minha Questao é seguinte:
    -Pretendo vir em Canada daqui a meses, com um visto de permit Study, porem farei inscriçao num Institudo apenas pra lingua ainda e ele iram me fornecer documnto pra obtençao de Visto de Estudante com duraçao de 1ano…
    -Em Canada estarei na Provincia de Alberta, e ficarei na casa dons familiares que ja tem residencia permanente, Entao normalmente quero estudar mais, estudar como estudante internacional è muito caro é dubro ou tripulo dos nacional e nao ha possiblidades financeiras pra estudar com um internacional, Com meu visto de 1ano vou estudar 3 meses de ingles e pra ir a faculdade agora terei de imigrar e ter residencia permanente so assim conseguirei pagar e estudar avontade…

    -Ai surge a pergunta, é possivel ou nao? sei que nao ha nada impossivel, Mais isso sera possivel? em que posso vou me adirir afinal imigrar pra estudar trabalhar legal ou ilegalmente?

    -Sera que aquela familia como residentes podem me apandrinhar?
    -Entao farei ajudam me disso, espero a vossa resposta aqui, ou seja melhor no meu facebook que é Kikas Pedro M, estou em Online no fbook qualquer hora e momente ate mais beijo

  37. Michel disse:

    Obrigado Gabriela…. 😉 vou planejar tudo, para no máximo ano que vem já ir. E vou continuar aqui lendo seu blog…
    Sucesso ae para você.

  38. Michel disse:

    Ola Gabriela, entrei no seu blog e estou preso nele, gostei muito das suas informações e graças a Deus alguém escreveu algo legal.
    Gabriela, sou casado e sou formado em finanças, minha esposa é cabelereira e temos uma filha de 2 anos, eu estou planejando entrar pelo processo de rp de quebec, porem esta demorando em torno de 2 a 3 anos, eu sou prioritário e minha área diz ser de mta demanda no canda. Não sei se aguento ficar 3 anos esperando o processo, pois tenho q continuar a vida, então pensei em ir da mesma forma que a Mel fez, estou pensando em entrar com minha esposa e filha com o visto de estudo e trabalho e tentar o rp assim q os 6 meses passarem. Você acha muita loucura? me de sua opinião.
    Obrigado.

    • Gabriela disse:

      Ola Michel. Obrigada pelo recado e visita ao blog. Sobre ser loucura, eu não acho… mas tbem não tenho filhos então não sei. Acho que se fizer tudo certinho não é loucura, basta ser algo planejado e focado! 🙂

  39. Ricardo Gonçalves disse:

    Ok Gabriela!, mto obrigado por responder.
    Vou continuar buscando mais informação a respeito, mas de qualquer forma agradeço por ter respondido!.

    Ricardo

  40. Ricardo Gonçalves disse:

    Olá Gabriela, tudo bem?

    Eu e minha esposa temos planos de imigrar para o Canada e encontrei o seu blog na internet fazendo algumas pesquisas. A minha esposa é formada em “adm.” e eu sou engenheiro elétrico. Sei que a minha profissão não está na lista de demanda e parece que a da minha esposa também não está (no caso se aplicarmos pelo Federal, mas para Quebec “adm.” está na lista). Como temos esse desejo de morar no Canada, nos surgiu essa idéia de aplicar para um estudo e trabalho e depois tentar uma RP lá. Você acha arriscado fazermos dessa forma: A minha esposa vai com um visto de estudo e eu com uma permissão pra trabalho? E depois, tentarmos a RP por lá?. Será que corremos o risco de a RP ser negada e termos que voltar?. O problema que pra fazermos isso, teremos que vender o apto e se desfazer de tudo aqui. Tenho medo de não conseguir a RP e ter que voltar. Nos temos 2 filhos (1 de 4 anos e outro com 2 meses), no caso deles, eles tem direito a escola?. Gostaria muito, se possível, de saber a opinião de você.

    Desde já, agradeço pela atenção.

    Parabéns pelo blog!

    Ricardo

    • Gabriela disse:

      Olá Ricardo! Obrigada pelo recado e visita ao blog. Infelizmente é difícil dizer se vcs vão conseguir ou não… Eu não sei! Acho que cada caso é um caso mas o ideal seria mesmo tentar no Brasil para só vir (e vender tudo) quando já tivesse o documento na mão! Quanto a escola eu não sei se vcs conseguiriam… Informe-se com alguém que tenha filhos (e depois me avise porque eu realmente não tenho nenhuma ideia). Desculpe não ter uma resposta certa! Boa sorte e vamos nos falando! Gaby

  41. Laura Arantes disse:

    Oi Gaby / Mel, tudo bem? Amei o post e gostaria de algumas opiniões da Mel.

    Eu e o meu namorado estamos pensando em nos mudar para o Canadá e como você, gostaríamos de nos mudar para Vancouver. Estou pesquisando no site do governo canadense e em todos os blogs possíveis sobre o processo.
    Me formei há 1 ano em biomedicina mas não tenho experiência na área, já meu namorado é formado em administração e tem experiência há mais de 2 anos, que é o tempo mínimo exigido para a imigração ne?
    Hoje também vi que precisa comprovar uma renda anual para conseguir se mudar para o Canadá. No caso do meu namorado, ele tem a quantia necessária mas eu não. Ele já fez o teste online e o resultado foi que ele é elegível para se mudar, isso já é bom. Se ele conseguir a imigração, existe um visto de sponsorship certo? que é uma opção que estou cogitando.
    A outra opção seria fazer o mesmo programa que a Mel fez, 3 meses estudando e 3 meses trabalhando e depois, com ele trabalhando la, conseguir o visto para continuar no Canadá. Ja fiz intercâmbio de 3 meses de trabalho para os EUA e amei.
    Gostaria de saber por qual agência você fez, qual foi o programa para que eu possa pesquisar, pois me interessei bastante!
    Obrigadaaa, beijos!!!!

    • Gabriela disse:

      Ola Laura! A Mel é a melhor pessoa para responder. Obrigada pelo recado e visita ao blog. Beijos

    • Mel disse:

      Oi Laura, que bom que gostou do post, pode deixar que te ajudarei no que puder 😉
      A minha experiência com imigração foi através da empresa do meu namorado, sendo que declaramos união estável e os dois conseguiram a residência através disso. Nesse caso a gente já tinha uma proposta de emprego, já que a profissão dele não estava na lista de profissões elegíveis para imigrar (http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/apply-who-instructions.asp?expand=jobs#jobs).

      No caso de vcs seria a mesma coisa, mesmo com a experiência dele a profissão dele não esta na lista, então a forma de aplicar para imigração seria mesmo através de uma oferta de emprego (o que exigiria um nível de inglês avançado) ou então fazendo como eu fiz: vem estudar um tempo com visto estudo/trabalho e quando chegar a hora de trabalhar, conseguir um trabalho que possa ajudar vcs a ficarem por aqui.

      Claro que estou falando tudo isso de forma leiga, não sei nada de imigração a não ser o que aconteceu com a gente e olha que ainda tivemos uma consultora trabalhando no nosso caso então tem muito detalhe que eu não saberia explicar. Já ouvi dizer bastante que a dificuldade em conseguir imigrar depende muito da província que vc escolhe ir sendo a que estamos (British Columbia) uma das mais complicadas/requisitadas para imigrantes, ou seja, mantenham as portas abertas para outros lugares que interessem a vcs, pois provavelmente vai ser mais fácil o processo!

      Nós viemos pra ca através do Canada Para Brasileiros (http://www.canadaparabrasileiros.com), eles deram uma força na hora de conseguir achar escola. Não aceitamos homestay como moradia pois ia ficar muito caro e íamos ficar “presos” por um mês num lugar que tinha chance de não ser bom, foi uma ótima escolha pois ficamos num hostel do lado da escola por 15 dias e logo achamos um lugar legal pra morarmos. Outra dica que posso dar é não aceitar que a escola ajude vc com o job search, é bem tranquilo conseguir trabalho por aqui e vc não precisa pagar mais caro por isso quando se tem craigslist (http://vancouver.en.craigslist.ca) 😉

      A consultora que nos ajudou com a imigração foi a Patricia (http://patricianathan.com), sei que ela auxilia desde a hora de decidir vir pra ca então vale a pena entrar em contato e ver as possibilidades, lembro que antes da gente falar com ela não tínhamos noção nem que existia mais de uma forma de imigrar…

      Fique a vontade pra fazer mais perguntas ou se esqueci de responder alguma coisa pode perguntar de novo tb! Espero ter ajudado, ja tenho teu contato, podemos falar por email 😉

      Beijos,

      Mel

  42. Rachel Coelho disse:

    Olá, achei super maneiro esse blog Gabi e esse post da Mel só fez aumentar minha vontade de morar no Canadá! Também sou fisioterapeuta e tenho muitas dúvidas de como o validar meu diploma aí! Peguei seu contato Mel e vou mandar uma email pra você com minhas dúvidas e se possível, me dar umas orientações 😉
    Parabéns pela página e pela simpatia de você :*

  43. Luana disse:

    Oi Gabriela, tudo bem? Parabéns pelo blog e pelos posts, são muito bons e esclarecedores! Achei o máximo o Post da Mel sobre fisio…que é minha profissão também! Sem falar na simpatia e disponibilidade de vocês duas em ajudar.
    Bom, eu vi que você está faze do PhD em Toronto e vi também num comentário seu que você falando do que o visto de PhD permite. Eu seique tem um work permit part time e que o conjuge tem direito a work permit fulltime.
    Eu estou com quase tudo resolvido pra fazer um estágio do meu PhD em biotecnologia em Toronto por 6 meses ano que vem, só que é pelo ciência sem fronteiras, então voltaremos ao Brasil pra eu defender o PhD e passar 6 meses aqui como mandam as leis…
    A questão é, eu gostaria de ficar na área acadêmica, na pesquisa…e pretendo fazer um pos-doc aí em 2015 quando terminar o PhD. Você sabe se o pós doc tem os mesmos “direitos” a work permit que o PhD? É tranquilo arranjar um emprego como professor assistente ou trabalhar como pesquisadora mesmo, enquanto reconheço minha profissão?
    Se não for abusar da sua boa vontade, tem algum email ou outra forma de contato que possa falar contigo?
    Super obrigada!! Um abraço!
    Luana

    • Gabriela disse:

      Ola Luana! Obrigada pela mensagem. Eu não sei como funciona o post-doc mas imagino que seja semelhante ao doutorado (visto de estudante). Sobre contato vc pode mandar mensagens via facebook do blog (que são privadas). Vamos mantendo contato por lá ou por aqui! Beijos

  44. Klara disse:

    Amei o post, ajudou demais para quem está querendo informações sobre as profissões no Canadá!!
    Estou cursando fisioterapia e tenho muito interesse em imigrar para Vancouver também. Queria ir logo após a conclusão e tentar uma pós-graduação, você acha que assim é mais fácil validar meu diploma? Ou vai ficar muito caro? Ou realmente é melhor ter 1 ano de experiência aqui no Brasil?
    Meu namorado é formado em Administração e vi que essa área é bem ampla e fácil de conseguir emprego, é verdade?

    Obrigada e aguardo resposta.
    Beijos Mel e Gaby

  45. Janete disse:

    Obrigada pela resposta Gaby! Tenho só mais uma dúvida…eu fiz iniciação científica durante a faculdade mas não tenho nenhum artigo publicado. Conversando com uma professora que tem colaboração com a universidade de alberta, ela me disse que sem artigo publicado fica muito difícil ser selecionado para uma vaga de mestrado no canadá e que eles querem mesmo é alunos de doutorado. Ela acha que se eu for fazer mestrado, é melhor fazer aqui e ir para o canadá só no doutorado. Vc saberia me dizer se é assim mesmo? Sem artigo publicado é quase impossível ser aceito no mestrado? Tem muitos alunos que fazem o mestrado e seguem para doutorado ou a maioria chega só no doutorado mesmo?

    • Gabriela disse:

      Olá Janete! Nem no mestrado do Brasil eu conseguia entrar sem publicação. O ideal é mesmo fazer o mestrado ai e quem sabe conseguir uma bolsa pra Vir fazer a pesquisa. Acho difícil dar dicas porque cada Instituição e curso é diferente! Acho que tem mais alunos internacionais de doutorado porque o valor é alto e vale mais a pena pagar por um doutorado! Beijos

  46. Janete disse:

    Oi Gaby! Muito legal seu blog! Parabéns pela iniciativa!
    Sou recém formada em farmácia e fiz um curso de inglês em Toronto no começo do ano. Gostei muito de viver nessa cidade e pretendo voltar, mas estou em dúvida se faço uma pós ou college.
    Gostaria de saber quais são as oportunidades de trabalho para quem faz mestrado e doutorado, pq é preciso ter uma experiencia de trabalho para poder aplicar para o processo de imigração. Acho que o mestrado seria melhor para complementar minha formação, mas mesmo com pós, não poderei atuar como farmacêutica sem o registro, por isso pensei na alternativa de fazer um college tb, que talvez não complementaria tanto, mas seria mais fácil me inserir no mercado.
    É bom ter opções mas é um investimento alto, então tenho que ver muito bem antes de decidir.
    Obrigada!

    • Gabriela disse:

      Ola Janete! Obrigada pelo recado e visita. Nao sei quanto ao Mestrado, mas no PhD eu Tenho a oportunidade de Trabalhar part-time Como pesquisadora e Ainda dar ainda dar aulas na universidade como professora assistente. Tudo isso faz com que minha experiência canadense se enriqueça. Ainda, penso em fazer um fellowship e trabalharei como full-time researcher por 1 ano. Como quero ficar nesta área de pesquisa/acadêmica, isso é otimo! Se vc quiser algo mais voltado para atuação/ trabalhar com pacientes, penso que o college seja a melhor opção. Boa sorte e espero ter ajudado

  47. Daniela Brandão disse:

    Olá Melina,
    Tenho 26 anos, sou casada e tenho uma filha de 5 anos. Eu e meu marido gostaríamos de imigrar para o Canadá e tenho dúvidas de como fazer isso. Ambos somos publicitários, porém não trabalho na área e ele é designer gráfico. Eu topo trabalhar com qualquer coisa.
    Qual sua opinião? Você acredita que seja possível pra gente a imigração? Qual a melhor maneira?
    Obrigada!

    • Gabriela disse:

      Ola Daniela! Vc recebeu minha mensagem? Eu escrevi uma mensagem enorme respondendo a sua pergunta, mas nao aparece aqui! Da uma olhada num post de amigos sobre imigração! Acho que tudo é possivel! 🙂 Beijos

    • Mel disse:

      Oi Daniela,

      Estou respondendo seu email, pode contar comigo que ajudarei no que puder 😉

      Fique a vontade de me escrever de novo por aqui, facebook (Melina Medeiros) ou email (medeirosmelina@hotmail.com).

      Abraço,

      Melina

      • Gabriela disse:

        Obrigada Mel! Seu post fez o maior sucesso aqui no blog. Fique a vontade para escrever mais quando quiser. Beijos querida! 🙂

        • Mel disse:

          Obrigada Gaby, é só convidar, será um prazer! Só preciso de um tema, tem tantos né?! Pode contar comigo, adorei dividir minha experiência e ajudar nem que seja um pouquinho a esclarecer as dúvidas do pessoal 😉
          Beijão

  48. Angelica Lima disse:

    Olá, Mel!

    E e meu namorado temos muita vontade de imigrar para o Canadá também, acho que um programa deste study/work como vocês fizeram seria muito bom pra gente, até porque são 6 meses para conhecer o lugar e experimentar viver aí antes de tomar a decisão final.

    Gostaria de saber com que agência de intercâmbio fizeram este programa? Ah, e mais uma coisinha kkk Como funciona esse programa? O estudo é de língua inglesa ou pode ser um outro curso relacionado a sua área de atuação.

    Obrigada pela atenção!

    Sucesso pra vocês aí!

    Beijos

    PS: Gaby, parabéns pelo blog! Cada dia melhor! Beijos

    • Gabriela disse:

      Ola Angelica. Que bom que vc deixou um recado… a Mel é um amor e esta respondendo todo mundo… vou dar um toque para ela que tem mais recadinho! Boa sorte para vcs! Beijos

    • Mel disse:

      Oi Angelica,

      Que legal que vcs estão pensando em vir pra cá, sou suspeita pra falar mas pra gente valeu e esta valendo muito a pena!

      O programa que fizemos não precisamos de nenhuma agencia, apenas um despachante para ajudar-nos com o visto (hoje em dia vc pode fazer isso pela VAC – http://www.csc-cvac.com/pt-BR/selfservice/cvac_welcome ), mas entramos em contato diretamente com a escola de inglês (escolhemos a mais em conta na época, pesquisando em sites de intercambio), mas é possível sim vir para estudar na sua área, só precisa ter o inglês exigido, na verdade se seu inglês é bom aconselho vir sim pra um curso mais voltado pra sua área, assim pdoerá ja trabalhar na área e fará contatos durante os estudos 😉

      No caso de estudo na sua área, nem todos os colleges e instituições te disponibilizam o visto de trabalho vinculado com o estudo, mas posso te ajudar a descobrir isso, qual a tua área e do seu namorado? Quanto tempo de curso pretendem fazer (caso não seja o de inglês)?

      Se quiser saber mais detalhes ou conversar melhor sobre isso fique a vontade de me escrever de novo por aqui, facebook (Melina Medeiros) ou email (medeirosmelina@hotmail.com).

      Abraço,

      Melina

  49. Pamela C. disse:

    Olá, Mel.
    Adorei o seu depoimento!
    Eu e meu namorado vamos para Toronto em Março de 2014 para fazer o programa de estudo e trabalho de 1 ano (6 meses de estudo e 6 de trabalho) e nosso sonho é imigrar. A verdade é que tenho muitas dúvidas de como fazer isso, principalmente com relação a conseguir um emprego ai.
    Gostaria muito de conversar com você e tirar essas dúvidas… vou te mandar um e-mail para te passar mais detalhes, tudo bem? Quem sabe até podemos nos falar por skype 😉 rsrs

    Muito obrigada desde já pela injeção de esperança e animo!

    Beijosss…

  50. Lidiane disse:

    Que ideia ótima Gabi!! Sempre pensando em seus leitores ;D Adorei o post da Mel, ela tem algum e-mail pra entrar em contato? Bjos

    • Gabriela disse:

      Ola Lidiane! Que bom que você gostou… cheguei de viagem agora e estou vendo que os posts foram sim bem populares!!
      Vc pode escrever a mensagem aqui para ela ou me mandar via facebook (se quiser privacidade) com seu email e eu mando para ela!
      Beijao

    • Melina disse:

      Oi Lidiane, tudo bom?

      Que bom que gostou do post, se quiser saber mais detalhes ou conversar melhor sobre o assunto fique a vontade em me escrever de novo por aqui, facebook (Melina Medeiros) ou email (medeirosmelina@hotmail.com).

      Abraço,

      Melina

  51. Glennia disse:

    Oi Gaby!! Adorei o seu post!! Estou indo para Vancouver em outubro no programa 3 meses de estudo e 3 meses de trabalho. Sou fisioterapeuta também e tenho o interesse de permanecer no Canadá e atuar na minha área. Me interessei sobre o que vc falou sobre o processo que pode ser iniciado no Brasil se tiver 1 ano de experiência profissional comprovada, queria saber mais sobre isso se vc puder me dar mais informações eu agradeceria muito.

    • Gabriela disse:

      Ola Glennia! Vou passar esta resposta para a Mel, que sabe melhor sobre isso! Logo logo ela vem responder aqui no blog!
      Obrigada pela mensagem

    • Melina disse:

      Oi Glennia, tudo bem?

      Esse processo pode sim ser iniciado no Brasil, e seria interessante faze-lo o quanto antes se o seu interesse é de imigrar pro Canada, ja que as leis de imigração mudam a todo momento e fica cada vez mais burocrático o processo todo.

      Fizemos nosso processo com uma brasileira, excelente e muito competente, ela ajuda do inicio ao fim e pra gente foi o que mais valeu a pena! Posso passar o contato dela se tiver interesse (na verdade ja passo agora: o nome dela é Patricia Nathan e o site dela é: http://www.patricianathan.com/Home.html), porém ela é muito ocupada, se tiver dificuldade em receber uma resposta me diga que eu ligo pra ela daqui (ela atende por skype). Se voce não estiver disposta/sem condições a investir em uma consultora de imigração nesse momento eu entendo, e pode ficar a vontade pra continuar me perguntando que ajudo no que puder, inclusive passo a passo de como foi o nosso processo e o que sei sobre como deve ser pra quem aplica do Brasil 😉

      Se quiser saber mais detalhes ou conversar melhor sobre isso fique a vontade de me escrever de novo por aqui, facebook (Melina Medeiros) ou email (medeirosmelina@hotmail.com).

      Abraço,

      Melina

  52. Nai disse:

    Amei demais o post e sua idéia!
    Era exatamente sobre o que eu tava buscando, faz um tempo. Me tirou muitas duvidas!… 😉
    Obrigada por escrever este blog, Gaby!

  53. Ed Kiakumba disse:

    Boa noite,
    Sou Ed, sou Angolano, vou fazer mestrado na uqac e a minha esposa vai fazer um curso de língua de 4 meses, gostaria de saber depois dela terminar o curso de língua será que pode aplicar para um visto de trabalho já lá em Canada? ela é enfermeira e não temos condições financeiras suficientes para solicitarmos dois study permis, por isso, ela vai solicitar um visto de visitante para fazer o curso de língua no CEGEP de Jonquière, Québec, o meu medo é depois não conseguir um visto de trabalho para continuarmos juntos até eu terminar o mestrado.
    espero um esclarecimento da vossa parte.

    • Gabriela disse:

      Ola Ed. Obrigada pelo recado mas infelizmente não sei a resposta para sua pergunta. Vou pedir para a Mel vir aqui responde-la!

    • Melina disse:

      Olá Ed, tudo bem?

      Voces estào vindo para Quebec, sei que as leis de imigração são um pouco diferentes la (ja ouvi dizer que é mais fácil imigrar pra la), e mes não conhecendo muito bem as diferenças das leis de British Columbia e Quebec, vou tentar responder suas perguntas!

      Aqui onde moro, se voce vier com a sua esposa para fazer um curso que não te permita trabalhar durante o período de curso, a sua esposa tem direito a um visto de trabalho aberto (pode trabalhar em qualquer emprego, com algumas exceções, por exemplo ela não pode trabalhar como enfermeira) com duração do mesmo período do seu estudo, ou seja, ela nem precisaria do curso de linguas. Porém como disse, não sei como funciona em Quebec.

      Sugiro que voces pesquisem e apliquem para o visto de trabalho antes mesmo de chegarem em Quebec 😉

      Espero ter respondido suas perguntas, se quiser saber mais detalhes ou conversar melhor sobre isso fique a vontade de me escrever de novo por aqui, facebook (Melina Medeiros) ou email (medeirosmelina@hotmail.com).

      Abraço,

      Melina

  54. fabordini disse:

    Oi Gaby / Mel,

    Moro em Florianópolis com a minha esposa e estamos pensando em se mudar para o Canadá. Já tivemos nossa experiência fora (3 anos na Inglaterra), mas voltamos e agora queremos sair de novo…. rsrsrs

    Nossa dúvida é se vale a pena tentar sair daqui direto com o RP ou se vamos como estudante (college) 1 ano e depois tentar um visto de trabalho para depois ver se conseguimos o RP (mais ou menos como a Mel fez), o que seria “mais fácil”? Vale a pena pagar para um consultor de imigração e tentar sair daqui com o RP? Não nos encaixamos em nenhuma das profissões do skilled immigrant, infelizmente!

    Alguma luz no fim do túnel??

    Parabéns

    • Gabriela disse:

      Obrigada pela mensagem Fernanda! Vou passar para a Mel responder! 🙂

    • Melina disse:

      Olá,

      A luz no fim do tunel tem sim, só depende de quanto vcs estão querendo investir nessa empreitada! Resumindo, é melhor sim vir com o PR pra ca, mas isso não depende exclusivamente de vcs, precisam entrar em certos critérios (principalmente profissão) e, se for ficar muito complicado, vale mais a pena vir pra um college mesmo.

      Qual a profissão de vcs? Pretendem morar aqui permanentemente ou só vir pra uma experiência? Qual o curso de college que pretendem fazer? São varias questões que precisam ser avaliadas, posso ajudar vcs a esclarecerem a maioria delas 😉

      Espero ter respondido suas perguntas, se quiser saber mais detalhes ou conversar melhor sobre isso fique a vontade de me escrever de novo por aqui, facebook (Melina Medeiros) ou email (medeirosmelina@hotmail.com).

      Abraço,

      Melina

  55. Vinicius Ferreira disse:

    Mel, seu namorado é designer gráfico? Ele já foi com emprego ou conseguiu depois que chegou? A área é boa aí?
    Gaby, ótima ideia e tenha ótimos dias de descanso!

    • Gabriela disse:

      Obrigada Vinicius! Vou pedir para a Mel responder os posts!

    • Melina disse:

      Olá Vinicius, tudo bem? Meu namorado trabalha com computação gráfica, diferente de designer gráfico, ele trabalha com efeitos visuais de filmes e séries de televisão. Ele não veio com emprego não, conseguiu depois que chegamos aqui. A área de tecnologia e computação em geral é bem boa aqui, o importante é ter trabalho de portifólio pra mostrar e o inglês suficiente pra ficar confortável em uma entrevista!
      Espero ter respondido suas perguntas, se quiser saber mais detalhes ou conversar melhor sobre isso fique a vontade de me escrever de novo por aqui, facebook (Melina Medeiros) ou email (medeirosmelina@hotmail.com).

      Abraço,

      Melina

  56. Letícia Giacomin disse:

    Que bacana essa ideia, Gaby!!! Adorei, vou acompanhar os posts da semana.

    Hoje estou de “folga”. Aquela gripe maravilhosa me atingiu com uma faringite junto. Tô na cama, de folga, e coloquei a leitura dos posts em dia. Adorei a série do oeste canadense, mto LINDO!!!! Canadá cada vez mais surpreendente, né?

    Boa viagem, henry! Aproveitem bastante e descansem muito, viu?
    A gente se vê em dezembro, eba, agora falta pouco pro chester e salpicão de avessssss! hhehehehehehe

    • Gabriela disse:

      Oi Lê! Poisé, fazia tempo que não tinha notícias suas e recadinhos aqui no blog, estava com saudades! Voltei de viagem hoje suuuuper descansada! Pronta para o ano letivo (que aqui começa em setembro). Espero que vc esteja recuperada! Beijos beijos e saudades

  1. 09/11/2014

    […] uma e não tenho a oportunidade de visitar vários lugares e, obviamente, não sei de tudo, resolvi mais uma vez pedir para amigos escreverem algumas dicas aqui no blog. Espero que vocês […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *