Ruas famosas de Toronto: Spadina Avenue

A Spadina Avenue começa na Bloor Street (na estação de metro do mesmo nome) e segue sentido sul terminando no lago Ontario. Para o Norte segue a Spadina Road (não se confundir). A “Spadina”, como todos a chamam, é famosa por ser a rua principal do bairro Chinês – Chinatown – e seu letreiros em chinês e lojas que vendem “de tudo um pouco”. Eu já perdi as contas do número de vezes que andei por esta rua. O legal da Spadina é que você pode conhece-la a pé ou de streetcar (o famoso trem de Toronto, que passa por toda esta rua – na foto abaixo segue marido e Joe no streetcar).

DSCN0273

Neste post vou tentar resumir as atrações desta rua e o que você pode fazer caminhando por ela (no sentido norte-sul).

Desktop2

Saindo da estação de metro Spadina (1) (ou da Bloor Street) no sentido sul até a College Street você estará caminhando na “beira” da Universidade de Toronto. Certamente irá chamar sua atenção um prédio cinza com a escrita “University of Toronto” e um prédio estilo castelo no meio de uma rotatória da Spadina Street. O primeiro é a Graduate House (2), aonde morei em 2009 quando vim fazer uma pesquisa para meu Mestrado. O prédio é uma casa para estudantes de Mestrado ou Doutorado que não possuem família, ou que vem morar pouco tempo em Toronto. O segundo prédio, localizado no endereço 1 Spadina Crescent (3) é parte da Universidade de Toronto, já serviu de hospital durante a Primeira Guerra Mundial e hoje abriga estúdios e escritórios do Departamento de Arte, laboratórios da Faculdade de Farmácia e um Jornal (um dos 15 jornais que a UofT possui).

DSC_0067

DSN222

Seguindo no sentido norte-sul você deve entrar em alguma rua a direita para visitar o Kensignton Market (4), um mercado alternativo/multicultural que possui lojas ecléticas, cafés, produtos locais, lojas de carne, queijos, diversos restaurantes, brechós e outras atrações. O local é realmente alternativo (demais até para meu gosto) mas vale a visita. Se quiser saber mais informações sobre o local clique aqui.

IMG_1966

DSC_0080

Voltando para a Spadina e seguindo nosso “roteiro” você chega ao coração de Chinatown (5) (Spadina-Dundas). O sul de Spadina era originalmente povoada por judeus, porém devido a forte imigração chinesa a partir de 1960 esta área acabou sendo povoada por eles. É engraçado pensar que esta é apenas uma das seis Chinatowns de Toronto. Certamente é a mais visitada e conhecida, pois fica em um local de fácil acesso por transporte público e na rua famosa (tema deste post). Hoje é um centro comercial dominado por restaurantes, mercados de alimentos, roupas e utilidades domésticas. Eu sempre digo que em Chinatown você acha de tudo (e isso não quer dizer que a qualidade é boa). A característica do local é colocar os produtos nas calçadas, dando a impressão de que estamos em uma feira ou camelo (o que deixa as calçadas ainda mais lotadas e apertadas). Ah, quase ia me esquecendo: Chinatown é um local ótimo para comprar lembrancinhas (souveniers) de Toronto e malas extras baratas (se você comprou demais na viagem e não quer gastar com uma mala boa).

Desktop3

IMG_1967

DSC_0071

DSC_0084

Fugindo um pouco da Spadina você pode seguir pela Dundas Street sentido leste e verá várias lojas de massagens chinesas. Ainda, é pertinho dali que fica o Art Gallery of Ontario (6) (já falei sobre ele aqui no blog).

IMG_1969

Quando estiver descendo a Spadina não deixe de apreciar a vista da CN Tower com os fios dos Streetcars. Acho esta uma visão super característica da cidade.

Continuando nosso passeio pela Spadina Avenue sentido norte-sul, a próxima grande intersecção é a Spadina-Queen (7) e eu ADORO esta região da cidade. Já falei várias vezes sobre a Queen Street West aqui no blog, como é uma das mais diversificadas áreas de comércio de Toronto. Enfim, nesta parte da Queen Street West você vai achar lojas famosas (GAP, uma H&M de 3 andares, Oskley, Adidas, etc) e ótimos pubs e bares. Não tenho nenhuma foto do local, só esta que bati quando nosso amigo Boeing veio nos visitar no verão de 2011 e conhecemos toda Toronto – inclusive Spadina – de bicicleta (ta ai uma ótima dica).

DSCN4403

Na esquina da Spadina com King Street fica o Global Village Backpackers Hostel (8). Eu acho o prédio super mal conservado e caindo aos pedaços, nunca tive coragem de entrar lá e sempre troco o lado da rua com medo que o prédio vá cair quando estou passando. Mas todas as vezes que passei por lá estava cheio e, se você quer vir a Toronto e ficar em um albergue, este é pelo menos super localizado.

global_village_backpackers

Ainda nesta área fica uma das maiores LCBOs (9) de Toronto (loja de bebidas) e uma Winners (9) (loja de departamentos estilo Marshalls, que eu adoro). Ali pertinho também fica uma Dollarama (loja de 1 dólar) e uma Home Sense (loja de coisas para casa que vale muito a visita).

Pensa que acabou? Não… Agora vem a melhor parte. Não desanime porque você vai ter que subir uma espécie de ponte (já que embaixo desta parte da Spadina passam os trens que chegam na Union) e você estará chegando pertinho da CN Tower. Não deixe de bater uma foto nesta ponte, com vista para o Rogers Centre (10) (abaixo seguem 2 fotinhos das muitas que já bati neste local).

Desktop4

E por fim, a Spadina acaba na Queens Quay, rua que dá de frente para o lago e você pode caminhar pelo Harbourfront (11).

IMG_1689

You may also like...

25 Responses

  1. Gaby disse:

    Ola gaby,
    Muito legal seu post.
    Estou indo a Toronto passar um mês (junho) estudando na EC (Eglinton west). Durante os primeiros 10 dias, meu filho e marido estarão comigo. O que vc acha de ficarmos em Harboufront, Spadina x Qeens? Achei o lugar lindo, o apartamento muito bom, mas estou na dúvida quanto a locomoção. Tem estação de metro perto? Vc saberia me dizer quanto tempo leva até escola? Aceito toda e qualquer dica. Obrigada

  2. FABRÍCIO BARBOSA disse:

    Oi, Gabi! Tudo bem? Espero que sim!
    Gostaria de te parabenizar pelo seu blog. Estou em Toronto à trabalho e ele tem me ajudado bastante. Desde das dicas de souvenirs até me situar bem pela cidade. Por falar em souvenirs já comprei os Ice Wines e os Maples.

    Grande abraço!

    Fabrício

  3. Norma disse:

    Ola Gabi. Muito boas tuas indicaçoes de Toronto
    Vamos ficar 20 dias em Toronto mas gostariamos de visitar Montreal. Pode nos ajudar indicando algum pacote de uma semana para o final de setembro?
    Obrigada

  4. antonio disse:

    Gabi. Morar em Spadine Avenue 358, em cima do kinglobster, Chinatown, o que você acha?

    • Ola Antonio. O ideal seria pegar mais ao sul da Spadina – há vários condos ali super legais. Eu particularmente não moraria em Chinatown ou próximo do Kensignton Market, muito alternativo e multicultural para mim. Obrigada pela visita

  5. Dalva disse:

    Bom dia, Gabi! Já estou em Toronto e seguindo tuas dicas, muito boas, por sinal ! Pena que as férias estão acabando, pois estou adorando a cidade. Sabe me dizer se as lojas de Chinatown, abrem no domingo? Obrigado

  6. Janaína disse:

    Gabi foi o famoso corretor, hahaha mas considere Gaby!!!

  7. Janaína disse:

    Gabi, primeiramente parabéns pelo blog! Muita fica bacana, ainda mais pra quem planeja uma viagem, seja pra turismo, seja pros estudos, como farei em janeiro do ano que vem! Gostaria de conversar com vc, sobre divulgação! Vi que vc divulga alguns blogs, sites, enfim, queria saber como seria pra rolar uma parceria?! Tem algum email para que possamos falar melhor?! Obrigada desde já!! Grande beijo!

    • Olá Janaina. Claro, vamos conversar. Pode ser via private message no facebook do blog? Eu bani os emails porque perdia muito tempo respondendo. Me avisa se pra vc ta ok por lá. Beijos

  8. Luiz Pereira Neto disse:

    Bom, todos a tratam por Gaby, por isso também vou trata-la assim.
    Agradeço a dica, Toronto é uma cidade muito segura realmente, não tive qualquer problema em andar por lá mesmo a noite.
    Para quem for, não deixem de o mercado St. Lawrence Market na Front St, assistir mesmo sem entender muito uma partida de Baseball no Rodgers Centre e principalmente o passeio de onibus de dois andares, cujo bilhete tem validade de uso para 3 dias.
    Toronto é maravilhosa..

  9. Beth disse:

    Oi Gaby!! Pretendo ir a Toronto em Abril/2015, nessa época ainda tem muito frio? Acha que consigo emprego fácil nessa época? Obrigada. Bjs. Beth

  10. Luiz Pereira Neto disse:

    Prezada Gabriela,
    Estou de viagem marcada para Toronto, devo ir no final de agosto começo de setembro, gostaria de saber como carregar o dinheiro e o passaporte, para não ter problema com roubo.

    • Gabriela disse:

      Ola Luiz. Quando viajo eu levo pouco dinheiro e uso mais cartões de crédito e travel money. No caso do passaporte eu uso uma cópia e deixo no hotel. Aqui em Toronto a taxa de criminalidade é bem baixa, mas não custa tomar cuidado! 🙂

  11. marcele disse:

    Gaby, tem post sobre este passeio de bicicleta? Queria saber o roteiro. Adorei a ideia. Bjs

  12. Camila disse:

    Oi Gaby, sempre excelentes dicas!! Estamos fazendo 1 semana em Toronto hj!!! Vou guardando suas dicas pra aproveitar td!!!! Bjs

  13. Bianca disse:

    Oi Gaby, adorei o post. Super explicativo. Estou morrendo de saudades. Como vocês estão? Mandem notícias.
    Beijos
    Bi

    • Gabriela disse:

      Oi Bi! Obrigada pelas mensagens e pelo carinho! Estamos super bem, esperando o calor chegar! Aqui esta bem frio ainda… muito estranho! Beijos e espero que vcs estejam bem!!!

  14. Tati Leite disse:

    Sou dessas que comprou além na viagem e precisou recorrer a Chinatown pra comprar uma mala. 😉

  15. Mia Novais disse:

    Gaby o que é essa coisa laranja junto com os patos no açougue?
    Tenho uma foto idêntica de quando estive em Toronto em 2010! Até hoje não descobri o que seria e fiquei com vergonha de entrar e perguntar rs!

  1. 07/11/2013

    […] apreciar a multiculturalidade da cidade eu ando pela Dundas Street sentido oeste- leste saindo da Spadina (Chinatown) e indo na direção do Art Gallery of […]

  2. 15/11/2013

    […] do jantar você pode pegar um streetcar (número 510) e subir a Spadina Avenue, salte na Queen Street West e caminhe pela Queen Street West no sentido leste, região de lojas, […]

  3. 23/01/2014

    […] de culturas. Aproveite para ser e vestir o que você quiser por aqui! Não deixe de visitar a Spadina Avenue para entender bem o que estou […]

  4. 30/01/2014

    […] e quer conhecer as cidades vizinhas por um preço mais em conta, todos os caminhos te levarão a Chinatown. Lá você encontrará algumas agências de turismo, na maioria (arriscaria dizer que na sua […]

  5. 18/09/2014

    […] foto abaixo foi tirada em 2010, em um restaurante vegetariano vietnamita lá no Kensignton. Clique aqui e veja alguma informação sobre a Spadina Avenue (rua paralela à […]

  6. 18/01/2015

    […] em Toronto, ou melhor, um dos bairros mais diferentes de Toronto. Esta região que fica pertinho de Chinatown e da Spadina Avenue mantém seu charme e diversidade através de sua mistura eclética de lojas de roupa vintage, lojas […]

  7. 17/01/2017

    […] em Chinatown. Vale citar aqui que Toronto possui 2 Chinatowns (uma na Spadina – clique aqui e saiba mais – e uma na parte leste da cidade, entre Dundas e Broadview). Pesquisando aqui eu […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *