Alegre e Triste

“De vez em quando me perco dentro de mim. É engraçado, mas fico contando coisas para meus botões. Listando tudo que quero fazer até o fim da vida. É tanta coisa que acho que não vai dar tempo. Vou torcer que dê. Porque a vontade de fazer é imensa. E intensa. Deve ser por isso que ando mais quieta, mais na minha, escondida em um cantinho de mim. Fico querendo guardar as coisas para não deixar escapar nada entre os dedos. É uma vontade louca de fazer. Ando escondida, eu sei. Vivendo por dentro e por fora. Às vezes aos trancos e barrancos. Mas acho que a vida é isso mesmo, um dia é bom e o outro é uma porcaria. Não dá pra ser feliz o tempo todo. Por sinal, desconfio de felicidades instantâneas e constantes. Soa meio falso. Gente de carne e osso é alegre e triste. É inconstante. Porque a vida é montanha-russa. E eu adoro andar nela. Por isso vivo sempre na fila do parque.”
(Clarissa Corrêa)



  • 5 Responses

    1. Marta Rocha disse:

      Verdade, não dá pra ser feliz o tempo todo. Felicidade é um momento de descuido das preocupações e afazeres do dia a dia.

    2. anna maria lima de melo disse:

      O texto de Clarissa Correa para mim não serve. Devemos listar oque queremos fazer durante a vida mas jamais limita-la pois se colocarmos a palavra até o fim estaremos dando um limite. Devemos ter ideais e sonhos e realiza-los de acordo com nossos esforços e oportunidades. Você Gabriela sempre foi para mim uma realizadora…e sempre será um exemplo de persistência e vitórias. Creio que ela escreveu este texto em um momento muito para baixo. XÔ Urucubaca!!!!!

      • Gabriela disse:

        Eu achei o texto lindo… fala de que há momentos na vida que a gente fica mais pensativo e mais triste. Que não dá pra ser feliz o tempo todo, mas que isso é normal… e é o que torna a vida tão especial. Eu achei o texto lindo e super reflexivo! Enfim, cada um com a sua opinião. Beijos mãe, adorei falar com vcs!

    3. Letícia Giacomin disse:

      just remember to smile and that’s a good enough start =)
      love u!

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *