Chemin du Roy – QC

O Chemin du Roy – caminho do rei – é um caminho alternativo entre Montreal e Quebec City, trajeto este passando por pequenas cidades com estilo francês as margens do rio Saint-Laurent. O lugar é pouco visitado e destaca-se pelas cidadezinhas, igrejas (entre elas Cap de Madeleine, santuário católico muito visitado), restaurantes familiares e vendas de frutas locais.

Saindo de Montreal você deve seguir pela rodovia 138, que fica paralela a 40 (rota principal que a maioria das pessoas pega). No meio deste caminho fica a cidade de Trois-Rivieres, famosa pelo centro histórico e por ser a segunda cidade mais antiga do Canada (ou a cidade industrial mais antiga do Canada).

Entenda melhor esta rota pegando o Mapa Chemin du Roy, com a rota e principais atrações. Ou clique aqui para acessar um mapa virtual.

Minha opinião: Fizemos o passeio no alto do verão e pegamos uma tempestade no meio do caminho (o que nos impossibilitou de conhecer todo o trecho). Fico imaginando que outono ou primavera devem ser as melhores estações para conhecer o Caminho do Rei. No inverno não deve ser uma boa estação devido a proximidade do rio e por ser uma região mais ao norte (deve ser super frio e o passeio é ao ar livre). Por ser uma região rural, só se fala francês (inclusive nos restaurantes). O passeio foi feito em 1 dia e acredito ser suficiente para conhecer as principais atrações do local. Segue algumas fotos com algumas atrações da região.

Trois-Rivieres Centreville

Santuaire Notre-Dame-Du-Cap

The Shrine – Rosary Ice Bridge ao fundo

A entrada da cidade de St -Anne-De-La-Perade: lindo!

Uma das atrações da região são as vendas das frutas direto dos colonos

Cidadezinha de Grondines

Parada para almoço no Le P’tit Relais – Restaurante

Moulin de la Chevrotiere, construído em 1802

O estilo das casas e a beleza dos jardins chamam a atenção

Na minha opinião a parte mais linda do passeio: a vila de Vieux presbytère de Deschambault

E não poderia deixar de falar dos viajantes: pai, mãe, Joe, eu, sogra e marido!

E não poderia deixar de falar dos viajantes: pai, mãe, Joe, eu, sogra e marido!

Mas não se engane se você pensa que esta é a única rota temática e cênica no estado de Quebec. Além da Rota do rei há ainda a Estrada da Nova França, Estrada das Baleias, Estrada dos Navegadores, Rota dos Vinhos, Estrada do Rio St Lawrence, Estrada das Fronteiras, Estrada do Fiorde, Caminho dos Cantões , Estrada das fazendas, Estrada das Montanhas e Estrada das Cúpulas.

You may also like...

15 Responses

  1. Patricia disse:

    Oi Gaby, esse caminho tangencia Morin-Heigh, P. de Quebéc?
    Parabéns pelo blog!

    • Gabriela disse:

      Ola patricia. Esse caminho fica entre Montreal e Quebec e a cidade mencionada (Morin-Heigh) fica ao norte de Montreal (entre Montreal e Mt Tremblant). Então não pega esta cidade.
      Obrigada pelo recado e visita ao blog!

      • Patricia disse:

        Obrigada pelo retorno, Gabriela. Posso abusar e perguntar o que posso encontrar nos arredores de Morin-Heigh? Há turismo alternativo ou radical? Irei em setembro e gostaria muito de entrar em contato com a natureza, aproveitando o que possa ser oferecido para tal. Bjo grande!

        • Gabriela disse:

          Olá Patricia! Eu não conheço essa cidade, mas se vc quiser entrar em contato com a natureza na região sugiro o Mt Tremblant – estação de ski no inverno e parque nas outras estações – lá tem trilhas de bike e lagoa para vc curtir! 😉

          • Patrícia disse:

            Valeu, Gabi! 🙂

          • Patrícia disse:

            Gabi, tudo bem? Acabo de me dar conta, tanto tempo depois, que podia ter aproveitado esse post para perguntar se nas redondezas de Morin-Heigh há restaurantes indianos/vegetarianos… saberia informar?
            Mais uma vez, obrigada!

  2. Lismara disse:

    Que lugar lindo, Gabi! Adoro esses tipos de construções!
    Uma perguntinha: Você e o Juliano (e quem sabe o Joe também hehe) falam francês?
    Beijos!

    • Gabriela disse:

      Obrigada Lismara, o lugar eh lindo sim! Nao, nao falamos! Mas estamos nos inscrevendo em um curso! O legal eh que para treinar vc so precisa pegar o carro e dirigir algumas horas! 🙂
      Beijos

  3. pra variar, mais um lugar fofo e bonito do Canadá!!!
    acho que eu precisaria de pelo menos 6 meses pra conhecer tudo que quero por aí!!!

    Beijoss

  4. Andresa disse:

    Amiga, que lugar lindo!!!
    Assim que chegar no Canadá vou revisitar as páginas do seu blog para planejar as minhas viagens com o Carlos! O seu blog, além de outras funções, é um ótimo guia de viagem!!!
    Já falei pra vc escrever pra revista né? Quem sabe como hobby?! rsrs
    Bjimmm

  5. Letícia Giacomin disse:

    Ai que saudades!!!
    E que lindo!!! Eu e Marcel bobeamos de não termos ido pra Quebec… mas fica pra próxima!
    Curti o restaurante, bem meu estilo: hambuguer e fritas! hahahaha Vi o comentário da Tia Anna, a gente também escutou Michel Telo na rádio em Montreal, sucesso. hahahaha
    Beijo, beijo!

  6. Juliano Ghisi disse:

    Muito legal mesmo. Se vc não tiver muito tempo, tente pelo menos fazer a partir de Trois-Rivieres até Quebec City 😉

  7. Anna Maria Lima de Melo disse:

    Maravilhoso passeio…ressaltando que almoçamos em um restaurante de interior onde só falavam francês e embalados pela música do Michel Telo cantada pelo mesmo…se pode!!!!assim você me mata!!!

  1. 30/01/2014

    […] do lado de fora. Dica: tem uma Starbucks perto, aproveite para ir ao banheiro. Depois deste passeio seguimos para Quebec City, ainda no segundo […]

  2. 30/11/2014

    […] até Québec City – ou ainda faça o trajeto Montreal > Québec pelo interior através do Chemin du Roy, rodovia […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *