Caminho das Cerejeiras – High Park

No final de semana eu e o Ju fomos passear com o Joe ao redor do Grenadier Pond no High Park, na parte sudoeste do parque (e pertinho da nossa casa). O caminho é lindo, pertinho de casa e o destaque é certamente o caminho das cerejeiras, que florecem final de abril/início de maio. Como ano passado acabamos perdendo (elas duram poucos dias) e como ainda é inverno (tudo está seco), fiz questão de checar tudo, para não ter erro este ano. Estou contando os dias para ver as tão famosas (e dignamente famosas) Cherry Blossoms.

O High Park em Toronto contém muitas cerejeiras/sakuras do tipo Somei-Yoshino (a espécie que floresce mais cedo e que é muito amada pelos japoneses pelas suas flores brancas e macias) que foram dadas a Toronto pelo Japão em 1959. Através do Projeto Sakura, a Embaixada Japonesa doou mais árvores ao High Park em 2001, e para vários outros lugares, como Exhibition Place, McMaster University, York University e os campi principal e Scarborough da University of Toronto. Hoje há dois caminhos que possuem as árvores:

Mapa – clique para ampliar

Caminho 1
Este caminho leva 30-45 minutos através de trilhas pavimentadas ao redor do Grenadier Pond (maior lago do High Park) e sul do Grenadier Café. Aqui ficam localizadas a maioria das Cerejeiras e é, na minha opinião, o caminho mais lindo.

Caminho 2
Há ainda outra caminho, menor (20 minutos) mais ao leste do parque, perto do Playground e do Zoológico. Uma escolha se você vai ao parque com crianças e ainda quer apreciar as árvores japonesas.

winter_spring

Maple Leaf

Então está combinado: última semana de abril – primeira semana de maio, passeio e pic nic no High Park, saindo de casa a pé (1km de distância), câmera com bateria cheia e meus amores a tira colo… Não vejo a hora!

cherryblossoms



  • 10 Responses

    1. Laila Francisco disse:

      Gabi avisa no face quando souber que as arvores floresceram… volto pro Brasil dia 30 e se possivel gostaria de passar la antes 🙂

      • Gabriela disse:

        Ola Laila… geralmente elas florecem meio ou final de maio. Certamente irei escrever na pagina do blog no facebook… não deixe de seguir por lá! Beijos

    2. Aline disse:

      Tem que ir no começo, Gaby. Uma moça que trabalha comigo disse que um ano, bateu um vento que levou embora as flores, durou poucos dias.
      Não vejo a hora tbem!
      Bjo

    3. Fabricio disse:

      Gabi você é 10!
      Beijos Fá, Dani e Antônio

    4. Hariane M. Raschowetzki disse:

      Oi Gabriela. Queria te parabenizar pelo site.
      Meu nome é Hariane e em 25/07 estarei indo para Toronto para estudar durante 3 meses.
      Como tenho o habito de planejar as minhas viagens, comecei a pesquisar no Google as informações e dicas de Toronto … e assim encontrei seu site. Nossa … Já anotei varias dicas legais que vc passou… e de todos os blogs que já li … O seu com certeza é mais completo ( explicação, endereco e imagem).
      Parabéns !!!
      Continuarei acompanhando …
      Ah, tbem moro em floripa …. Portanto se precisar reabastecer seu estoque de bolacha passatempo é só avisar kkkkk

      Abraço

    5. Pauline Ramos disse:

      Esse ano eu também não quero perder. E acho que vai florescer antes, já que o tempo está esquentando antes do normal… Vamos ficar de olho 🙂

    6. Helena Constante disse:

      LINDOOOOOOOOOOO!!
      Como é bom morar ai hein Dr. Gabriela? saudades
      Aproveite essa temperatura gostosa!

      beijao!! =)

    1. 07/05/2013

      […] esperados da primavera, ou da chegada do calor na cidade. Já falei sobre estas lindas árvores aqui no […]

    2. 20/10/2013

      […] florecem final de abril/início de maio e é um espetáculo maravilhoso e imperdível. Clique aqui e aqui para ver posts sobre o Caminho das Cerejeiras aqui no […]

    3. 20/03/2014

      […] famosas cerejeiras do High Park florecem geralmente entre o meio e o final de maio (talvez este ano devido ao frio rigoroso elas […]

    4. 14/04/2017

      […] da natureza. Nós vamos todos os anos e vocês podem ver alguns posts sobre estas visitas aqui, aqui e aqui. Vale relembrar que ano passado as flores não abriram e certamente os moradores de […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *