Ah, se alguem tivesse me falado isso antes…

Resolvi escrever um post sobre “algumas coisas que vc precisa saber antes de vir para o Canada”… acho importante falar citar algumas informações cruciais para quem está vindo para cá…
Como teria sido bom se alguém tivesse falado isso antes para mim!


Em primeiro lugar: você precisa de um visto para vir para cá! A notícia boa é que, se vc não precisa de entrevista para tirar seu visto canadense (nem ficar o dia todo em uma fila como no visto Americano). O serviço pode ser feito por despachante através de sua agência de viagens. Raramente uma entrevista é agendada, mas isso pode acontecer. Existem dois tipos de visto de turismo: o de uma entrada e o de multiplas entradas. Todo cuidado é pouco se você planeja sair do pais e retornar na mesma viagem. Eu sempre recomendo o visto de multiplas entradas. Outra coisa, a duração do visto de turismo é dada pelo consulado e pela sorte: vc pode conseguir somente alguns meses ou até 3-4 anos.


Tudo aqui no Canada tem taxa, seja a comida no supermercado, uma roupa que vc vai comprar na loja, eletronicos, carro… enfim, nunca pense que o preço da etiqueta é o preço que vc vai pagar. É importante ressaltar que o imposto pode variar de acordo com o produto. O imposto federal GST é válido para todas as províncias (estados) do Canada, mas o PST pode variar ou simplesmente não existir (como é o caso de Alberta), veja aqui uma tabela dos valores.
Uma dicaç se você estiver com dúvida, pergunte antes sobre as taxas que irá pagar… Sempre fique de olho!


Dependendo o local que vc esteja visitando aqui no Canada, as regras mudam, a lingua muda, as taxas mudam… Por exemplo, em Ontario vc só encontra bebida alcoolica em lojas especializadas (lojas de bebidas mesmo) e vc só pode vender bebida (lojas, restaurantes) se tiver uma licença do governo (os estabelecimentos que náo o tem, dáo o direito dos clientes trazerem sua garrafa de vinho para o jantar, por exemplo). Já em Montreal vc pode comprar sua cervejinha no supermercado, sem problemas. Portanto, se vc vai fazer uma round trip de carro, fique de olho nas mudanças!


Uma das situações mais estranhas que eu já vivi foi quando, nos primeiros meses aqui, foi no trânsito, como pedestre. Ao atravessar a rua no sinal vermelho para os carros (verde para os pedestres, notei que vários motoristas estavam passando (e eu já reclamando da falta de educação do povo daqui e todas as pessoas me olhando). O que acontece é que se vc esté dirigindo e quer virar para a direita, não importa o sinal, vc pode (desde que não venha nenhum pedestre) – a chamada direita livre! Portanto, se vc esta passeando por aqui fique esperto! Existem outras diferenças se você é motorista aqui no Canadá e no Brasil, mas isso será assunto para um novo post (provavelmente do meu marido Juliano).


Os famosos 10% não estão embutidos nos valores das contas dos restaurantes aqui no Canadá. E, pelo menos em Ontario, a gorjeta sempre é maior do que 10%. Se você está satisfeito com o serviço prestado, 15% de gorjeta é usual. Com o estabelecimento da taxa federal para bens e serviços (GST), os canadenses calculam suas gorjetas no total apurado antes dos impostos e taxas. Portanto, quando você olha o valor de um prato no menu, não esqueça de acrecentar as taxas (já citadas) + a gorjeta (12-15% em Ontario).


Tim Hortons é a cara do Canadá, assim como maple syrup, a famosa folha canadense, inverno e um eh! no final da frase. A maioria dos canadenses AMA esta rede de cafés, mas nós no Brasil raramente ouvimos falar do tal do “Tim”. Nenhum guia de viagem traz esta cafeteria como cartão postal mas é parada obrigatória (até porque tem um em cada esquina da cidade, e é impossível você não se dar conta de sua existência). Além de tudo, os preços são super em conta (bem mais barato do que Starbucks por exemplo) e os produtos são gostosos e de ótima qualidade. Vale a pena conferir!


Vamos deixar claro uma coisa: o Canadá não é (e não se parece) com os Estados Unidos. Todo mundo acha que a vida aqui é semelhante a do país vizinho. O Ju já morou nos USA e diz que a vida aqui é diferente; minha irmã também morou nos USA e eu consigo ver a diferença. Aqui não tem outlet em tudo quanto é lugar (uma pena), aqui as compras não são tão baratas quanto na terrinha americana (claro que comparado ao Brasil qualquer um fica maluco), os canadenses são muito educados, protecionistas, menos amigáveis… enfim, eu poderia citar várias diferenças entre os paises, mas o principal recado é: não venha para o Canadá achando que é parecido com os USA!


Uma outra coisa que as pessoas que estão vindo para cá devem ter em mente é que existem 2 Canadás, ou duas viagens pelo Canadá: a costa oeste e a costa leste. Em primeiro lugar, pensem que o Canadá é gigante, possui seis fusos horários, de leste a oeste, com uma diferença de quatro horas e meia de uma costa à outra.
Na costa oeste você encontra cidades como Vancouver, Jasper e Alberta e é uma viagem para quem gosta de curtir a natureza, ver paisagens exuberantes e de tirar o fôlego, uma região nativa, pouco explorada… Já na costa leste você encontra Toronto, Ottawa, Montreal, Quebec e uma região mais agitada, mais européia e americanizada… difícil escolher. O ideal é fazer as duas viagens, mas uma de cada vez (a não ser que você queira passar 2 meses por aqui!)


Ok, aqui no Canadá é mais frio que no Brasil. E, sim, há dias no inverno que é insuportável sair de casa. Mas não é nada do que imaginamos quando não estamos vivenciando, se é que vocês me entendem. Tudo aqui é planejado para frio. Além disso, friozão mesmo é só no inverno. Depois as temperaturas começam a aumentar e tudo começa a ficar mais parecido com o Brasil. Portanto não se enganem e achem que Canadá é só frio, vocês podem se surpreender em vir em julho e ter que aguentar mais de 30 graus.
Clique aqui para tabela com as temperaturas médias nas principais cidades canadenses.

You may also like...

17 Responses

  1. Kariny disse:

    Seus textos São maravilhosos .
    Obrigada por tentar deixar tudo mais facil.

  2. Fantástico o post! Estamos indo agora em julho como residentes permanentes e estas pequenas dicas fazem toda a diferença!

    Excelente blog!! Grande abraço!

  3. Dalilia disse:

    Olá Gaby, vou para o Canadá em Maio vou ficar por Toronto Ontario, gostaria de algumas dicas desse lugar e como será o clima nesta época vou passar apenas um mês estudando..Obrigada!!

  4. Ágata Espindola disse:

    Gabi, parabéns pelo blog! Estou amando e tem sido de grande ajuda. Ficarei 40 dias por aí em fevereiro/2015. Abs!

  5. Rosa Botelho disse:

    Morei em Toronto,e tbem amo este lugar!
    Adorei o post,pois esclareceu algumas coisinhas q eu realmente nao sabia.
    Leio todos,e guardo p/ mim os que sao importantes e que irao me ajudar,ate os lugares que nao fui e quero ir apos ler suas dicas.
    Estou voltando em dezembro.Que delicia!!
    Bjss

  6. Woowww… em pouco tempo vc definiu muito bem o Canada !!! Ja es uma Canadense rs…. adorei !!! Sobre transito, so acrescentaria a conversao a esquerda !! Coisa mais maluca… o pouco que dirigi aqui achava complicado rs…. Mas todos fazem essa conversao com a maior naturalidade !! E qto ao inverno eu tb acho uma estacao maravilhosa… magica… a brancura da neve sempre me agrada !!! logico que tem suas dificuldades, mas a beleza eh tanta que acaba prevalecendo !!!!
    bjus

  7. Josi disse:

    Oi Gabi! Não, não, no resto da província de Quebec vale também a regra de virar no sinal vermelho! É só na ilha de Montreal (talvez outras ilhas tb, não entendo muito bem essa lógica…) é que não vale. Tem uma placa avisando na entrada da cidade, mas espero não ter feito confusão com essa regra de trânsito (aliás, dirigir nunca foi meu forte mesmo…! hehehe! ).

    Mas sim, é verdade que o Quebec é um mundo à parte (particularmente, eu adoro!!!!)

    Se gostas de maple (eu tb!!) , vem pra cá experimentar uma sucrerie! Vais gostar, é algo bem “cultural”!

    beijoca!

  8. Anna Maria Lima de Melo disse:

    Gostei …logo estaremos ai para vivenciar muitas dicas.Beijos.

  9. Josi disse:

    Oi Gaby!! Muito legal seu post sobre o Canadá! Semana que vem completamos um aninho por aqui! 😀

    Só duas observações: Aqui em Montreal (em ilhas acho q isso é meio q regra, como em Manhattan tb acontece) não se pode virar a direita no sinal vermelho!
    E maple syrup é o “xarope de bordô” ou sirop d’érable, acho que vc queria se referir ao maple leaf. (mas olha, as duas opções de maple são a cara do Canadá de qualquer forma). Aliás, aí tem “sucrerie” ou “Cabana à sucre”? Não sei se é algo só do Quebec, mas é algo para experimentar uma vez na vida!!! Overdose de maple syrup!!!!

    Beijão pra vocês!

    • Gabriela disse:

      Obrigada pelo recadinho Josi… Realmente Na provincia de Quebec tudo é diferente. Sim, estava me referindo ao maple syrup mesmo, acho a cara daqui (e adoro)!
      Beijos e parabens por 1 ano no Canada…

  10. PaTy disse:

    como tem gente que gosta de me deixar com vontade de ir pro canadá visitar umas pessoas aí…. 😛

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *