Aprendendo a amar….

Já fazem 6 meses que eu estou morando aqui e há mais ou menos 2 meses adotei Toronto como minha cidade do coração! Assim como havia aprendido a amar São Paulo (no tempo que eu morei por lá), com seus prós e contras, estou aprendendo a amar Toronto também com seus desafios, diversidades e encantos.

Adotar uma cidade e aprender a amar o lugar onde moramos é algo que nem sempre acontece da noite para o dia. Fica ainda mais difícil quando estamos longe dos nossos costumes, tradições e hábitos. Agora que é (muito) mais fácil quando moramos na quarta melhor cidade do mundo, segundo levantamento do Economist Intelligence Unit, ah isso é!

No início da minha “vida” aqui em Toronto, eu e esta cidade estabelecemos uma relação de amor/ódio (se é que posso falar assim): ao mesmo tempo que Toronto abria as portas para meu crescimento profissional, estava me afastando da minha família e das pessoas que eu amo; ao mesmo tempo que as oportunidades surgiam, eu via que minha vida ia tomando um novo rumo.

Mas no fim tudo acabou dando certo – meus amores estão aqui comigo (e vocês sabem toda esta história) – e hoje adotamos (sim, na primeira pessoa do plural – eu, o Ju e o Joe) Toronto como nossa cidade, aquela que colocamos quando perguntam o nosso endereço, aquela que temos o “passe mensal” do transporte público, aquela que vamos no supermercado, que temos a previsão do tempo no nosso celular… enfim, a cidade que moramos!

E por que eu resolvi escrever sobre isso?
Hoje é um daqueles dias de chuva, que o trânsito está lendo, os ônibus lotados, as ruas meladas… e foi hoje, num dia comum de trabalho que eu me dei conta o quanto estou amando (ou aprendendo a amar) Toronto…



  • 2 Responses

    1. Nai Maciel disse:

      Amei esse post!
      Amei Toronto desde que pousei aí! ^^

      p.s.: sei que esse post é velho, mas eu não li todos os seus posts ainda e resolvi fazer isso essa semana. 😉

      • Gabriela disse:

        Tudo bem Nai! Acho que nenhum post é velho, são fases que passei por aqui e que certamente outras pessoas irão passar! Beijos e obrigada pelo recado

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *