Quando achei que tinha encontrado as palavras certas…

Eu fiquei um bom tempo pensando em como seria o primeiro post de 2011, o que eu iria escrever, quais sonhos iria colocar, o que desejaria a todos vocês… quando achei que tinha encontrado as palavras certas fui surpreendida com uma notícia triste: ao checar meus emails após mais de 2 semanas sem consulta da caixa de entrada um dos meus “anjos” de Toronto (como eu as chamo, minhas grandes amigas de Toronto), descobriu que está com um tumor no ovário. Foi algo assim repentino e ela veio para o Brasil (ela é mineira) final do ano para se tratar perto da família (pessoas maravilhosas que tive a oportunidade de conhecer enquanto passaram férias no Canadá em setembro).

Eu sei muito pouco sobre o que minha amiga está passando (recebi 3 emails e provavelmente enchi sua caixa de emails) mas fico muito triste de saber que não estive ao lado dela quando ela ficou sabendo disso… é engracado como tem pessoas que a gente convive pouco, mas quando conhece sabe que vao ser especiais na nossa vida. Mais engracado ainda é vc saber que surgiu na vida dessas pessoas por um motivo maior, não somente para ser mais um. Eu e a Andresa temos uma amizade especial… além de estarmos fazendo o PhD na mesma faculdade (acho que as únicas brasileiras do Toronto Rehab) ela me liga sempre que se sente triste para eu animá-la (como ela diz – e eu me sinto tão especial por isso) e eu a procuro para ter um “conforto” de família nos momentos mais saudosos (é como se ela já fosse da minha família a tempos)…é difícil para mim descrever em palavras o que estou sentindo pois esta amiga fez meus dias sozinha em Toronto muito especiais, e agora Toronto vai estar vazia por não encontra-la quando voltar daqui a 2 dias.

Mas apesar disso eu torço – e este é o principal motivo deste post – para sua recuperacao plena e para que volte logo para a cidade que escolheu para viver: Toronto. Eu sou adepta aquele pensamento de que “energias positivas e pensamentos a favor atraem coisas boas”. Então eu peço para todos que enviem pensamentos, energias, orações para minha amiga Andresa, que ela se recupere logo e que fique bem o quanto antes!

E estas primeiras horas de 2011 – cansativas, tristes, pensativas – serviram para eu ver (mais uma vez) como a vida é frágil em todos os sentidos e como devemos aproveitá-la ao máximo. Reinforço a idéia de que viver é a base da vida, mas saber viver faz com que esta base seja sustentada. Ainda não acho que encontrei as palavras certas, difícil…. é muito difícil escrever quando não se sabe o que esperar… mas colocar para fora e as vezes escrever as palavras erradas pode nos ajudar a encontrar o caminho…

Força amiga! Estou com você!
E um 2011 maravilhoso para todos…



  • 1 Response

    1. Andresa disse:

      Amiga querida!

      Vc realmente fez falta…
      Mas, agora me sinto honrada com este post tão especial e querido no seu blog!
      Espero voltar logo a Toronto para continuarmos dando força uma para outra e correr atrás dos nossos sonhos acadêmicos que estão apenas começando por lá.

      Aproveite ao máximo sua vida em Toronto com sua família (Juliano e Joey)! Sei que vai tirar de letra todos os desafios e boas oportunidades que 2011 te trarão!

      Eu já estou aprendendo muito com todo esse processo de doença. Jesus Cristo, a quem eu sirvo, sofreu, morreu e ressuscitou por todos nós, levando todas as nossas enfermidades e dores. E é no poder dEle que eu espero a cura e a recuperação completa da minha saúde!

      Obrigada pela força e pelas orações! Não me imagino numa situações dessas sem esse grande suporte.

      Feliz 2011 para todos nós!

      Desa

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *