167

Todo mundo sabe do meu amor incondicional ao meu marido, de como eu tenho pais maravilhosos que dedicam sua vida as suas filhas, de como minha irmã é um exemplo para mim… eu prometo que irei fazer um post dedicado a cada um deles, pois afinal são as pessoas mais importantes da minha vida (porque o Joe já ganhou o post especial dele – e foi o primeiro).Mas existem outras pessoas não menos especiais que fazem a minha vida mais completa… e que me mandam mensagens de carinho, de saudade, de estímulo quase que diárias… e que rezam por mim todos os dias, como e sei que minha Avó Zélia faz.

Quando entrei no blog hoje e vi que tinha mais de 160 acessos (167 exatamente) não poderia deixar de escrever sobre isso… Eu pensei: “Poxa, como sou querida e amada”… e, como é bom ser querida e amada por outros! E meu marido (networking) falou: “Você pode colocar um banner e ganhar dinheiro hehehehe”… mas isso não vem ao caso!

E o engraçado disso é que eu sei que várias pessoas da minha família, que eu amo mesmo, entram aqui diariamente… mas também pessoas que eu encontrou uma, duas vezes na vida. Às vezes estas pessoas te desejam mais felicidade do que outras que vc conhece e convive a tempos. Acho que esta é uma das vantagens da internet e que me faz querer estar conectada 24horas por dia / 7 dias por semana = troca de experiências, de idéias, de mensagens de carinho e aproximar pessoas que estão distantes!

Bom, então queria dedicar esta mensagem a todos aqueles que estão comigo em pensamento, em saudade, em coração! Obrigada por fazerem da minha vida muito mais fácil e especial! AMO TODOS!

E para finalizar irei colocar uma mensagem do meu Padrinho Oswaldo, literalmente ele e minha madrinha (Tia Rééégis) são referência na minha vida e eu amo eles muito, afinal eles participaram na minha formação (com puxões de orelha e tudo) e são pais de três pessoas que eu AMO: minha afilhada Letícia (ah, que também vai ganhar um post especial e umas guloseimas logo logo) e meus primos Gustavo e Leonardo.

“Faceira Gaby: até a saudade em ti é faceirice. Saudade é uma espécie de dor que maltrata sem doer, talvez seja a dor da alma com reflexos no sistema emocional. É preciso administrá-la com equilíbrio porque tudo vale a pena quando se persegue uma meta onde os valores não são invertidos. Que bom que logo logo estarás alojada em teu apartamento. Li sobre o churrasco brasileiro que saboreaste aí, mas garanto que faltou a capirinha que os gringos tanto gostam! Se quiseres mando uma cachaça mineira especial quando tua mãe for. Abraços e continue com teu otimismo contagiante e fé em Deus. Tio Oswaldo”.



  • 4 Responses

    1. Ana Paula disse:

      Eu tb to aqui te acompanhando e desejando toda felicidade em cada momento vivido aí, mesmo que nosso último contato tenha sido nas aulas do Cori!!! ehehee nossa agora que me dei conta que faz anos mesmo!!!

    2. Joanna disse:

      Oi Gaby,
      Desde que você foi morar ai te acompanho todos os dias e adoro tudo o que você escreve, aprendo sobre a vida cada vez que leio seus pensamentos.
      E mesmo tão longe e a tanto tempo sem nos falarmos, a cada vez que você compartilha suas sensasões conosco, me sinto fazendo parte da sua vida.
      Parabéns por mais esta realização, você merece.
      Beijo
      Joanna

    3. Bianca disse:

      Gaby,
      realmente tudo faz sentido. Palavras muito bem escolhidas, talvez ao acaso do pensamento, mas que fazem parte de ti e emana para todos nós e nos contagia com esse astral maravilhoso.
      Leio quase que diariamente e assim eu diminuo um pouco a saudade. Acho que mais ainda do que quando morávamos na mesma cidade.
      Gaby, você é uma pessoa muito especial.
      Te adoro muito. Estamos com muitas saudades.
      Quando o Joey vier prá Floria vamos levar a Sophia para brincar com ele um pouco. Já falamos com teus pais.
      Tudo de bom.
      Beijos
      Bi, Dudu e Sophia

    4. Letícia Giacomin disse:

      Que lindo esse post, Gaby! Pode ter certeza de que te amamos muito e estamos aqui torcendo demais por ti.
      Acho que esta frase (“Saudade é uma espécie de dor que maltrata sem doer”) representa tudo, não é mesmo?
      Fica bem! E os meses passam voando, logo estarás aqui comendo salpicão de aves e ouvindo “Então é Nataaaaaaal”!
      Beijo grande

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *