Cheguei!!

Depois da choradeira básica no aeroporto de Guarulhos (que na verdade começou na segunda feira dia 23/agosto com a despedida do meu pai, passando pela minha mãe, irmã, Joey e finalmente Ju) peguei o avião da AA para Dallas (sim, eu fiz imigração nos USA para ficar no país menos de 4 horas).

Sentado ao meu lado estava um paleontólogo americano que estuda pássaros e veio para o Brasil para uma Conferência Mundial em Campos do Jordão. Segundo ele, em menos de 1 semana aqui no Brasil ele viu mais de 200 espécies de pássaros que nunca tinha visto antes (???). E adivinha qual estado americano ele mora???? NEBRASKA. Poisé, conheci mais alguém que mora em Nebraska!

Foi um vôo tranquilo, dormi praticamente todo o tempo. Assisti Karate Kid (não recomendo) e Sex and the City 2, comi meu “beef” e tudo certo. Cheguei em Dallas 5h45 horário local, mesmo assim peguei uma fila enooooorme na imigração. Tudo tranquilo! Não peguei minhas malas (o que me deu uma certa aflição – mas já adianto que deu tudo certo e meus Joezinhos estão aqui comigo).

Esperei pouco tempo no aeroporto de Dallas, menos de 2 horas, o que foi bom para me organizar já que a semana aqui vai ser agitada… e tempo suficiente para eu tomar um Frappuchino Light (parece que ouviram minhas preces, agora tem Frappuchinho light, o que caiu muito bem nas devidas circuntâncias)….

O vôo Dallas>Toronto foi suuuper cansativo. Quer dizer, dormi o vôo todo. O avião estava vazio, peguei 3 poltronas e capotei. Só acordei na hora que a aeromoça veio falando que a descida ia ser turbulenta… e foi! Cruuuuzes. Não sei porque eles avisam, deixam a gente super apavorados… enfim, deu tudo certo. Desembarcando, passei pela Imigração e me pediram para ir para uma salinha (sim, aquelas salinhas que muitos brasileiros temem nos USA). Mas era para pegar meu Study Permit! Tô me achando…. hehehehe!

E depois, Elsie e sua mãe Liz foram me pegar, num dia básico de 36 graus! Demorou um pouquinho para elas me encontrarem, mas foi tranquilo! Elas são uns amores. Ficarei na casa da Elsie por 1 semana…. acredito ser tempo suficiente para achar um lugar para morar… Estou no quarto de visitas e não podia ser melhor (Knox House – Spadina Anevue) – do outro lado da rua já está a Faculdade de Educação Física e Saúde, aonde terei aulas.

Segue foto da minha janela e boooora dar uma volta, porque o dia tá lindo, eu fico ouvindo os streetcars e me sinto muito bem. Me sinto em casa aqui!



  • 2 Responses

    1. Alexandre Mendes disse:

      Boa tarde !

      Tenho 40 anos , minha esposa 34 e temos uma filha de 2 anos e 4 meses. Sou taxista e ela atua na área da saúde. Estamos cansados da covardia deste país chamado Brasil e estamos estudando a possibilidade de tentar a vida em outro país mas justo e ouço muito do Canadá. O que me diz neste momento.Desde já agradeço

    2. carol cobra pegoraro disse:

      Oi Gabyyy..
      Adorei saber que tens um blog para mater-nos atualizadas quanto aos acontecimentos ocorridos aí no Canadá.
      Assim mesmo tão longe, posso sentir você muito perto..
      Fico muito feliz que tenha dado tudo certo e torço muito para que você consiga realizar todos os seus sonhos, sejam eles pessoais ou profissionais..
      Desejo a você muito sucesso e tenho certeza que você é muito capaz.

      Espero que possamos manter contato sempre. Adoro você querida.

      Muito boa sorte nessa nova empreitada.

      Beijão
      Carol (vizinha rs..)

    1. 05/08/2011

      […] o post de quando cheguei aqui, dia 30 de agosto… falando da despedida da família no Brasil, da recepção aqui em Toronto […]

    2. 11/08/2014

      […] vim parar em Toronto no dia 30 de Agosto de 2010 para fazer 4 anos de PhD na Universidade de Toronto. Eu vim para estudar e meu marido ia ficar no […]

    3. 23/02/2015

      […] eu tinha poucos amigos para me despedir e foi mais fácil. Outro ponto que foi mais fácil é que somente meu marido me levou para o aeroporto, então não precisei me despedir de muitas pessoas (somente dele). Para quem não sabe, eu vim […]

    4. 08/08/2017

      […] O que esperar do que está por vir: o primeiro post do blog 2. Cheguei: o primeiro post que escrevi ao chegar em Toronto. 3. Sexta e sábado em 6 palavras: os meus finais […]

    Deixe um Comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *